Um Projeto: Fundação Estudar
Fachada da Universidade de Westminster

Conheça a Universidade do Westminster, uma universidade no coração de Londres

Por Gustavo Sumares
03.06.2019

A universidade localizada na região central de Londres já formou desde o "pai" dos antibióticos até os fundadores do Pink Floyd. Saiba mais sobre a Universidade de Westminster e como conseguir uma bolsa para estudar lá!


Imagine estudar em uma universidade que já formou desde o descobridor da penicilina até o baterista dos Rolling Stones. Essa é a Universidade de Westminster, que ainda conta, entre suas vantagens, com uma localização central em Londres.

A Universidade de Westminster começou a existir em 1838, quando foi fundado o primeiro instituto politécnico do Reino Unido — a Royal Polytechnic Institution, onde até hoje são ministrados os cursos das áreas de Engenharia e Arquitetura da universidade. Ela foi comprada em 1881 e se tornou a Polytechnic of Central London. Desde então, seguiu acrescentando novas escolas e, em dezembro de 1992, ganhou a designação de Universidade de Westminster.

Ao longo desse período, ela acumulou uma série de honrarias interessantes. Foir, por exmplo, o local da primeira exibição de um filme em no Reino Unido, em 1896 — uma sessão organizada pelos próprios irmãos Lumière, patronos do cinema. Nas décadas de 60 e 70, ela também se tornaria a primeira a oferecer cursos nas áreas de Fotografia, Ciência da Fotografia e Estudos de Mídia.

Também nessa época ela se tornou um ponto importante da cultura e da música britânica. Ela recebeu apresentações de artistas como Jimi Hendrix e Cream. E entre 1962 e 1965, Roger Waters, Nick Mason e Richard Wright estudaram e se conheceram por lá, para depois formar o Pink Floyd.

Hoje, a Universidade de Westminster tem mais de 20.000 alunos. Destes, mais de 5.000 são de fora do Reino Unido, e vem de mais de 160 países diferentes. Trata-se, portanto, de uma instituição com um perfil bem internacional.

Cursos oferecidos na Universidade de Westminster

A Universidade de Westminster oferece mais de 300 programas de graduação e pós-graduação, em diversas áreas. A lista completa de cursos oferecidos pode ser vista neste link. Os cursos de graduação sempre têm início em setembro, enquanto os de graduação têm turmas começando em setembro e janeiro.

Algumas das áreas nas quais a universidade oferece cursos são:

  • Arte e Design
  • Arquitetura e Design de Interiores
  • Biociências
  • Cinema
  • Contabilidade e Finanças
  • Direito
  • Eletrônica e Ciências da Computação
  • Inglês e Linguística
  • Jornalismo e Comunicação em Massa
  • Línguas
  • Literatura e Estudos Culturais
  • Marketing
  • MBA
  • Moda
  • Negócios e Gestão
  • Nutrição
  • Política e Relações Internacionais
  • Psicologia
  • Turismo e Eventos
  • Transporte e Logística

Além desses cursos de graduação e pós, a Universidade de Westminster também tem cursos curtos e profissionalizantes. Os temas vão desde línguas específicas até temas como “transporte aéreo”. Uma lista completa desses cursos pode ser vista neste link.

Universidade de Westminster - campus da New Cavendish Street

Ex-alunos famosos da Universidade de Westminster

Asif Kapadia, diretor de documentários como Amy (sobre a cantora Amy Winehouse) e Senna (sobre o piloto de Fórmula 1 brasileiro Ayrton Senna).

Alexander Flemming, descobridor da penicilina e “pai” dos antibióticos.

Christopher Bailey, diretor de criação e CEO da casa de modas Burberry

Charlie Watts, baterista dos Rolling Stones.

Roger Waters, Richard Wright e Nick Mason, fundadores do Pink Floyd.

As escolas da Universidade de Westminster

A Universidade de Westminster se divide em quatro campi, três dos quais estão localizados na região central de Londres. São eles: Regent, Cavendish, Marylebone e Harrow, nomeados de acordo com as ruas em que se localizam. Entre eles, estão as seguintes escolas:

Faculty of Architecture and the Built Environment

Nessa escola de Westminster são ministrados os cursos como Engenharia Civil e Arquitetura. Ela fica no campus de Marylebone Street.

Faculty of Science and Technology

A faculdade de ciência e tecnologia concentra os cursos de ciência fundamental e pesquisa de base da Universidade de Westminster, e fica no campus da Regent Street.

Faculty of Social Sciences and Humanities

Dedicada aos cursos de humanas e ciências sociais, essa escola também se localiza no campus da Regent Street e oferece cursos das áreas de línguas, linguística, sociologia e antropologia.

Westminster Business School

Focada em negócios, a Business School de Westminster fica no campus de Marylebone Street. Ela oferece graduações em negócios, gestão e administração, além de programas de pós-graduação nessas áreas, como negócios internacionais. É também onde é ministrado o MBA da Universidade de Westminster.

Westminster Law School

A faculdade de direito da Universidade de Westminster, onde é feita a graduação em direito e o programa de LLM da instituição. Fica no campus de Regent Street.

Westminster School of Media, Arts and Design

A escolha de mídia, artes e design (carinhosamente apelidada de MAD) oferece cursos como fotografia, design e jornalismo no campus da Harrow Street. É uma das escolas de mais prestígio da universidade: no ranking de universidades por disciplina da QS em 2019, ela ficou com o 40º lugar.

No campus de Cavendish, por sua vez, são oferecidos cursos como biociências, ciências biomédicas, nutrição e psicologia, além de engenharia da computação e de redes, ciências da computação e engenharia de software, e mídias digitais e computação de jogos.

Como estudar na Universidade de Westminster?

Cada curso da Universidade de Westminster tem requisitos específicos de graduação. Por isso, é interessante pesquisar os procedimentos de admissão de acordo com o programa que você deseja cursar por lá.

Por outro lado, há alguns requisitos comuns para todos os cursos. Para a graduação, é necessário comprovar proficiência em inglês com uma nota mínima de 6.0 no IELTS (sem tirar menos de 5,5 em qualquer seção da prova). Também é necessário ter concluído o ensino médio no Brasil com boas notas, ou mesmo o primeiro ano de uma graduação no Brasil. Provas internacionais como o SAT também podem ser apresentadas para fortalecer a candidatura.

Já para a pós-graduação, é preciso tirar pelo menos 6,5 no IELTS, sem cair abaixo de 6.0 em qualquer seção da prova — e, para alguns cursos, a exigência pode ser mais alta. O candidato também já deve ter concluído o bachaarelado no Brasil, com média mínima de 6,5 a 7,5, dependendo do curso pretendido. E aqui, novamente, a exigência pode ser ainda maior.

Bolsas para a Universidade de Westminster

Há uma série de oportunidades de bolsas de estudo e auxílio financeiro para estudantes interessados em estudar na Universidade de Westminster. São oportunidades tanto para graduação quanto para pós-graduação, e a lista completa delas pode ser vista neste link.

Aqui no Estudar Fora a gente já falou sobre alguns deles que se estendem a brasileiros. Há um programa de bolsas de graduação oferecido pela própria universidade, por exemplo.Outros, como o Tony Shaw Scholarship (voltado para mestrado) são oferecidos por ex-alunos.

Via de regra, eles exigem que o candidato já tenha sido aceito no curso que pretende fazer — ou que tenha pelo menos já feito o application. Por isso, a primeira etapa do processo deve ser a candidatura para o curso em si. Em alguns casos, o processo de candidatura à bolsa é bem simples depois que a candidatura ao curso já foi feita.

No entanto, como os cursos de graduação sempre têm início em setembro, as inscrições para as bolsas se encerram bem antes. Em 2019, o prazo foi até 31 de maio. Alguns programas de graduação podem ter bolsas para início em janeiro, mas o período ideal para buscar por bolsas na Universidade de Westminster é no começo do ano.

O que achou do post? Deixe um comentário ou marque seu amigo

[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d