Um Projeto: Fundação Estudar
grupo de estudantes jovens reunidos

Como funcionam as organizações estudantis nos Estados Unidos?

Por Lecticia Maggi

No Brasil, é comum que universitários se engajem em grupos que possuam interesses semelhantes. Seja através de um diretório acadêmico, que representa os interesses dos estudantes; através da participação em Atlética, para quem gosta de esportes; ou grupos de pesquisa e trabalho.

Nos Estados Unidos também é assim – os estudantes são incentivados a participarem destas atividades extracurriculares esta interação com a comunidade é fundamental para a experiência universitária. Há, porém, duas diferenças básicas: a primeira é que este incentivo permanece para outros cursos de pós-graduação e mestrado. A segunda é a enorme variedade destes grupos.

De reuniões para apreciadores de chá a times de remo, passando por discussões de questões raciais e políticas, a maior dificuldade dos estudantes é escolher apenas alguns, de forma a não prejudicar seu desempenho em sala de aula.

Quer ver o que estudantes de Columbia, Stanford e Tulsa dizem sobre estas organizações estudantis? Confira nos vídeos abaixo!

 

Leia também:
O que as aulas em universidades americanas têm de tão diferente?
Atividades extracurriculares no Ensino Médio: quais, quando e por quê?
Vídeo exclusivo: atividades extras e grupo de brasileiros em Yale

O que achou do post? Deixe um comentário ou marque seu amigo