Um Projeto: Fundação Estudar
grupo de estudantes jovens reunidos

Como funcionam as organizações estudantis nos Estados Unidos?

Por Lecticia Maggi
26.10.2016

Do frescobol às artes visuais, passando por reuniões de discussões políticas... Entenda como são os grupos de interesses em universidades americanas.


No Brasil, é comum que universitários se engajem em grupos que possuam interesses semelhantes. Seja através de um diretório acadêmico, que representa os interesses dos estudantes; através da participação em Atlética, para quem gosta de esportes; ou grupos de pesquisa e trabalho.

Nos Estados Unidos também é assim – os estudantes são incentivados a participarem destas atividades extracurriculares esta interação com a comunidade é fundamental para a experiência universitária. Há, porém, duas diferenças básicas: a primeira é que este incentivo permanece para outros cursos de pós-graduação e mestrado. A segunda é a enorme variedade destes grupos.

De reuniões para apreciadores de chá a times de remo, passando por discussões de questões raciais e políticas, a maior dificuldade dos estudantes é escolher apenas alguns, de forma a não prejudicar seu desempenho em sala de aula.

Quer ver o que estudantes de Columbia, Stanford e Tulsa dizem sobre estas organizações estudantis? Confira nos vídeos abaixo!

 

Leia também:
O que as aulas em universidades americanas têm de tão diferente?
Atividades extracurriculares no Ensino Médio: quais, quando e por quê?
Vídeo exclusivo: atividades extras e grupo de brasileiros em Yale

O que achou do post? Deixe um comentário ou marque seu amigo

[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d