Um Projeto: Fundação Estudar
Pena, escrita, caderno, caneta, tinta, escritor, writing

Dia do escritor: saiba onde estudaram escritores internacionais famosos

Por Gustavo Sumares
25.07.2019

Para marcar o Dia do Escritor, listamos as universidades onde estudaram escritores famosos do mundo todo, escolhidos pelos nossos leitores. Confira:


Se você segue a gente no Instagram, deve se lembrar de que recentemente perguntamos nos Stories quais eram os seus escritores favoritos. O motivo é que hoje, 25 de julho, é comemorado no Brasil o Dia do Escritor! E para marcar a data, falaremos sobre onde estudaram escritores famosos, escolhidos por vocês.

Como surgiu a data?

O Dia do Escritor foi instaurado em 1960. Naquele ano, a União Brasileira de Escritores, presidida por João Peregrino Junior e Jorge Amado, realizou o primeiro Festival do Escritor Brasileiro. O ministro da Educação da época, Pedro Paulo Penido, instituiu a data por meio de uma portaria.

Desde então, o dia homenageia os profissionais das Letras, aqueles que ganham a vida escrevendo. Para estudantes, trata-se de uma data importante. Não apenas porque livros ainda são um meio importantíssimo de transmissão de ideias e conhecimento ao longo do tempo, mas também porque a Literatura, assim como o estudo, é uma maneira de ampliar seus horizontes e ter contato com pensamentos e realidades diferentes.

Dentre as sugestões enviadas pelo Instagram, há autores que se destacam tanto por criar histórias no nosso mundo (como Dan Brown) quanto autores cujo trabalho é criar novos mundos (como J.R.R. Tolkien). Para todos eles, é necessário não apenas um domínio da comunicação escrita, mas também uma ampla gama de conhecimentos. Veja, a seguir, onde eles adquiriram alguns desses conhecimentos:

Onde estudaram escritores famosos:

Dan Brown

Nascido em New Hampshire, nos Estados Unidos, o famoso autor de thrillers Dan Brown fez o ensino médio na Philips Exeter Academy, onde seu pai dava aulas de matemática. As cifras, códigos e criptogramas que aparecem em seus livros têm um pouco de influência do pai, que cultivou no filho o gosto por matemática desde cedo.

Numa entrevista para o Wall Street Journal, Brown contou que, no Natal, ele não recebia presentes, mas um mapa que ele precisava decifrar para encontrar os presentes. Mesmo assim, ele acabou não seguindo nos passos do pai, e estudou inglês e espanhol no Amherst College, uma faculdade privada de liberal arts na cidade de Amherst, em Massachusetts. Ele foi membro da mesma fraternidade frequentada por outro autor famosos de thrillers, Harlan Coben.

Jane Austen

Nascida em 1775 no condado de Hampshire, na Inglaterra, Jane Austen teve menos educação formal do que se poderia esperar de uma autora de seu renome. Quando criança, ela foi enviada junto com sua irmã Cassandra para ter aulas privadas com uma professora na cidade de Oxford. Depois, aos dez anos, Austen foi estudar num internato ara moças chamado Reading Abbey Girl’s School. Mas um ano depois, em 1786, ela teve que voltar para casa pois sua família não conseguia arcar com os custos de seus estudos.

De 1786 em diante, sua educação foi feita inteiramente em casa. Seu pai dava aulas particulares, e Austen tinha acesso aos mesmos livros que ele usava para dar aula a meninos (algo incomum para a época). Além desses livros, ela também tinha acesso à biblioteca do político inglês Warren Hastings, que era amigo de sua família. Peças teatrais que Austen assistia também foram importantes em sua formação, e na adolescência ela chegou a escrever (mas não publicar) três peças curtas.

Agatha Christie

Agatha Christie nasceu em 1890 no condado de Devon, na Inglaterra. E embora seus pais tivessem enviado sua irmã Margaret para estudar num colégio em Sussex, sua mãe insistiu para que Agatha fosse educada em casa. Uma biografia da autora relata que a mãe de Christie acreditava que ela não deveria aprender a ler e escrever até ter oito anos de idade; mesmo assim, a jovem Agatha acabou aprendendo sozinha muito antes, e desde jovem foi uma leitora voraz.

Aos 12 anos de idade, Agatha recebeu educação na Miss Guyer’s Girl School, na cidade de Torquay (onde ela morava), mas não se adaptou à disciplina rígida do local. E em 1905, foi enviada pelos pais para Paris, onde, segundo outra biografia, ela estudou em três colégios diferentes. Ela não fez faculdade, mas durante a Segunda Guerra Mundial ela trabalhou por um tempo como enfermeira no University College Hospital (um hospital universitário) em Londres. O conhecimento que ela adquiriu sobre substâncias medicinais e venenosas nesse período aparece em seus livros.

J.K. Rowling

A criadora de Harry Potter fez os estudos primários na Saint Michael’s Primary School, uma escola em Gloucestershire cujo diretor à época, Alfred Dunn, serviu de inspiração para Alvo Dumbledore segundo a biógrafa Connie Ann Kirk. Os estudos secundários (equivalentes ao ensino médio), por sua vez, ela fez na Wyedean School and College, em cujo departamento de ciências sua mãe trabalhava.

Rowling chegou a se candidatar à Universidade de Oxford, mas não foi aceita. Mesmo assim, ela entrou na Universidade de Exeter, onde se formou em Francês e Clássicos. Emuma matéria sobre ela publicada na New Yorker, Rowling lembra que não se esforçava muito na faculdade, e preferia ler as obras de Charles Dickens e J.R.R. Tolkien. Mesmo assim, ela se formou em 1986, após passar um ano estudando em Paris. Outros dez anos transcorreriam até que ela publicasse o primeiro livro da série que lhe daria fama.

J.R.R. Tolkien

Embora tenha crescido na Inglaterra a partir dos 3 anos, Tolkien nasceu na África do Sul. Também com essa idade seu pai faleceu, e Tolkien cresceu na casa dos avós maternos. Sua mãe,Mabel Tolkien, foi a grande responsável por sua educação. Ele aprendeu a ler aos 4 anos de idade e a escrever pouco depois, e desde pequeno aprendeu latim. Mais velho, estudou nos colégios King Edward’s School em Birmingham e e Saint Philip’s School. E já na adolescência ele inventou suas primeiras línguas e alfabetos.

Tolkien começou o ensino superior no Exeter College, em Oxford, em 1911. Inicialmente, estudou Clássicos, mas depois mudou para língua e literatura inglesa e se formou em 1915. Foi o começo de um longo envolvimento com a academia. Em 1920, ele se tornaria professor na Universidade de Leeds, e trabalharia na tradução e revisão de diversos poemas clássicos ingleses da Idade Média. Em 1925, se tornaria fellow do Pembroke College: foi durante esse período que ele escreveu O Hobbit e os dois primeiros volumes da saga O Senhor dos Anéis.

Julia Quinn

Julia Quinn é o nome artístico de Julie Pottinger, estadunidense criada entre New England e California (pois seus pais eram divorciados). Desde criança ela gostava muito de ler, especialmente livros infanto-juvenis e romances leves. Ela estudou História da Arte em Harvard e, ao fim do curso, não sabia ao certo o que desejava fazer. Começou a estudar para cursar medicina (o “pre-med”) e, no seu tempo livre, escrevia romances. Foram dois anos até que ela completasse o pre-med e fosse aceita na Yale School of Medicine, e nesse meio tempo ela já tinha publicado três livros.

Ao fim dos primeiros meses do curso de medicina, no entanto, Pottinger se deu conta de que preferia continuar a escrever. Por isso, como já tinha uma carreira relativamente estabelecida, largou a faculdade e continuou a atuar como escritora.

Rick Riordan

O criador de Percy Jackson nasceu e cresceu no Texas, nos Estados Unidos. Ele fez o ensino médio na Alamo Heights High School e depois começou a estudar música na North Texas State University. No entanto, acabou pedindo transferência para a University of Texas at Austin para estudar Inglês e História. Na sequência, ele estudaria na University of Texas in San Antonio para concluir a licenciatura nessas disciplinas.

A carreira de escritor de Riordan, no entanto, só começaria mais tarde, depois de ele ter filhos. Ele inventou o personagem Percy Jackson inicialmente como uma história para contar a seu filho Haley Riordan antes de ele dormir. E como Haley tinha sido diagnosticado com Transtorno de Déficit de Atenção e dislexia, Rick deu a seu personagem essas características também.

Stephen King

Desde jovem, King era um leitor ávido de livros curtos de terror, como a série Tales from the crypt. Enquanto estudava na Lisbon Falls High School, ele chegou a escrever alguns contos no estilo, que eram publicados primeiro em um jornal caseiro editado pelo seu irmão e depois em fanzines mais bem editados.

O ambiente cinza e gélido do Maine aparece em algumas obras de King, como O Apanhador de Sonhos, e não é à toa, pois ele passou boa parte da vida lá. Ele fez o ensino superior na University of Maine, onde se formou em 1970 em Inglês. Também na universidade ele conheceu sua esposa, e sua filha Naomi King nasceu no ano em que ele se formou: 1970. No começo de sua carreira de escritor, ele teve vários empregos de curta duração para pagar as contas, como frentistas, faxineiro e funcionário de lavanderia.

Angela Davis

Quando jovem, Angela Davis fez o ensino fundamental em um colégio só para negros, e o ensino médio na Elisabeth Irwin High School, no qual participou de um grupo comunista jovem. Ela recebeu uma bolsa para estudar na Brandeis University na década de 60: apenas três estudantes negros receberam a bolsa. Ela estudou Francês e se dedicou a pesquisar as obras de Jean Paul Sartre, e seus esforços lhe renderam a oportunidade de estudar em Paris, onde perscebeu que seu verdadeiro interesse era em Filosofia.

Ela se formou em 1965 já com planos de continuar seus estudos na Universidade de Frankfurt, na Alemanha, onde Herbert Marcuse, que ela havia conhecido numa manifestação, dava aulas. Ela se tornaria aluna de Marcuse na Alemanha e viria com ele para a University of California, San Diego (UCSD) quando ele começou a dar aulas lá. Ela concluiu seu mestrado na UCSD em 1968, e se tornaria professora na University of California, Los Angeles, no ano seguinte. Depois, ela ainda fez o doutorado na Humboldt University, em Berlim Oriental.

Anna Todd

A autora Anna Todd, famosa pela sua popularidade no WattPad, fez o ensino médio em Dayton, cidade do estado de Ohio, nos Estados Unidos. Ela se casou logo ao sair do ensino médio e se mudou para o Texas com seu marido, que é do exército. Por lá, ela estudou em um community college enquanto escrevia seus livros.

Bernard Cornwell

Como seria de se esperar de alguém que escreve os livros que Cornwell escreve, ele estudou história na faculdade. Mais especificamente, ele cursou História no University College London entre 1963 e 1966, e se tornou professor da disciplina logo após se formar. Ele também trabalhou na BBC por um tempo, num programa de política chamado Nationwide. Foi nesse emprego que ele conheceu sua esposa estadunidense; mais tarde, ele se mudaria para os EUA e se tornaria cidadão do país.

Daniel Pink

Autor de diversos livros sobre negócios, comportamento e trabalho (além de discursos do vice-presidente estadunidense Al Gore entre 1995 e 1997), Pink fez a graduação na Northwestern University e depois foi para a Yale Law School estudar para ser advogado. Além disso, recebeu doutorados honorários de Georgetown, Estfield State University e outras instituições.

Edward Said

O palestino Edward Said estudou no Victoria College em Alexandria, e esse foi um dos seus primeiros encontros com a mentalidade pós-colonial. Embora a maioria dos alunos do colégio inglês no Egito falassem árabe e francês, eram obrigados a falar inglês, o que ele percebeu depois como “uma estrutura colonial injusta”. Ele foi expulso do colégio em 1951, aos 16 anos. Seus pais mandaram-no então para o Northfield Mount Hermon School em Massachusetts, onde ele se revelou um aluno brilhante. Fez a graduação em Princeton, e depois tanto o mestrado quanto o doutorado em literatura inglesa em Harvard.

George Orwell

O autor de 1984 e A Revolução dos Bichos na verdade se chama Eric Arthur Blair (George Orwell é um nome artístico), e ele nasceu na Índia, filho de pais ingleses. A família de Blair não tinha muito dinheiro, mas ele conquistou bolsas para estudar em colégios internos como o Eton College. Formando-se de lá, ele não tinha dinheiro para ir à universidade, e portanto de inscreveu para a Polícia Imperial Britânica na Índia. A estrada e as viagens foram seus professores: depois de viajar pelo oriente até 1928, ele saiu da polícia e viveu na pobreza em Paris e Londres, além de vivenciar a Guerra Civil Espanhola, ao longo dos dez anos seguintes.

Harlan Coben

Nascido em Newark, nos Estados Unidos, o escritor de mistério e thrillers Harlan Coben se formou no ensino médio na Livingston High School, e depois estudou Ciências Políticas no Amherst College, uma faculdade privada de liberal arts na cidade de Amherst, no estado de Massachusetts. Ele e Dan Brown foram membros da mesma fraternidade enquanto estudaram lá.

Kiera Cass

Descendente de família porto-riquenha morando na Carolina do Sul, Kiera Cass fez o ensino médio na Scoastee High School. Depois, estudou História na Coastal Carolina University, mas pediu transferência para a Radford University, onde concluiu seus estudos.

Leon Tolstoi

Leon (ou Liev, em russo) Tolstoi não teve uma vida acadêmica brilhante. Filho de um conde veterano da campanha russa contra Napoleão, ele começou a estudar Direito e Línguas Orientais na Universidade Estadual de Kazan em 1844, mas abandonou os estudos. Vivendo entre  São Petersburgo e Moscou, ele e seus irmãos se endividaram e, em 1951, entraram para o exército. Foi só então, aos 23 anos, que Tolstoi começou a escrever.

Malcolm Gladwell

Gladwell nasceu no Reino Unido, mas foi criado no Canadá, na cidade de Elmira. Ele estudou História na Universidade de Toronto e se formou em 1984.

Nicola Yoon

A autora Nicola Yoon cresceu entre a Jamaica e Nova York. Ela fez a graduação na Cornell University, onde estudou engenharia elétrica, e fez uma aula de escrita criativa como eletiva, o que lhe interessou em aprender mais. Por isso, depois da graduação, ela fez o programa de Master in Creative Writing do emerson college, em Boston. Ela trabalhou mais de 20 anos como programadora numa empresa de gestão de investimentos, mas se inspirou a inscrever seu primeiro livro com o nascimento de sua primeira filha.

Robert Bryndza

O britânico Robert Bryndza, criador da personagem Erika Foster, nunca falou sobre sua educação. No entanto, ele já disse que trabalhou como professor de inglês antes de se tornar escritor, e que estudou para ser ator (embora não necessariamente em uma universidade).

Sarah J. Mass

A novaiorquina Sarah J. Mass estudou no Hamilton College, em Nova York. Seu major foi escrita criativa (como se poderia imaginar), e ela também fez um minor em estudos religiosos.

Shawn Achor

O autor Shawn Achor fez a graduação em Harvard e, logo em seguida, emendou um mestrado na mesma instituição, na área de Ética Cristã e Budista.

Stefan Zweig

Austríaco, Zweig estudou filosofia na Universidad de Vienna. Fugindo da Áustria em 1934 após a ascenção de Hitler ao poder na Alemanha, ele ficou um tempo na Inglaterra, mas depois atravessou o oceano e passou dois meses em New Haven, nos Estados Unidos, como convidado da Yale University. Depois disso, ele foi para Nova York e, em 1940, mudou-se para Petrópolis, no Rio de Janeiro, que se tornaria seu segundo lar.

Sylvia Plath

Plath, além de uma das maiores poetas do século XX, também teve uma vida acadêmica intensa. Aos 18 anos em 1950, ela começou a estudar no Smith College, uma faculdade de liberal arts de Massachusetts, estado onde ela nasceu. Ela se formou em 1955 com uma tese sobre duas obras de Dostoievski e conquistou uma bolsa da Fulbright para estudar na Universidade de Cambridge, na Inglaterra. Mais especificamente, ela foi estudar no Newnham College, uma das únicas duas faculdades só para mulheres da universidade. Foi em Cambridge também que ela conheceu seu marido, Ted Hughes.

T.S. Elliot

Thomas Stearns Eliot, além de inúmeros prêmios por sua poesia, também recebeu diversos títulos de universidades renomadas. Ele estudou filosofia em Harvard entre 1906 e 1909; nesse período, também conquistou um mestrado em literatura inglesa. Trabalhou como professor assistente de filosofia na universidade e, em 1910, foi para Paris estudar na Sorbonne. Voltou para Harvard em 1911, para estudar filosofia indiana e sânscrito até 1914. Ele ganhou então uma bolsa para estudar no Merton College, em Oxford. Ele chegou a completar uma tese de doutorado pela Harvard, mas não voltou para defendê-la.

Virginia Woolf

A autora inglesa nascida em 1892 foi educada em casa, pelos seus pais, como era comum àquela época. Os meninos de sua família, no entanto, estudaram nas “public schools” da Inglaterra (escolas com independência administrativa), e depois foram para a Cambridge University.

Woolf, por sua vez, estudou no King’s College London, que na época tinha um departamento para mulheres. Dos 15 aos 19, ela estudou lá Grego Antigo, Latim, Alemão e História. Foi nessa época também que ela teve contato com movimentos pelos direitos das mulheres.

Vladimir Nabokov

O autor de Lolita e de Pale Fire nasceu na Rússia, filho de nobres, e foi educado por tutores em russo, francês e inglês: desde jovem falava as três línguas. Sua família fugiu da Rússia em 1917, com a Revolução de Outubro, e se estabeleceu na Inglaterra. Por lá, Nabokov começou a estudar no Trinity College da Universidade de Cambridge. Primeiro, estudou zoologia; depois estudou línguas eslávicas. Ele continuaria a atuar nas duas áreas: na segunda, como escritor; na primeira, como estudioso de borboletas: ele foi o curador de lepidópteros do Museu de Zoologia Comparativa de Harvard..

O que achou do post? Deixe um comentário ou marque seu amigo

[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d