Um Projeto: Fundação Estudar
Quatro pessoas sentadas em torno de um caderno no canto de uma mesa

3 maneiras de desenvolver a gramática em inglês

Por Gustavo Sumares
11.02.2019

Por Alberto Costa, de Cambridge English


A preparação para os estudos no exterior, em geral, envolve aprofundar o conhecimento necessário para se comunicar em inglês, seja em função do processo seletivo que requer, na maior parte das vezes, uma certificação internacional de proficiência, ou ainda por conta de ser o idioma oficial das aulas. Seja lá por qual motivo for, uma habilidade em particular é de extrema importância: a gramática em inglês!

Escrever em uma língua diferente da nativa pode ser um desafio por conta da falta de familiaridade e do estranhamento inicial com a construção de frases e com o vocabulário. Em função disso, é comum ter a sensação de que falta uma profundidade de conhecimento para entender o que é lido ou para produzir o que é preciso. Mas, isso é só uma questão de tempo e de prática!

Leia mais: Boa nota nos exames de proficiência é suficiente para estudar fora?

Estruturar frases, perguntas, respostas ou qualquer outra forma de comunicação com coesão e coerência está longe de ser um bicho de sete cabeças e há algumas dicas para o aperfeiçoamento da gramática em inglês que podem deixar a tarefa mais fácil e familiar. Confira abaixo:

1. A gramática influi diretamente na escrita

As habilidades de aprendizagem de inglês se unem de maneira que uma precisa da outra para que haja o completo entendimento e assimilação da língua. São elas: o speaking (produção oral), o listening (compreensão auditiva), o reading
(leitura) e o writing (escrita). Diante disso, é certo dizermos que o processo de escrita na língua inglesa depende do nível da sua gramática no idioma e que, da mesma forma, é a produção de textos que auxiliará na hora dos estudos.

Sendo assim, a prática da escrita é muito importante no processo de aperfeiçoamento da gramática em inglês. Quanto mais você escrever e se atentar ao que faz, mais vai assimilar palavras e a ortografia correta delas, consequentemente melhorando a gramática. Comece por coisas simples como anotar a lista de compras do supermercado em inglês ou mesmo sua programação de tarefas diárias.

Tente imaginar aquele e-mail ou mensagem de texto que vai enviar para alguém também em inglês. Tudo isso vai contribuir para você memorizar a escrita de palavras que usa no dia a dia. Pequenos feitos se tornam hábitos e são eles que fazem o uso constante algo natural e motivador.

Leia mais: Confira quatro dicas para melhorar sua escrita em inglês

E a leitura é um bônus nesse sentido! Quanto mais se consome conteúdo em um determinado idioma, mais incentivamos a memória a formar uma espécie de “dicionário” mental, seja de palavras ou de construções que podem ser úteis na hora de empregá-las aos estudos ou às atividades do dia a dia.

2. Use ferramentas online

Ferramentas online podem te auxiliar, e muito, na assimilação da gramática em inglês. Que tal um quiz que tenha como objetivo completar as frases com a alternativa correta? E a boa e velha palavra cruzada? Há uma série de opções gratuitas e que podem ser instaladas até como app nos smartphones para que sejam utilizados em momentos como os de deslocamento, por exemplo.

Já para quem busca algo mais completo, a indicação é a plataforma Write&Improve, desenvolvida com a colaboração de Cambridge Assessment English, departamento da Universidade de Cambridge voltado para exame de proficiência. De maneira bastante intuitiva, basta selecionar o seu nível e o tema de interesse, produzir um texto relacionado à atividade e submeter a correção que retorna de forma imediata as sugestões de melhoria.

Leia mais: Entrevistas de admissão em inglês? Saiba como se preparar!

Essa é uma oportunidade de visualizar os erros e aprender com eles para melhorar o desempenho. Há até mesmo a possibilidade de refazer o material e acompanhar um gráfico que mostra o avanço no aprendizado.

3. Monte um cronograma para os estudos

Não tem mágica! O treino e a dedicação são sempre as melhores dicas que podemos dar para quem quer aprimorar uma habilidade linguística. Montar um cronograma de estudos também é uma ótima opção para quem precisa se organizar mais na hora de treinar.

Se organize conforme os dias da semana e o tempo disponível e tenha consciência das suas principais dificuldades gramaticais. Somente olhando para si e para elas é que será possível focar e otimizar os estudos naquilo que, de fato, faz sentido.

O que achou do post? Deixe um comentário ou marque seu amigo

[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d