Um projeto: Fundação Estudar

Universidades

Perfis, curiosidades e oportunidades das melhores universidades do mundo

19.08.14

Harvard Extension School: é possível estudar na ‘top’ dos rankings

Harvard Extension School: é possível estudar na 'top' dos rankings

Na escola de extensão de Harvard é possível realizar um curso de curta duração por menos de US$ 1 mil e sem enfrentar o temido processo seletivo

Harvard não precisa de muita apresentação. Ano após ano, a universidade desponta entre as melhores dos principais rankings internacionais, como o da publicação britânica Times Higher Education (THE) e do grupo QS (Quacquarelli Symonds). O que talvez poucos saibam é que é possível frequentar uma das melhores universidades do mundo sem precisar passar pelos temidos processos de seleção.

A escola de extensão de Harvard (Harvard Extension School) oferece, ao longo de todo o ano, cursos de curta duração das mais variadas disciplinas, sendo que apenas alguns deles exigem que o aluno apresente o Toefl (Test of English as a Foreign Language). Há cursos a partir de US$ 750,00 que duram, em média, 3 meses. Dá para fazer desde programas de idiomas até de química, passando por astronomia, psicologia, administração, marketing e muitas outras áreas.

Uma vez dentro da comunidade de Harvard, você tem acesso diário às informações e novidades. (…) Conheci pessoas do mundo inteiro e pude participar de eventos incríveis de graça

Carteirinha de estudante e acesso às bibliotecas da universidade — Decidida a melhorar o inglês, a economista mineira Thaís Vieira, de 28 anos, foi para Boston e fez três meses de aulas do idioma na Harvard Extension School. Não satisfeita, decidiu “turbinar” ainda mais o currículo e matriculou-se em uma disciplina oferecida pelo departamento de Economia da escola de extensão, que terá início em setembro. “Uma vez dentro da comunidade de Harvard, você tem acesso diário às informações e novidades. É o professor que comenta sobre um workshop, um colega que te fala sobre uma palestra… Conheci pessoas do mundo inteiro e pude participar de eventos incríveis de graça”, conta.

Os alunos matriculados na escola de extensão, assim como os estudantes regulares, têm direito a um número de identificação e a uma carteirinha estudantil, que dá acesso a todas as bibliotecas e laboratórios de informática de Harvard. Com isso, é possível participar de seminários, palestras e outros eventos. E o melhor: sem nenhum custo adicional!

O campus da escola de extensão fica dentro da própria universidade, e vários professores que dão aula em Harvard, também ministram cursos na extension school. De acordo com a instituição, o índice de satisfação dos alunos com os professores é de 97%.

Os cursos oferecidos — A escola de extensão possui três tipos básicos de cursos: (1) os chamados non-credit, (2) os cursos para quem é undergraduate e (3) os cursos para os graduate students. A diferença é que nos dois últimos, é possível utilizar os créditos obtidos na extension school na graduação ou na pós graduação de Harvard. Ou seja, se você já é aluno da instituição ou se pretende fazer graduação, mestrado ou doutorado por lá, pode aproveitar algumas disciplinas. Acesse aqui os cursos

No entanto, se você só deseja estudar em Harvard por algumas semanas ou meses, o mais indicado é optar pelos cursos non-credit. Nesta modalidade, o aluno não realiza provas, mas a instituição assegura um certificado de conclusão de curso ao final, desde que atendidos os requisitos de presença.

Caso você não possa ir até Harvard, a escola também oferece cursos totalmente online. Há, ainda, a modalidade híbrida, em que boa parte do curso é ministrado à distância e os alunos se encontram presencialmente com o professor durante um final de semana, apenas.

Leia também:
Mestrado em Harvard: alunos buscam soluções para problemas reais
Reitora de Harvard dá dicas para quem quer ser aprovado na universidade

Conecte-se ao Estudar Fora

Leia Mais

estagiários da Microsoft comemorando
impacto social
estudar na Asia
tudo sobre o GMAT