Um projeto: Fundação Estudar

Graduação

O que você precisa saber para cursar uma graduação fora do Brasil

12.06.13

Guia de primeiros passos para Estudar Fora

Guia de primeiros passos para Estudar Fora

Você decidiu estudar no exterior, e agora? O Estudar Fora preparou um guia com os cinco primeiros passos para você começar a se preparar

Melhorar a fluência no idioma, escolher quais universidades se candidatar, se informar sobre o processo de admissão, fazer um bom plano de estudos… as etapas são muitas! Conheça aqui como priorizar as ações para começar a se preparar para Estudar Fora:

1. Melhore sua fluência no idioma: O idioma do país em que você pretende Estudar Fora deve ser um dos nortes para o seu preparo. Se você ainda não é fluente nele, um dos primeiros passos é reforçar seus estudos e praticar em conversações. Isso porque o processo de admissão será todo nesta língua; a maioria das universidades requer testes de proficiência no idioma como parte do processo de admissão e por último, caso você seja aprovado, todas as suas aulas (e sua vida em geral) passará a ser neste idioma.

Mas se você não é fluente, não se desespere. Muitos alunos que foram aprovados em universidades excelentes no exterior não tinham o inglês fluente quando começaram a se preparar. Com dedicação eles treinaram e conseguiram chegar lá. Conheça algumas histórias AQUI.

2. Reflita sobre as suas expectativas em relação ao seu curso no exterior: Quando você pensa na sua graduação, quais são os objetivos que você sonha em atingir com essa experiência? Essa é uma pergunta que você pode fazer a si mesmo para entender melhor quais são as suas expectativas para a graduação. “Se você toma a decisão de ir estudar fora, você tem que saber muito bem o que quer, se não corre o risco de chegar lá, se desapontar, e não ter a melhor experiência que poderia ter tido”, explica Adriana Sorrenti, do British Council.

Leia mais: 10 dicas para te ajudar a decidir sua carreira (no exterior ou não)

3. Pesquisa e escolha onde quer estudar: Entender o que as diferentes instituições tem a oferecer são super importantes no seu caminho para Estudar Fora. Por quê? O processo de admissão em uma faculdade fora é mais complexo, possui diferentes etapas (formulários, redações, entrevista, análise de currículo) e exige que você dedique muito tempo e atenção para cada universidade em específico. “O aluno precisa entender bem o que espera das universidades, o que cada uma pede em seu processo de admissão e o que elas tem a oferecer. Cruzando esse fatores, ele chegará a uma boa lista de universidades e poderá se preparar de uma forma mais focada nos processos”, explica Laila Parada-Worby, coordenadora do Prep Program.

Algumas instituições, como College Board e o US News Report possuem informações bem completas para te ajudar a entender estas etapas e os perfis de cada universidade. O College Board, por exemplo, possui uma iniciativa chamada Big Future em seu site. Pelo Big Future você pode pesquisar perfis de universidades, pesquisar bolsas de estudo e fazer um plano de preparação. Já o US News Report traz a você um dos principais rankings internacionais universitários, juntamente com perfis das universidades, e matérias relacionadas ao processo de admissão nos EUA.

Leia mais: Saiba como escolher a universidade certa no exterior para você

4. Entenda como funciona o processo de admissão no exterior e o que é avaliado pelas universidades: Diferente do vestibular brasileiro, o processo de admissão em universidades fora é feito de forma mais holística, valorizando o perfil do estudante juntamente com o seu desempenho acadêmico. Segundo Lucerito Ortiz, admissions officer de Harvard, o desempenho acadêmico do candidato, sua participação em atividades extracurriculares e suas qualidades pessoais são os três pontos mais avaliados no processo. “Estamos interessados não apenas no que você quer fazer ou estudar, mas em quem você será na nossa escola”, afirma. Ela também revela que não existe uma fórmula certa para garantir a sua entrada na universidade, o principal é ser autêntico.

Entender o processo e o que é avaliado irá te ajudar partir para o próximo ponto, que é se questionar o quão preparado você está, em que precisa melhorar e o que fazer para se tornar um candidato mais atrativo.

Leia mais: Entenda como funciona o processo de seleção para universidades no exterior

5. Faça uma autoanálise e crie um plano de preparação: Depois de entender as suas expectativas, quais universidades se encaixam nelas e como funciona o processo de admissão em cada, o próximo passo é se preparar para se candidatar. Para isso, faça uma autoanálise e defina quais são os seus pontos fracos. Reflita como você pode melhorar nesses pontos e faça um plano de preparação, colocando no papel o que você precisa melhorar, quais metas quer alcançar, quais ações deve fazer para alcançá-las, o cronograma dessas ações e formas de medir o seu progresso.

Agora que você já sabe quais são os primeiros passos que deve tomar rumo às melhores universidades do mundo, confira o vídeo em que a Laila, coordenadora do Prep Program, fala sobre os principais fatores que deve considerar na hora de Estudar Fora.

Conecte-se ao Estudar Fora

http://promo.estudarfora.org.br/07de78d376d72cb1d7d3

Leia Mais

estagiários da Microsoft comemorando
impacto social
estudar na Asia
tudo sobre o GMAT