Um Projeto: Fundação Estudar
bolsas para professores de inglês PDPI

Fulbright concede mais de 400 bolsas para professores de inglês

Por Priscila Bellini
20.06.2017

Comissão selecionará 479 professores de inglês para um curso de capacitação nos Estados Unidos. Inscrições até 15 de julho!


É professor de inglês e quer aperfeiçoar seus conhecimentos no idioma? A Comissão Fulbright no Brasil está oferecendo 479 bolsas para professores de inglês através do Programa de Desenvolvimento Profissional para Professores de Língua Inglesa (PDPI). As inscrições estão abertas até dia 15 de julho e devem ser feitas pelo site do programa. O PDPI ocorre nos Estados Unidos, entre 15 de janeiro e 23 de fevereiro de 2018.

Para se inscrever, é obrigatório lecionar a língua inglesa na rede pública de ensino básico e ser concursado (e não professor temporário). Os candidatos também devem comprovar proficiência no idioma por meio do TOEFL ITP, teste padronizado comum em processos seletivos.

O programa de bolsas para professores de inglês busca fortalecer a fluência oral e escrita no idioma e compartilhar metodologias de ensino e avaliação. Também visa estimular a formação continuada de professores e ajudar na preparação de planos de aula. São três módulos do programa disponíveis: o Intermediário I, Intermediário II e o Desenvolvimento de Metodologias. Ao todo, serão 479 selecionados em todo o Brasil.

Os contemplados pela bolsa recebem apoio financeiro de 500 dólares. Também são cobertos os gastos com alojamento, alimentação, seguro saúde, passagens aéreas de ida e volta do Brasil e materiais do curso. Para os candidatos que precisarem tirar o visto americano, há um reembolso de 160 dólares.

As inscrições são feitas pelo site da Comissão Fulbright, até dia 15 de julho, e os resultados serão divulgados em setembro.

 

Sobre a Comissão Fulbright

A Fulbright é um programa de bolsas fundado em 1946 com o objetivo de promover o intercâmbio entre diversos países do mundo. No Brasil, existe uma comissão que cuida disso desde 1957 – comemorando, em 2017, 60 anos de existência. Desde então, mais de 3.500 brasileiros foram estudar nos Estados Unidos e mais de 2.900 americanos vieram ao Brasil ensinar inglês e divulgar sua cultura.

O que achou do post? Deixe um comentário ou marque seu amigo

[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d