Um Projeto: Fundação Estudar
Banco de Portugal

Onde obter financiamento para estudar em portugal?

Por Colunista do Estudar Fora

Colunista Alexssandro Becker levantou 9 instituições que oferecem bolsas de estudos e financiamento para brasileiros em Portugal. Confira!

Por Alexssandro Becker

A cada ano mais e mais brasileiros se interessam por estudar em Portugal. Este interesse, porém, vem acompanhado por muitas dúvidas, principalmente, no que se refere a bolsas de estudo. Pensando nisso, eu gostaria de apresentar para você algumas possibilidades para obter financiamento ou ajuda de custo para realizar o tão desejado sonho de estudar em terras lusitanas.

As primeiras opções já começam antes mesmo de você deixar o Brasil, portanto, é importante ficar atento as oportunidades e consultar periodicamente as páginas das principais agências de financiamento. Mas, caso você não tenha tido tempo para consultar, ainda é possível mesmo estando em Portugal.

Então, você está pronto? Vou começar por sugestões de fontes de financiamento brasileiras para depois chegarmos as europeias, incluindo-se obviamente as portuguesas.

#1 Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq): disponibiliza diversos editais com possibilidades de realização de mestrado e doutorado sanduíche ou pleno no exterior. Infelizmente, talvez para graduação não existam mais oportunidades, pois um dos principais programas para este público, o Ciência Sem Fronteiras, está em processo de encerramento. Portanto, acesse a página oficial do CNPq para saber mais.

#2 Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES): da mesma forma que o CNPq, a CAPES tem editais regulares com as mais diversas possibilidades e oportunidades. Acesse a página oficial para saber mais.

#3 Fundações de Amparo à Pesquisa: fundações estaduais, como por exemplo a FAPESP e a FAPERJ, por vezes oferecem bolsas de estudos aos interessados em concluir a sua formação no exterior. Para saber mais acesse a página oficial da Fundação de seu estado.

#4 Programa de Licenciaturas Internacionais (PLI): está vinculado a CAPES. Este programa apoia estudantes de licenciatura em determinadas áreas do ensino para a realização de períodos de intercâmbio que podem variar entre um e dois anos, por exemplo. As candidaturas são institucionais e, portanto, sugiro que você busque saber junto da sua universidade a existência ou não da disponibilidade deste programa.

#5 Bolsas Santander: o Banco Santander tem programas de bolsas específicos para os estudantes brasileiros que querem estudar no exterior. Em geral, o aluno aprovado recebe uma ajuda de custo no valor de 3 mil euros para um período de 6 meses de intercâmbio. Na página do Programa de Bolsas de Estudos Santander é possível encontrar outras oportunidades.

#6 Programa Erasmus Mundus: por meio deste programa você pode conseguir bolsas para cursar mestrado, doutorado e até mesmo pós-doutorado em instituições de ensino portuguesas. Acesse a página oficial do programa para saber mais.

#7 Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT): permite que brasileiros com titulo de residência no país possam concorrer a bolsas de doutorado e pós-doutorado. Para consultar as regras específicas dos editais, acesse a página oficial.

#8 Bolsas de Mérito ou Incentivo: algumas instituições de ensino portuguesas oferecem bolsas de mérito ou de incentivo aos estudantes brasileiros. Ou seja, os melhores colocados de cada curso ganham um desconto no valor da anuidade. Em termos práticos: algumas universidades dão entre uma a quatro (dependendo do curso) bolsas de incentivo aos primeiros colocados que ingressarem pelo ENEM.

#9 Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP): oferece descontos de até 50% no valor da anuidade para os estudantes provenientes de países integrantes da CPLP, e, obviamente, isso inclui os brasileiros.

 

Bom, estas são as minhas sugestões para obter algum financiamento, quer total ou parcial, para estudar em Portugal. Mas, caso você não consiga em nenhuma delas, não desista, pois, as universidades oferecem alojamentos e refeições a preços bem razoáveis. Além disso, alguns estudantes logo que possível buscam oportunidades de trabalho fora das instituições de ensino para reforçar o orçamento e, por fim, outros aplicam os seus conhecimentos artísticos e culinários para prepararem produtos típicos brasileiros. Portanto, seja firme e conquiste os seus sonhos!

 

* Foto: Banco de Portugal (Madeira) / Crédito: André Vieira (Own work) [CC BY-SA 4.0], via Wikimedia Commons

 

Sobre o Autor

Alexssandro Becker, estudante da UAlg e colunista do Estudar ForaAlexssandro Geferson Becker é biólogo e atualmente pós-doutorando do Centro de Ciências do Mar, da Universidade do Algarve, em Faro, Portugal. É Coordenador Geral do Núcleo de Alunos Brasileiros da Universidade do Algarve (NUBRA) e da BRASA-unidade Faro. Atua também como representante BRASA Grad na UAlg, responsável pelo Cluster BRASA Alumni em Faro, membro voluntário do Conselho de Cidadania do Consulado-Geral do Brasil em Faro e é Co-idealizador do blog BrandoBe.

 

 

Leia também:
Universidade portuguesa oferece bolsas para graduação e pós
Como se candidatar para estudar em Portugal?
Quanto custa estudar em Portugal?

O que achou do post? Deixe um comentário ou marque seu amigo