Inicio O que você deve fazer HOJE para conseguir estudar no exterior AMANHÃ

O que você deve fazer HOJE para conseguir estudar no exterior AMANHÃ

O que você deve fazer HOJE para conseguir estudar no exterior AMANHÃ

Muitos estudantes constantemente se perguntam o que eles devem fazer para serem ou aceitos em uma universidade no exterior ou contemplados com uma bolsa de estudos. A verdade é que as respostas dessas perguntas podem variar de acordo com o que você deseja alcançar em sua vida. Portanto, vamos à três dicas básicas, e que nem todo mundo conscientemente lembra:

#1 PLANEJAMENTO

Quando existe planejamento, existe tempo pra tudo. Por isso, se você que está lendo essa matéria tem o sonho de estudar no exterior, comece a se organizar a partir de agora. O quanto antes, melhor. Muitos estudantes esquecem que a hora de incrementar o currículo é hoje, enquanto ainda estão na escola ou na faculdade.

Por isso, não perca tempo. Comece a pesquisar o que você gostaria de estudar, e aonde. Veja quais são os requisitos de sua futura universidade para estudantes internacionais ou de sua bolsa de estudos. Planeje-se para incrementar o currículo com atividades diferentes ao longo do seu tempo como estudante. Pesquise sobre a documentação necessária exigida. Enfim, cerque-se com todas as informações cruciais para ter um application bem sucedido, pois quando a hora chegar, você estará bem preparado.

Leia também: Este template gratuito vai ajudar a planejar sua candidatura

#2 PROATIVIDADE

O que diferencia um estudante que sonha com algo e um estudante que realmente quer algo é a proatividade. Por isso, é importante que você corra atrás de todas as informações necessárias do que você quer. Nos dias de hoje, você tem a internet a seu favor. Por isso, navegue a vontade, por exemplo, no site da sua futura universidade ou no site daquela bolsa de estudos que você tanto quer. Leia tudo que puder. Anote suas dúvidas. Mande e-mails. Entre em contato com pessoas que já conseguiram alcançar o seu sonho. Só não fique parado.

#3 ENGAJAMENTO

Existem estudantes que pensam que somente gênios conseguem estudar no exterior. Felizmente, essa premissa é equivocada. É bom ter em mente que universidades estrangeiras pedem o seu histórico acadêmico/escolar sim, mas suas notas não são decisivas para sua aprovação (apesar de que notas boas já dão uma ajuda no processo). Ouso dizer que universidades estrangeiras buscam estudantes que consigam equilibrar a vida acadêmica com a vida profissional e social.

Por isso, é importante que, para além das notas, você, por exemplo, tenha feito algum tipo de trabalho voluntário, tenha escrito artigos para publicação, tenha participado de grupos de estudos, tenha feito estágios (remunerados ou não), tenha estudado alguma língua estrangeira, tenha feito parte de algum time de esportes, tenha  se engajado em alguma causa de sua comunidade local, tenha hobbies, e por aí vai. Esses são apenas exemplos que podem te ajudar a chegar lá.

Agora é com você. Faça acontecer!

 

Sobre a Autora

Letícia Bittencourt

Letícia Bittencourt e Abreu Azevedo é formada em Direito pela PUC Minas e, atualmente, faz seu mestrado (LL.M) em Direitos Humanos na Queen Mary, University of London graças ao programa de bolsas do governo do Reino Unido Chevening. Durante a graduação, se apaixonou pelo Direito do Trabalho e Direitos Humanos, razão pela qual hoje estuda e pesquisa sobre escravidão contemporânea, tanto no Brasil quanto no mundo. Instagram: @direitonoexterior

O que você achou desse post? Deixe um comentário ou marque seu amigo:

Leia