Um Projeto: Fundação Estudar
estudar na Rússia (1)

Saiba como é (e o que é preciso para) estudar na Rússia

Por Marcela Marcos
13.12.2018

O Estudar Fora conversou com a diretora da Aliança Russa sobre as vantages de estudar no país do leste europeu, incluindo os principais cursos e bolsas.


Ter uma experiência de estudos certificada pela qualidade do ensino da Europa, porém baseada no leste europeu é um dos pontos que atraem interessados em estudar na Rússia.

Com a missão de “difundir e promover no Brasil o Programa de Estudos Universitários da Rússia e desenvolver a troca de conhecimento científico entre os dois países, além de estimular pesquisas conjuntas nas áreas de ciência e tecnologia”, a Aliança Russa se dispõe a cuidar de todos os trâmites do processo seletivo. O Estudar Fora conversou com Carolina Perecini, diretora da agência, para entender essa experiência.

Cursos e universidades na Rússia

Entre as instituições de ensino superior mais conceituadas estão a Universidade Estatal de Bélgorod, a Universidade da Amizade dos Povos, de Moscou; a Universidade Politécnica de São Petersburgo; a Universidade Médica de Moscou, também em Moscou e a Universidade Médica Estatal de Kursk. Essa última, aliás, é uma referência na formação de médicos na Rússia, e atrai estudantes de todo o mundo, já que tem um programa totalmente em inglês.
Com relação aos cursos mais procurados por quem deseja estudar na Rússia, segundo Carolina Perecini, são o próprio programa de medicina e os cursos de Relações Internacionais e Engenharia Aeroespacial.

E mais: Conheça lugares “fora do eixo” para estudar medicina no exterior

Bolsas de estudo na Rússia

Há pelo menos duas opções de auxílio financeiro para estudar na Rússia. “A primeira é estudar por bolsa do governo russo, que disponibiliza, todo ano, entre 5 a 12 bolsas; metade para pós e outra metade para graduação. Normalmente o edital sai em fevereiro de todo ano. Os cursos são 100% no idioma russo, mas não precisa ter proficiência: os alunos aprendem o idioma na própria faculdade. Essa bolsa vai contemplar o curso preparatório, o curso de graduação e uma pequena ajuda no valor de 60 dólares por mês para se manter lá”, explica Perecini.

“Já a segunda opção é estudar por contrato, ou seja, pagando pelos estudos. A Rússia tem um sistema de valores simbólico. Estudar medicina em inglês, por exemplo, custa 2.750 dólares por semestre. Esse valor é fixo até o aluno se formar.”

Veja outras formas de apoio financeiro na Rússia

O ensino nas universidades russas

As applications para estudar na Rússia acontecem normalmente entre maio e junho de cada ano, para cursos com início em setembro.

Já com relação às turmas, as universidades russas têm, em geral, 12 alunos por sala. A diretora da Aliança Russa faz uma ressalva em relação ao rigor do ensino no país. “O maior problema que o aluno brasileiro encontra lá é que na universidades russas não existe uma ‘porcentagem de falta’. Na Rússia, você pode perder o ano por uma falta não recuperada. A entrada (em uma universidade russa) é relativamente fácil, mas manter-se por lá vai ser mais difícil.”

Conheça as melhores universidades da Rússia

É possível trabalhar durante os estudos na Rússia?

De acordo com Perecini, o estágio está incluso na formação, mas não é possível manter um trabalho paralelo à graduação ou pós. “Os alunos não conseguem trabalhar porque a carga horária de estudos é muito intensa. Em geral, o estágio faz parte do curso e é feito no último ano”.

A procura pela Rússia aumentou com a Copa do Mundo sediada no país?

Segundo a diretora, “a procura pela Rússia tem aumentado cerca de 10% ao ano e, com a Copa do Mundo, muitos pais que se sentiam inseguros de mandar seus filhos para lá acabaram perdendo o receio”.

Leia também: Brasileira conta sobre experiência de intercâmbio na sede da Copa

Estudar medicina na Rússia

O médico João Paulo se formou em medicina na Rússia. Da dificuldade em relação ao inverno rigoroso à importância de ter estudado no leste europeu, superada a barreira do idioma russo, ele contou sobre sua experiência ao Estudar Fora. Confira o vídeo!



O que achou do post? Deixe um comentário ou marque seu amigo

[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d