Um projeto: Fundação Estudar

Universidades

Perfis, curiosidades e oportunidades das melhores universidades do mundo

23.11.16

Estudar em Taiwan: excelência em engenharia e tecnologia

National Taiwan University, em Taiwan

O país ficou conhecido pela engenharia, mas atualmente busca se diversificar. São oferecidos programas em inglês e em mandarim. Confira as melhores!

Por Priscila Bellini

Esse arquipélago, formado por 16 ilhas, também é chamado de República da China. Sim, você leu certo. Foi esse Estado, o “ROC”, que governou a China – tanto a parte continental quanto a insular – até o final da guerra civil de 1949, quando o Partido Comunista da China venceu. A partir de então formaram-se dois países: a China como conhecemos hoje, e o Taiwan.

Com o desenvolvimento econômico que levou Taiwan a ser considerado um dos Tigres Asiáticos, fortaleceu-se a ideia de que o sistema educacional por lá deveria formar gente qualificada para dar conta das transformações no estado. Até hoje, as áreas mais fortes na região são ligadas à engenharia.

Fiquei impressionada com o perfil de excelência e a deferência com que os alunos tratam os professores

O perfil de excelência e a deferência com que os alunos tratam os professores impressionou Shirley Cavalhêdo Franco, professora-convidada da National Chengchi University, localizada na capital Taipei. “Temos muito o que aprender com eles, mas também temos muitos professores brasileiros aqui com qualidade e experiências a serem repassadas”, diz Shirley, que mora há um ano no país. Para ela, a criatividade e a capacidade de trazer ideias vanguardistas em diversas áreas são aspectos que os brasileiros têm a ensinar aos taiwaneses.

Essa é uma tendência que ganhou força em Taiwan. No ano passado, o Ministério da Educação propôs mudar o perfil do sistema de ensino. A ideia é que, até 2018, as escolas incorporem atividades que estimulem a criatividade dos alunos e tenham um perfil menos rígido e focado em provas.

Tanto profissionais de áreas criativas quanto de ciências exatas encontram boas oportunidades em Taiwan para cursos de curta duração, graduação e pós. Saiba mais sobre as universidades de lá e como se candidatar a bolsas no país:

National Taiwan University

A universidade surgiu em 1928, sob domínio japonês e com o nome de Taipei Imperial University. Só em 1945 é que passou a se chamar National Taiwan University. Logo de início, os cursos oferecidos eram os de Literatura, Política, Ciências e Agricultura. Hoje em dia as áreas de Liberal Arts (que incluem Filosofia, Antropologia e Teatro) e de Bio-resources and Agriculture (que vão de Medicina Veterinária a Biotecnologia) são as que mais recebem estrangeiros.

Uma das áreas mais tradicionais da universidade foi a que atraiu a brasileira Jennifer Liu, quando quis fazer graduação em Taiwan. “Vi um vídeo da universidade apresentando esse curso [de biotecnologia], que tem muitas aulas de laboratório. Como eu gosto muito das aulas práticas, optei pela universidade”, explica Jennifer, que é filha de taiwaneses e decidiu se mudar para o país logo depois do ensino médio.

Ela conta que, para conseguir a vaga, é preciso submeter para avaliação um histórico escolar completo e o resultado do TOCFL (Test of Chinese as Foreign Language), teste que avalia a fluência em mandarim, que é a língua mais falada no país. “Só que, nas aulas das áreas de biológicas e de exatas, uma parte é feita em inglês. O professor escreve em inglês no quadro e no Powerpoint, e os livros também são todos em inglês”, esclarece Jennifer.

No caso daqueles que planejam fazer um curso em mandarim, seja de graduação ou pós, ou que tenham interesse pela língua local, é possível fazer um curso intensivo do idioma. Há uma gama de opções que vão desde o chinês básico até o avançado, com temas específicos de acordo com o interesse do aluno. No caso do International Chinese Language Program (ICLP), as aulas reúnem um máximo de quatro alunos por turma e se adequam aos níveis dos estudantes. Por enquanto, a NTU não oferece bolsas para os intensivos de mandarim e os preços variam de acordo com o curso escolhido.

Já os candidatos que ambicionam uma vaga no mestrado ou no doutorado podem contar com apoio financeiro para as taxas da universidade, acomodação e outros gastos no país. Há programas como a Scholarship for Outstanding International Master’s Students, em que o estudante deve submeter anualmente relatórios sobre seu trabalho na universidade e contar com boas avaliações do orientador.

 

National Tsing Hua University

National Tsing Hua University*
* não confundir com a Tsinghua University, que fica na China

A instituição nasceu em Pequim, na China continental, mas foi transferida para Taiwan em 1956, no campus atual. É a segunda melhor avaliada em rankings universitários e ganhou destaque graças aos ex-alunos que ganharam o Nobel. Passaram pela universidade os experts Tsung-Dao Lee, físico que fez contribuições para o estudo de partículas elementares, e o químico Yuan-Tseh Lee, que levou o prêmio em 1986.

Os cursos vão das áreas de humanidades até as engenharias. O destaque fica para o programa de Engenharia Nuclear, reformulado pela universidade em 2007, que atrai estudantes de mestrado e doutorado do mundo todo. O departamento possui um reator, o Tsing Hua Open-pool Reactor, e matérias que vão da Gestão de Resíduos à Física Nuclear Aplicada.

Há uma lista de bolsas disponíveis para candidatos a mestrado e doutorado, que cobrem os gastos no país e as taxas na universidade. A NTHU International Student Scholarship dá aos estudantes de mestrado, por exemplo, uma bolsa de 5 mil dólares taiwaneses ao mês, e para os de doutorado, o dobro do valor. No caso de despesas ligadas a moradia, os estrangeiros levam vantagem: alunos de fora são prioritários nos dormitórios estudantis.

 

* Foto de Capa: National Taiwan University / Crédito: Divulgação

 

Esta matéria integra o e-book gratuito As Melhores Universidades da Ásia.

 

Leia também:
Mapa mostra cursos em inglês nas 1.000 melhores universidades do mundo
Tsingua e Pequim: conheça as duas melhores universidades da China
Já pensou em estudar em Singapura?

Conecte-se ao Estudar Fora

Leia Mais

impacto social
estudar na Asia
tudo sobre o GMAT
estudar idiomas