Inscrições abertas para estágio no CERN, o maior acelerador de partículas do mundo

CERN Summer Students 2016

Já imaginou participar de um programa de verão na Suíça em uma organização onde físicos e engenheiros estão investigando a estrutura fundamental do universo, como o que constitui a matéria e as leis fundamentais da natureza? Essa é a oportunidade de estágio no CERN (Organização Europeia para a Pesquisa Nuclear), o maior laboratório de física de partículas do mundo, responsável por confirmar a existência do bóson de Higgs. As inscrições vão até 31 de janeiro.

Durante um período de 8 a 13 semanas (de junho a setembro de 2020), os selecionados terão um contrato para trabalhar em um projeto técnico avançado, em uma equipe experimental, e receberão 90 francos por dia para se manter por lá. O auxílio financeiro é de 90 francos suíços (cerca de R$ 380) por dia. Esse valor é voltado para cobrir custos com alojamento, refeições e seguro de saúde. Além disso, o CERN também oferece uma ajuda de custo para a passagem aérea de ida e volta do estudante.

Como benefício acadêmico, o programa de estágio de verão na Suíça também oferece aulas de física e uma série de palestras de informática. A brasileira Bárbara Crunivel fez pesquisas no CERN e contou sua experiência ao Estudar Fora. Confira o vídeo:

E mais: Veja onde estudaram as pessoas mais inovadoras da história!

Quem pode se inscrever

Podem se candidatar estudantes de Física, Engenharia, Ciências da Computação, Matemática ou áreas relacionadas. É necessário já ter concluído (ou estar prestes a concluir) pelo menos três anos de estudo superior para poder se candidatar. Alunos de mestrado nessas áreas também são elegíveis. Quem já tem título de PhD ou está cursado doutorado, no entanto, não é elegível.

Os candidatos devem ter proficiência em inglês. Conhecimentos em francês não são necessários, mas são considerados um diferencial no processo seletivo.

Como se candidatar ao estágio no CERN

Os documentos necessários para a application são: currículo em inglês ou francês; uma cópia do histórico acadêmico com as notas obtidas na faculdade até o momento; pelo menos uma carta de recomendação e uma carta de motivação.

A inscrição pode ser feita por meio deste link até o dia 31 de janeiro. Para mais informações sobre o programa e a candidatura, acesse o site da iniciativa.

O que você achou desse post? Deixe um comentário ou marque seu amigo: