Um projeto: Fundação Estudar

Bolsas de Estudos

Quais são e como funcionam os programas de bolsas e financiamento

18.05.16

Empresa italiana oferece bolsa para mestrado em café

mestrado em café

Programa em universidade italiana tem duração de 5 meses e vai "da planta à xícara" no estudo da produção cafeeira. Inscrições até 15/6.

A empresa italiana Illy, especializada na produção e comercialização de café e seus derivados, criou em parceria com grandes institutos internacionais de ensino o Mestrado Internacional em Economia e Ciência do Café. Para 2017, serão oferecidas bolsas de estudos exclusiva para brasileiros – as inscrições vão até 15 de junho.

Realizado na cidade de Trieste, na Itália, o curso tem duração de cinco meses e abrange todos os aspectos da cultura cafeeira, do cultivo até a logística e comercialização. O valor total da anuidade é de 15 mil euros. As bolsas de estudos oferecidas podem cobrir integralmente ou parcialmente o valor do curso.

Podem se candidatar graduados em Economia, Administração, Engenharia ou Ciências Agrônomas e que tenham fluência em inglês. Experiência prévia na indústria do café será considerada um diferencial.

Para concorrer, é preciso enviar um e-mail para a Universidade do Café Brasil, que apoiará a Fundação Illy na seleção de candidatos, com um currículo de até 3 páginas, além de uma carta de apresentação detalhando o interesse no curso e sua motivação. Tanto o currículo quanto a carta devem estar em inglês, e precisam ser enviados até o dia 15 de junho. Confira aqui os detalhes e inscreva-se!

O Brasil é o maior produtor mundial de café, e tem crescido expressivamente na produção de cafés especiais – produtos que, através de um cuidadoso processo de produção, possuem um grão mais saboroso e rico.

 

Leia também:
Estágio e estudo na Itália: brasileiro conta sua experiência
10 cursos universitários que você não vai acreditar serem reais
Onde estudar para empreender? Descubra neste e-book!

Conecte-se ao Estudar Fora

Leia Mais

impacto social
estudar na Asia
tudo sobre o GMAT
estudar idiomas