Um Projeto: Fundação Estudar

Confira 10 disciplinas inusitadas do high school no exterior

Por Lecticia Maggi

Os programas de high school – em que jovens de 14 a 18 anos de idade cursam um período do ensino médio no exterior – vem se popularizando entre brasileiros que querem estudar fora. Os motivos são muitos: enquanto em um intercâmbio de idiomas convecional estuda-se com estrangeiros, que também estão aprendendo a língua local; no high school convive-se com nativos o que pode tornar o aprendizado muito mais rápido e eficiente. Além disso, o intercambista faz uma imersão na cultura do país e tem a possibilidade de aprender diversas disciplinas “inusitadas”, que vão muito além de matemática, história e geografia.

O site Veja.com publicou uma lista de 10 disciplinas que os alunos têm no ensino médio no exterior:

Condução de tratores

As aulas que ensinam procedimentos de condução, segurança, regulamentos e os princípios básicos e práticas para a condução de tratores são oferecidas em programas de high school no Canadá.

Pilotagem

Voltado para estudantes interessados na carreira da aviação civil e para pessoas que desejam obter licença para pilotar, a aula de pilotagem aparece na grade de escolas canadenses e ensina teorias e técnicas de aviação.

Design de games

Algumas escolas canadenses oferecem aos alunos a eletiva de design de games. As aulas ensinam conceitos e processos, que abordam temas como ilustração, linguagem e efeitos sonoros, além de aulas práticas sobre softwares de desenvolvimento de jogos.

Cabeleireiro

Nos Estados Unidos e no Canadá, os estudantes que pretendem trabalhar como cabeleireiros podem investir na carreira ainda na adolescência. A aula apresenta conceitos básicos de segurança e higiene pessoal, conhecimento sobre equipamentos e práticas de penteado, corte e tintura.

Fashion design

Fashion Design é uma disciplina eletiva nos Estados Unidos, Canadá, Nova Zelândia, Austrália e Reino Unido voltada para estudantes interessados em cursos relacionados à moda. As aulas envolvem conteúdos como a história dos trajes, estilos de moda e tendências atuais, além da análise de fibras têxteis, vestuário e acessórios.

Marcenaria e carpintaria

Nos Estados Unidos, Canadá e Nova Zelândia, os alunos de marcenaria e carpintaria aprendem técnicas de construção civil. Além de se familiarizar com as ferramentas, o estudante também desenvolve projetos relacionados com construções residenciais.

Aulas de culinária

A Nova Zelândia mantém centros de excelência em gastronomia dentro de suas escolas para que os estudantes aprendam a cozinhar. A ideia é capacitar os alunos para situações do cotidiano, quando estiverem morando sozinhos, e também preparar chefs qualificados para a crescente indústria hoteleira do país.

Rodeio

No estado americano do Texas, muitos adolescentes podem alimentar o sonho de se tornar um astro das arenas ao incluir o rodeio na grade escolar. A eletiva foi um incentivo do governo local, que pretende manter adolescentes das zonas rurais por mais tempo.

Esqui e sobrevivência na neve

Nas escolas suíças, o esqui é um dos esportes disponíveis no currículo do ensino médio. Os estudantes que optam pela atividade são obrigados a incluir na grade a disciplina que ensina sobrevivência na neve. A aula tem como objetivo ensaiar técnicas de sobrevivência e procedimentos em situações de avalanche.

Estudos marinhos

A disciplina, oferecida por algumas escolas da Austrália, proporciona atividades teóricas e práticas em que os estudantes aprendem sobre a vida marinha. A aula envolve mergulhos para catalogar os animais, estudo sobre a indústria marítima e expedições à Grande Barreira de Corais, na costa australiana.

Leia também:
Cinco motivos para fazer um intercâmbio de high school
Especial: guia de cursos de idiomas no exterior

O que achou do post? Deixe um comentário ou marque seu amigo