Um Projeto: Fundação Estudar
bolsas de intercâmbio no Canadá (1)

Canadá oferece bolsas de intercâmbio para estudantes da América Latina

Por Redação do Estudar Fora
14.03.2018

Bolsas são oferecidas através de parcerias entre instituições canadenses e latino-americanas e podem chegar a 9 mil dólares. Confira como se candidatar e se inscreva até 17/04!


Estudantes de graduação ou pós-graduação que desejam realizar um projeto de estudo e pesquisa no Canadá podem concorrer às bolsas do Futuros Líderes nas Américas (ELAP). O programa de bolsas de intercâmbio está com as inscrições abertas até o dia 17 de abril.

Promovido através de parcerias entre instituições canadenses e latino-americanas, o programa oferece apoio financeiro para estudantes latino-americanos que estejam matriculados em instituições de ensino superior em seus países de origem. São oferecidas cerca de 400 bolsas de estudo por ano, e o programa já beneficiou mais de 4 mil estudantes desde 2009.

Como se inscrever para as bolsas de intercâmbio

Podem concorrer estudantes de graduação, mestrado e doutorado das mais diversas áreas, e que tenham um projeto de pesquisa relacionado às áreas prioritárias, como desenvolvimento e governança. Os interessados nas bolsas de intercâmbio devem verificar junto à sua universidade a existência de acordo de cooperação com instituições canadenses e solicitar uma indicação para a bolsa.

Mediante aprovação da universidade de origem, as inscrições serão feitas pelas universidades canadenses através de preenchimento de ficha no site e envio de documentação. É necessário que o estudante seja proficiente em inglês ou francês.

Leia também: Universidades canadenses: foco em internacionalização

As bolsas totalizam 7 200 dólares canadenses para estudantes de graduação e pós-graduação que permaneçam no Canadá por um mínimo de quatro meses. O valor sobe para 9 700 para estudantes de mestrado ou PhD, caso o período do intercâmbio seja de cinco a seis meses.

O apoio oferecido com as bolsas de intercâmbio inclui passagens aéreas, documentação, seguro saúde, material didático e gastos com moradia no país. É necessário, entretanto, que o estudante embarque entre junho de 2018 e fevereiro de 2019.

Confira o regulamento completo aqui.

O que achou do post? Deixe um comentário ou marque seu amigo

[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d