Bolsas integrais para mestrado em animação na Europa

RE:ANIMA - mestrado em animação

Estão abertas as inscrições para o RE:ANIMA, um mestrado em animação na Europa oferecido pelo programa Erasmus. O programa de mestrado com dois anos de duração é gerenciado por universidades em Portugal, Finlândia e Bélgica, e pode ser cursado com bolsas integrais da modalidade Erasmus+. As inscrições vão até 12 janeiro.

As bolsas Erasmus+ cobrem integralmente o valor do curso, que é de 18 mil euros pelos dois anos. Além disso, oferecem um valor mensal de 1.000 euros para que o estudante custeie sua estadia na Europa. Há também um valor de 3.000 euros por ano para cobrir despesas com passagens aéreas, e um adicional de 1.000 euros para quando o estudante chega À Europa pela primeira vez.

Como é o mestrado em animação?

O programa explora todos os usos da animação, desde para ficção animada e uso em documentários até outras disciplinas experimentais de animação. Ele é ministrado totalmente em inglês, e durante o curso o estudante estuda em pelo menos três locais diferentes.

O primeiro semestre é em Genk, na Bélgica, na Luca School of Arts, e aborda o uso da animação para ficção e narrativas. O segundo é em Helsinki, na Finlândia, na Aalto University, focado em visualização e usos experimentais de animação. O terceiro, na Universidade Lusófona de Lisboa, em Portugal, é dedicado ao uso de animação em documentários. Finalmente, no quarto semestre, o estudante deve desenvolver seu projeto final, e a escola em que ele o faz depende da sua área de especialização.

Como se candidatar

O mestrado em animação aceita candidaturas de estudantes com graduação completa em áreas relacionadas a animação ou produção audiovisual de maneira mais ampla. Pessoas de outras áreas com experiência profissional nessas áreas também podem se candidatar.

Para se candidatar ao programa, é necessário providenciar os seguintes documentos:

  • Formulário de candidatura (disponível aqui);
  • Cópia do passaporte;
  • Foto recente do rosto;
  • Diploma do grau de estudos mais alto obtido (graduação ou mestrado);
  • CV;
  • Duas ou três cartas de recomendação;
  • Carta de motivação falando por que o programa lhe interessa (em até 1.000 palavras);
  • Expectativas de aprendizado ao longo do programa (até 1.000 palavras);
  • Portfólio ou vídeo com outros projetos de animação já realizados (até 9 minutos);
  • Proposta preliminar de projeto a ser realizado durante o programa;
  • Certificado de proficiência em inglês;
  • Comprovante de residência.

Mais informações sobre esses documentos podem ser vistas na página de candidatura do programa — a proposta de projeto e o certificado de proficiência em inglês, por exemplo, devem estar de acordo com algumas especificações listadas lá.

Ao se candidatar para o programa, os estudantes também concorrem automaticamente às bolsas Erasmus+. As inscrições devem ser feitas até 12 de janeiro de 2020.

 

O que você achou desse post? Deixe um comentário ou marque seu amigo: