Um Projeto: Fundação Estudar
Racliffe Yard - bolsas para pesquisa em Harvard

Harvard tem inscrições abertas para bolsas de pesquisa em todas as áreas

Por Lecticia Maggi
26.08.2019

O Instituto Radcliffe de Estudos Avançados está oferecendo 50 bolsas para pesquisa em Harvard para acadêmicos de todas as áreas. Saiba como se candidatar!


A Universidade Harvard, nos Estados Unidos, está com inscrições abertas para a seleção dos próximos 50 bolsistas do Instituto de Estudos Avançados Radclife (Radcliffe Institute for Advanced Study). O Instituto oferece bolsas para pesquisa em Harvard no valor de até US$ 77.500 para que profissionais das mais diferentes áreas (ciências humanas e sociais, exatas e artes) desenvolvam projetos de pesquisa. As inscrições vão até 12 de setembro (para artes e humanas) ou 3 de outubro (para áreas de ciência, tecnologia, engenharia e matemática).

O valor é para que os bolsistas trabalhem em um projeto entre setembro de 2020 e maio de 2021. Além desse montante, eles também podem receber fundos adicionais para financiar sua moradia na região de Boston. Há também um valor adicional de U$ 5 mil para cobrir despesas relacionadas ao projeto.

Leia também: Fundo oferece bolsas para projetos nos EUA sobre democracia

O Instituto se dedica à criação e ao compartilhamento de ideias transformadoras. O objetivo é que, ao longo de um ano, os bolsistas partilhem suas ideias uns com os outros e com o público por meio de apresentações, palestras, concertos e exposições. Não há restrições de temas de estudo: há, segundo o Instituto, desde projetos sobre planejamento urbano em Beirute, crescimento de células cancerosas, e até a criação de um livro sobre a busca da sabedoria. O Instituto recebe inscrições de candidatos do mundo inteiro e tem uma taxa de aceitação de 4% (ou seja, somente 4% dos inscritos são aprovados).

Quem pode se candidatar

Essas bolsas para pesquisa em Harvard são voltadas para candidatos que já tenham ampla experiência em suas áreas. Para candidatos de humanas, ciências sociais, ciências, engenharia ou matemática, é necessário já ter obtido o doutorado e ter seu trabalho publicado em periódicos científicos relevantes de sua área.

Há bolsas também para artes criativas, área que engloba audiovisual, artes visuais, literatura (ficção e não-ficção), jornalismo, dramaturgia, composição musical e artes performativas. Cada uma dessas áreas tem requisitos específicos, que podem ser visualizados por meio deste link.

Também é possível se candidatar em grupos de duas ou tres pessoas. Nesse caso, todos os participantes do grupo precisam cumprir os requisitos. E todos eles precisam submeter seus próprios documentos durante a candidatura.

Como se candidatar às bolsas para pesquisa em Harvard

O processo de candidatura é feito por meio deste link. Para se candidatar, será necessário enviar os seguintes documentos:

  • Formulário de candidatura;
  • CV atualizado com no máximo seis páginas;
  • Proposta de projeto, com bibliografia (se for adequado), em fonte tamanho 12, com espaçamento duplo e margens de uma polegada. Ela deve ter até 1.400 palavras, começando com um resumo de até 150 palavras (notas de rodapé não contam);
  • Amostras de seu trabalho ou publicações;
  • Três cartas de recomendação.

Mais informações sobre os requisitos e o processo de candidatura pdem ser vistas nesta página. De posse dos documentos, o candidato deve acessar o link de candidatura, criar um conta e fazer upload deles. As inscrições devem ser feitas até 12 de setembro (para projetos de humanas e ciências sociais) ou 3 de outubro (para exatas e biológicas).

Leia também: Inscrições abertas: Fellowship nos Estados Unidos para profissionais experientes

Os candidatos serão avaliados de acordo com a qualidade e relevância de seus projetos, e suas capacidades criativas e intelectuais. O comitê também busca promover diversidade entre os bolsistas em termos de geografia, gênero, etnia, estágio de carreira e perspectivas ideológicas. Propostas multidisciplinares também são bem vistas. Os candidatos escolhidos para as bolsas para pesquisa em Harvard serão notificados até março de 2020.

 

Dica do Estudar Fora:

Autoconhecimento é fundamental para você embasar as suas decisões de vida e carreira. É através dele que você vai responder dúvidas que podem estar na sua cabeça, como: “Será que é o momento de estudar fora?”, “Qual curso faz mais sentido pra mim?”, “Qual país e universidade vai ser melhor para a minha trajetória?”. Foi pensando neste seu momento que a Fundação Estudar criou o Autoconhecimento Na Prática, um curso de três dias que vai ajudá-lo a desvendar o seu verdadeiro Eu e a guiar com mais segurança suas escolhas profissionais e de vida. Inscreva-se agora com 10% de desconto usando o cupom ESTUDARFORA. É só clicar aqui!

 

 

 

O que achou do post? Deixe um comentário ou marque seu amigo

[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d