Um projeto: Fundação Estudar

Graduação

O que você precisa saber para cursar uma graduação fora do Brasil

14.01.16

EUA: descubra como são as aulas de uma faculdade de artes liberais

EUA: descubra como são as aulas de uma faculdade de artes liberais

Estudante do Bryn Mawr College, uma faculdade só para mulheres, explica como são suas aulas: "Tenho a possibilidade de me formar em mais de um curso em 4 anos"

Por Nathália Santos

Oi pessoal. Meu nome é Nathália Santos, sou carioca e atualmente curso a graduação no Bryn Mawr College, uma faculdade de artes liberais só para mulheres, localizada na Pensilvânia, nos Estados Unidos. Decidi gravar um vídeo para o Estudar Fora mostrando um pouquinho da rotina aqui no exterior (assista ao final do texto).

Eu adoro poder me graduar em mais de um curso, durante o período de quatro anos, em uma mesma escola. É uma oportunidade maravilhosa para mim que quero trabalhar com Política Econômica

Neste semestre, peguei cinco aulas acadêmicas, três aulas de educação física e o trabalho de Coordenadora de Atividades Estudantis. A seguir, explico um pouco sobre como é estudar em uma faculdade de artes liberais e as principais diferenças que noto em relação às aulas no Brasil:

Requerimentos de uma faculdade de artes liberais – Aqui em Bryn Mawr College, os alunos devem fazer um ano de língua estrangeira até o nosso terceiro ano de faculdade. Muita gente gosta de preencher o requerimento no primeiro ano, mas eu decidi esperar até meu segundo ano. Escolhi francês pelo meu interesse em desenvolvimento econômico e por ver na África como um todo um grande desafio. A nossa faculdade geralmente só aceita professoras francesas para darem aula de francês, mas a minha era uma exceção: Willejmin Don é uma PhD holandesa simplesmente maravilhosa. Ela foi capaz de fazer uma sala com asiáticas, africanas e americanas, que não falavam absolutamente nada de francês, fazerem uma apresentação em grupo de um filme em francês escolhido por nós.

Double majors, minors e aulas como quiser – As outras aulas escolhidas deste semestre são Cálculo de Multivariável, Desenvolvimento Econômico e Introdução à Filosofia Política e Microeconomia que contam para os meus majors e minor individualmente. Eu adoro poder me graduar em mais de um curso, durante o período de quatro anos, em uma mesma escola. É uma oportunidade maravilhosa para mim que quero trabalhar com Política Econômica.

Tamanho das turmas – A minha maior turma em 2015 tinha 30 alunos. Uma das grandes vantagens (e de vez em quando desvantagens) é a proximidade que isso te dá com o professor. É um bom ter um professor com PhD que te dá um feedback compreensivo nas suas dissertações ou faz um plano de aula completamente baseado na discussão dos alunos online. Ter um professor que te conhece pelo nome, definitivamente, não é prioridade de muitos estudantes que vêm aos EUA, mas tem várias vantagens, entre elas, a de pedir cartas de recomendação para o mestrado ou doutorado. Essa é uma conexão que vem sem a necessidade de “puxar o saco” do professor.

Turmas pequenas te permitem também conhecer seus colegas de classe pelo nome (o que não funciona muito bem para mim, pois sou péssima com nomes) e ter uma discussão mais profunda com eles.

Formato das aulas – O fato das turmas serem pequenas contribui para formatos diferentes de aulas. Na minha aula de francês, por exemplo, fazemos todos os nossos exercícios em duplas ou trios e o diálogo é constante – temos que praticar a pronúncia a cada novo capítulo. Já a aula de cálculo é bem parecida com a do Brasil: professor, giz e bastante matéria no quadro.

Para a de desenvolvimento econômico, por sua vez, temos que ler bastante antes de cada aula. São cerca de três a cinco artigos de 20 a 50 páginas por aula. O professor usa slides para resumir os conceitos de cada leitura que fazemos e dar um entendimento de como avaliamos cada ponto de desenvolvimento econômico. Depois, escolhemos um país e avaliamos de acordo com os indicadores dados se o nosso país fez as escolhas corretas.

Já a aula de filosofia política cada vez é de um formato. Na que aparece no vídeo, o professor colocou duas perguntas no quadro e cada pessoa respondia ou complicava a pergunta (ou a resposta de outro colega). No geral, o professor é o mediador de discussões, mas ele não hesitava em fazer perguntas interessantes e tentar expandir nosso pensamento.

Nathália mostra como é o campus de Bryn Mawr College e fala sobre suas aulas: 

_____________________________________________________________________

Sobre a autora – Nathália Santos é estudante de graduação no Bryn Mawr College, uma faculdade de artes liberais só para mulheres, localizada na Pensilvânia, nos EUA. Lá, pretende se formar em Economia e Ciência Política.

*Na foto, Bryn Mawr College, nos EUA

Leia também:
Por que escolher um Liberal Arts College? Saiba quais são as vantagens!
Entenda o que são e como funcionam os Liberal Arts Colleges dos EUA
Quer graduar-se em química e teatro? Em um Liberal Arts College você pode!

Conecte-se ao Estudar Fora

http://promo.estudarfora.org.br/07de78d376d72cb1d7d3

Leia Mais

impacto social
estudar na Asia
tudo sobre o GMAT
estudar idiomas