Fundação Estudar
InícioBolsas de EstudoAlemanha oferece bolsas de estudo para mestrado em comunicação

Alemanha oferece bolsas de estudo para mestrado em comunicação

Lecticia Maggi - 02/02/2024
Comentários:

A Universidade de Bonn, na Alemanha, está oferecendo bolsas de estudo para o Master in International Media Studies (mestrado em estudos de mídia internacional). O programa de mestrado em comunicação tem duração de dois anos e é realizado em período integral durante o período. As inscrições vão até o dia 29 de fevereiro.

Trata-se de uma iniciativa oferecida em parceria com a Hochschule Bonn Rhein-Sieg e a Deutsche Welle (emissora pública alemã), que abre edições anualmente.

As bolsas de estudo cobrem o custo total do curso de mestrado em comunicação, de 6 mil euros, passagens aéreas e ainda uma ajuda de custo de 850 euros por mês para despesas com alimentação e hospedagem. Há ainda bolsas parciais, que cobrem todo o valor da mensalidade, mas não fornecem auxílio financeiro.

Como funciona o mestrado em comunicação

O curso é ministrado em inglês, e é preciso enviar comprovante de nível C1 (veja aqui quais testes são aceitos) Para se candidatar, além de possuir diploma de conclusão do ensino superior, é preciso comprovar experiência de pelo menos um ano na área de comunicação e mídia. Para se candidatar ao mestrado em comunicação, veja aqui os requisitos.

Na grade curricular do programa estão disciplinas de jornalismo, comunicação e gerenciamento de mídia, além de palestras e experiências práticas em veículos e empresas. Clique aqui para mais detalhes sobre o curso.

Leia mais: Brasileiros explicam quais os impactos de um mestrado na carreira

O que você achou desse post?

Sobre o escritor

Lecticia Maggi
Lecticia Maggi
Jornalista formada pela Faculdade Cásper Líbero e pós-graduada em Gestão de Negócios pelo Senac-SP. Foi editora do Estudar Fora entre 2014 e 2016. Atualmente, é coordenadora de comunicação no Iede (Interdisciplinaridade e Evidências no Debate Educacional), que tem como um de seus objetivos ajudar a qualificar o debate educacional no país.

Artigos relacionados