Um Projeto: Fundação Estudar
água

Bolsa para curso de empreendedorismo focado em água e saneamento

Por Gustavo Sumares
12.03.2019

Você tem uma ideia que pode resolver problemas de abastecimento de água ou saneamento básico? Se sim, o Young Water fellowship pode te levar a um curso de um mês na Europa para tirar seu negócio do papel!


O programa Young Water Fellowship está com inscrições abertas, até 24 de março, para juvens que tenham ideias de empreendimentos voltadas para questões de água, saneamento básico ou higiene. Os jovens selecionados participarão do programa de aceleração de startups da empresa suíça Cewas, na Suíça e na Itália.

O programa de startups da Cewas vai de agosto a setembro de 2019, e tem ainda mais nove meses de coaching remoto com mentores. O programa começa com três semanas em Willisau, na Suíça, depois vai para a Semana Mundial da Água em Estocolmo, na Suécia, e se encerra com uma semana em Bruxelas, nas quais os candidatos podem expor suas ideias para mais de 100 potenciais investidores, autoridades e representantes de organizações relacionadas.

Leia mais: Rotary dá bolsas de pós-graduação a pesquisas sobre água e saneamento

A ideia é levar os projetos dos candidatos selecionados desde o estágio inicial até a rodada de coleta de investimentos para a sua implementação. Projetos escolhidos também receberão de 3.000 a 5.000 euros de financiamento inicial. Cada um dos bolsistas também será pareado com um mentor para lhe auxiliar no desenvolvimento de sua ideia.

Candidatura

Para se candidatar ao Young Water Fellowship, é necessário ter entre 18 e 30 anos, e ser o fundador ou co-fundador de uma iniciativa que tenha por objetivo resolver um problema bem definido de água ou saneamento em seu país. Não precisa ser nenhuma grande empresa — afinal, o objetivo do programa é justamente auxiliar quem está dando os primeiros passos.

Também é preciso comprovar nível intermediário de inglês e se comprometer a passar ao menos um ano e meio em seu país de origem após o fim do programa. Em termos de documentos, será necessário providenciar um CV atualizado e uma carta de recomendação. Mais detalhes sobre o processo podem ser visualizados aqui.

Como parte do processo, o candidato terá que gravar um vídeo de até 2 minutos, descrevendo (em inglês) o problema do qual sua iniciativa trata. O ideal é explicar tanto a motivação por trás da ideia quanto seu funcionamento técnico e seu diferencial com relação a soluções já existentes.

Além disso, é necessário também preencher o formulário de inscrição online, que pode ser acessado por meio deste link. Ele inclui questões sobre a iniciativa do candidato, seu histórico acadêmico e/ou profissional, e suas expectativas para o desenvolvimento do projeto. As inscrições vão até 24 de março.

 

O que achou do post? Deixe um comentário ou marque seu amigo

[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d