Rotary: conheça a organização que oferece bolsas de estudos

Rotary oferece bolsas de estudos pela paz

Você já deve ter ouvido falar na Rotary International, ou então em um Clube Rotary, como são chamadas as unidades da organização. Nós mesmos já falamos sobre ela aqui no Estudar Fora porque, entre outras coisas, a organização oferece algumas bolsas de estudos a seus participantes.

As bolsas de estudo, no entanto, são uma parte pequena da organização. A atuação dela se dá em relação a determinadas causas humanitárias, e ela também oferece uma série de oportunidades de trabalho voluntário e desenvolvimento de características de liderança.

O que é o Rotary?

A Rotary International é uma associação internacional de clubes Rotary. Segundo a organização, o primeiro desses clubes foi fundado em Chicago, em 1905, por um advogado chamado Paul Harris. Harris e outros três profissionais liberais se juntaram para conversar sobre negócios e os valores que deveriam embasar a condução de seus serviços. O nome “Rotary” veio do fato de que, inicialmente, o local das reuniões do grupo rotacionava entre os escritórios de seus membros. Mas eventualmente, com o crescimento do grupo, foi necessário estabelecer um local fixo de reuniões.

Leia também: AIESEC: oportunidades de intercâmbio e desenvolvimento de liderança no exterior

Atualmente, a missão declarada do Rotary, conforme o site brasileiro da organização, “é servir ao próximo, difundir a integridade e promover a boa vontade, paz e compreensão mundial por meio da consolidação de boas relações entre líderes profissionais, empresariais e comunitários”. A declaração de princípios do Rotary cita também o desenvolvimento do companheirismo, difusão das norma de ética profissional e melhoria das comunidades entre os orientadores de sua atividade.

Os clubes são núcleos de atividade local da atuação da Rotary International. São locais de encontros dos membros para conversar ou participar de atividades programadas, e pode haver mais de um clube por município. Internacionalmente, de acordo com a organização, ela tem mais de 1,2 milhão de membros espalhados por mais de 35 mil clubes. A revista Rotary Brasil afirma que esses clubes se espalham por 2017 países e regiões geográficas, e o Brasil seria um dos países mais tradicionalmente fortes da organização: em maio de 2018, havia cerca de 2.400 clubes com aproximadamente 54 mil membros por aqui.

O que o Rotary oferece?

Para atuar em favor de sua missão, o Rotary tem uma série de programas. Esses programas incluem a oferta de bolsas de estudos, subsídios para a realização de projetos humanitários e a criação de núcleos de desenvolvimento comunitário. Alguns deles são abertos até mesmo para pessoas que não sejam associadas a nenhum clube. A associação também realiza parcerias com instituições sem fins lucrativos para atuar em algumas causas, como o combate à poliomielite e assistência emergencial a vítimas de desastres naturais.

Por causa da atuação internacionalmente articulada da organização, membros do Rotary podem frequentar reuniões em qualquer clube — mesmo em outros países. Por isso, é comum que os clubes ofereçam atividades de convidados internacionais, e oportunidades de atuação em outras regiões.

Leia também: Lista de organizações que oferecem apoio para estudar fora

Em termos de intercâmbio, os clubes patrocinam projetos em mais de 100 países para jovens de 15 a 19 anos, com duração de alguns dias até um ano letivo inteiro. Há também intercâmbios para univesitários e profissionais com até 30 anos de idade que oferecem experiência internacional de trabalho e a oportunidade de treinar um novo idioma. Eles podem durar de algumas semanas até seis meses.

A organização também oferece algumas bolsas de estudo internacional alinhadas a causas de seu interesse. A mais tradicional delas é a de “Estudos pela Paz“, que apoia estudantes que pretendam cursar programas de promoção de paz, prevenção em resolução de conflitos em seis universidades diferentes pelo mundo. Há também bolsas de estudo internacional para pesquisas na área de água e saneamento básico, oferecidas para alunos do IHE Delft Institute for Water Education, na Holanda.

Quem pode participar?

De acordo com a constituição do Rotary, os membros do clubem devem ser “adultos de bom caráter, integridade e liderança”, que tenham “boa reputação com seus negócios, profissões, ocupações e/ou comunidades, e estejam dispostos a servir em suas comunidades e/ou no mundo todo”. A organização se define como não-religiosa e não-partidária, e não faz distinção de gênero ou estado social na seleção de seus membros. Desde 1922, a constituição da organização proíbe a discriminação racial como fator para a escolha dos membros.

Leia também: 30 guias online e gratuitos com tudo o que você precisa saber para estudar fora

No entanto, só é possível tornar-se membro do Rotary mediante o convite de alguém que já seja membro. O site da organização, no entanto, facilita esse processo oferecendo um formulário para pessoas interessadas. Por lá, é possível ver qual dos clubes na sua região se alinha melhor aos seus interesses, entrar em contato com ele e, possivelmente, receber um convite.

O que você achou desse post? Deixe um comentário ou marque seu amigo: