Inicio Mercosul seleciona jovens para representar o Brasil em Montevidéu

Mercosul seleciona jovens para representar o Brasil em Montevidéu

0
Mercosul seleciona jovens para representar o Brasil em Montevidéu

Estão abertas até 9 de setembro as inscrições para o Parlamento Juvenil do Mercosul. Como o nome sugere, o programa permite que jovens de Ensino Médio, que venham de escolas públicas, representem o Brasil na organização. Os selecionados vão desenvolver um documento sobre “O Ensino Médio que Queremos”, junto a participantes de outros países-membros.

A iniciativa surgiu em parceria com o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), o Instituto Internacional para o Desenvolvimento da Cidadania (IIDAC) e Ministério da Educação. Os alunos escolhidos para o parlamento embarcam com todas as despesas pagas para Montevidéu, no Uruguai.

 

 

Como se candidatar ao Parlamento Juvenil do Mercosul

Os interessados na iniciativa precisam estar matriculados no primeiro ou segundo ano do Ensino Médio regular ou de Ensino Técnico Integrado. É necessário, ainda, ter bom desempenho escolar e propor um projeto próprio que aumente o engajamento da  sua comunidade escolar. Os pais do estudante também devem assinar um termo de autorização e ciência, necessário para a candidatura.

A inscrição em si divide-se em três etapas. Primeiro, o jovem deve reunir documentos necessários, que incluem um formulário de inscrição e um projeto. Ambos devem seguir os padrões estabelecidos pelo MEC, disponíveis no regulamento. Outro requisito é submeter a carta de recomendação assinada por um professor, em pdf. Esse professor orientará o andamento da iniciativa do estudante por dois anos.

Depois, os pré-selecionados devem confirmar sua candidatura ao Parlamento Juvenil do Mercosul. Nessa etapa, enviam cópias de documentos como CPF, RG e comprovante de matrícula. A partir disso, são escolhidos para participar de uma eleição.

Com isso, o estudante sai como candidato oficial ao programa, e precisa divulgar suas propostas em diversas escolas. A votação final acontece, por sua vez, entre os dias 19 e 23 de novembro. Alunos que tenham de 14 a 18 anos de idade poderão, então, votar pelo site do PJM.

Quais são os benefícios

Depois das eleições, os finalistas embarcam para a cerimônia de posse e para um curso de formação no Uruguai. Todos os custos da viagem e de compromissos durante o mandato serão cobertos pela organização. Durante o período em Montevidéu, os estudantes selecionados elaborarão um documento focado em demandas do Ensino Médio no Mercosul.

Para saber mais sobre a iniciativa, basta acessar o site do PJM.

O que você achou desse post? Deixe um comentário ou marque seu amigo:

Leia