Um projeto: Fundação Estudar

Pós Graduação

O que você precisa saber para cursar uma pós-graduação fora do Brasil

08.11.13

Meu mestrado em Yale: Gerindo o tempo para aprender ao máximo!

Meu mestrado em Yale: Gerindo o tempo para aprender ao máximo!

O volume de leituras para as aulas é muito grande num mestrado no exterior. Por isso, um dos principais aprendizados é sobre como se organizar

Por Daniel Oliveira, mestrando em Yale

Uma das minhas maiores preocupações durante as primeiras semanas aqui em Yale foi como aproveitar a experiência e meu aprendizado ao máximo! A grande motivação para isso é bastante clara: A vontade de, através do conhecimento e treinamento recebidos aqui, voltar para o Brasil e contribuir com tudo aquilo que estiver ao meu alcance. Por isso esse tempo aqui é muito especial.

A vontade que tenho é de passar dias e noites dentro das bibliotecas ou nos nossos dormitórios trabalhando sem parar. Como disse brevemente em meu primeiro post (leia AQUI), o volume de leituras e preparação para as aulas é muito grande (frequentemente passam das 1.000 páginas semanais) e cada matéria tem uma exigência diferente de entrega (essays, respostas para os cases, apresentações, listas de exercícios, etc.). Todo esse conteúdo é  assimilado, discutido e criticado em cada uma das aulas.

Logo nas primeiras semanas vi que teria de adotar algumas medidas que me ajudariam a aproveitar a experiência ao máximo. Um primeiro passo que adotei foi ter um controle bastante grande da minha agenda (algo que não fazia durante a minha graduação no Brasil). Com isso sei de todos os eventos que estão acontecendo na semana e posso me organizar para quais quero ir. O segundo passo é controlar o tempo na risca e estabelecer metas para quanto tempo vou gastar para cada tarefa.

Leia mais: 
– Meu mestrado em Yale: Dois meses e muito aprendizado
– Yale: Vida de Caloura
– Conheça a Yale University

Com esse controle de tempo tenho conseguido miraculosamente cumprir bem as tarefas e dedicar algum tempo para praticar algum esporte, conviver e aprender com meus colegas de classe, participar de eventos e palestras. Hoje a tarde, por exemplo, fui em um evento com um grande investidor dos EUA (David Swensen) e logo em seguida para um evento com o procurador geral da República do Equador (Diego Garcia). Esse controle do tempo tem sido um aprendizado constante, vi que já estou bem mais eficiente e produtivo que no início do semestre, mas ainda tenho muito para melhorar!!

Aí vai o meu vídeo comentando um pouco da minha experiência aqui nos últimos dias. Também mostro como é a biblioteca onde eu passo uma grande parte do meu tempo aqui:

_____________________________________________________________________

Daniel Oliveira – Colunista sobre a experiência de cursar um mestrado em Yale

danielDaniel nasceu e passou sua infância em Bragança Paulista, interior de São Paulo. Com uma bolsa da Fundação Estudar pôde cursar Economia no Insper e agora é aluno do Masters in Global Affairs doYale Jackson Institute. Daniel é fanático pela ideia de contribuir com o Brasil e pensa constantemente em políticas públicas que proporcionem desenvolvimento e igualdade. Fez intercâmbio na Suíça, voluntariado na Jordânia e também teve passagem pelo mercado financeiro. Fala 5 línguas, é faixa marrom de Judô e Corintiano roxo.

Conecte-se ao Estudar Fora

Leia Mais

estagiários da Microsoft comemorando
impacto social
estudar na Asia
tudo sobre o GMAT