Um projeto: Fundação Estudar

Colunistas

Orientação de especialistas e experiências de estudantes para te ajudar a chegar lá

24.10.13

Meu Mestrado em Yale: Dois meses e muito aprendizado

Meu Mestrado em Yale: Dois meses e muito aprendizado

Confira a nova coluna do Estudar Fora com o mestrando em Yale, Daniel Oliveira

Olá pessoal, tudo bem?

Essa é a minha primeira coluna aqui no Estudar Fora! Antes de começar, queria contar pra vocês um pouco do mestrado que estou fazendo. Yale oferece um mestrado de Relações Internacionais – o nome oficial é Global Affairs, ou Assuntos Globais – que é bastante peculiar. Somos uma turma pequena (25 alunos) quando comparados a outras universidades que oferecem cursos na mesma linha. Apesar da turma ser pequena, representamos 12 países e com experiências completamente diferentes (de um ex-piloto de helicóptero para o exército Americano no Afeganistão até um
Parajumpers Kodiak Jakke advogado que atuava em casos de abusos de direitos humanos na África do Sul). Um leque incrível de diversidade!

Há dois meses atrás as aulas começaram a todo vapor. Passadas as duas semanas de shopping period (muito bem explicado por sinal pelo colunistas José Frederico e Renan), chegou a hora de escolher as matérias e mergulhar nas leituras infinitas e essays (basicamente uma redação onde os alunos fazem uma breve análise e crítica das leituras de cada semana).

Temos 3 matérias obrigatórias no primeiro semestre do mestrado, para o resto dos dois anos de curso cada aluno escolhe optativas em qualquer departamento da universidade. Isso nos dá uma liberdade incrível de focar nos assuntos que mais nos chamam a atenção, sejam eles no Jackson Institute (sede do curso de Relações Internacionais), na Escola de Direito, Departamento de Economia,Parajumpers Right Hand Política, Escola de Negócios, Estudos Ambientais, Religião, Filosofia, História e por aí vai. Todas as portas estão abertas para os alunos explorarem toda a curiosidade intelectual e aprenderem habilidades que os ajudem a cumprir seus objetivos profissionais.

Escolhi duas matérias optativas nesse primeiro semestre. A primeira delas é ministrada na Escola de Direito (Yale Law School), se chama “Corruption, Economic Development, and Democracy” onde buscamos estudar os impactos econômicos, políticos e sociais da corrupção, além de discutir quais reformas são necessárias para mitigá-la. Uma matéria fundamental quando pensamos no desenvolvimento do Brasil. A segunda é do Departamento de Economia, se chama “Debating Globalization” e é ministrada pelo Doutor Ernesto Zedillo, ex-Presidente do México. Acho que não preciso nem comentar como é ter aulas em uma turma pequena (no máximo 15 alunos) e discutir comércio internacional com um ex-Presidente (que, by the way, teve que enfrentar a crise conhecida como ‘Efeito Tequilla’ em 1994 no início de seu mandato).

Além de trazer experiências reais para a mesa, ele nos dá feedbacks individuais de cada um dos essays que escrevemos além de nos receber em suas office-hours (onde os professores ficam à disposição dos alunos para tirar dúvidas). Para essa aula especificamente, um aluno da turma faz uma apresentação resumindo os pontos principais das leituras e é responsável por iniciar o debate, semana que vem será a minha vez! Fingers crossed!! 

Confira o meu primeiro vídeo daqui:

_____________________________________________________________________

Daniel Oliveira – Colunista sobre a experiência de cursar um mestrado em Yale

danielDaniel nasceu e passou sua infância em Bragança Paulista, interior de São Paulo. Com uma bolsa da Fundação Estudar pôde cursar Economia no Insper e agora é aluno do Masters in Global Affairs do Yale Jackson Institute. Daniel é fanático pela ideia de contribuir com o Brasil e pensa constantemente em políticas públicas que proporcionem desenvolvimento e igualdade. Fez intercâmbio na Suíça, voluntariado na Jordânia e também teve passagem pelo mercado financeiro. Fala 5 línguas, é faixa marrom de Judô e Corintiano roxo.

Conecte-se ao Estudar Fora

Prep Course

Leia Mais

impacto social
estudar na Asia
tudo sobre o GMAT
estudar idiomas