Um Projeto: Fundação Estudar
Cidade do México

Intercâmbio no México: Veja as melhores opções para brasileiros

Por Lecticia Maggi

Único país latino-americano da América do Norte, o México oferece vários atrativos para estudantes estrangeiros: O país é o berço de civilizações antigas, tem uma cultura rica e original, além de possuir paisagens que vão desde o Oceano Pacífico até os desertos do norte. São vários estilos de vida e de cidades, para agradar qualquer estudante que esteja interessado em um intercâmbio no México.

Soma-se a isso a possibilidade de aprender espanhol e a diversidade de cursos oferecidos – para quem deseja fazer uma pós-graduação, por exemplo, são mais de 1800 opções entre mestrado, doutorado e especialização credenciados pelo PNPC, o programa nacional de qualidade de ensino.

“O México é um país riquíssimo e diverso em paisagens e cultura. Vejo que os cidadãos levam essa diversidade também para a sala de aula, o que sempre gera ótimas discussões e diferentes formas de aprendizado”, afirma a brasileira Marcela Vieira, que depois de um intercâmbio acadêmico se apaixonou e decidiu ficar no México para seu mestrado.

O país tem mais de 112 milhões de habitantes: 26 patrimônios mundiais da UNESCO, desertos, praias, poços naturais e manguezais. Inúmeras atrações podem ser encontradas nos seus 32 estados, como belas cidades coloniais e a famosa Cidade do México, famosa por seu trânsito caótico. O clima vai do tropical ao árido (ao deserto, no Norte), passando por um clima de montanhas na região central.

Principais Destinos para Intercâmbio no México

A capital Cidade do México é uma das cidades mais populosas do mundo e lembra bastante São Paulo. Ela é grande, densamente povoada, mas possui um rico passado e conserva muito bem os prédios e ruínas das civilizações antigas. Isso sem contar os diversos parques espalhados pela Cidade,como o Alameda e o Chapultepec.

Outro destino muito procurado por estudantes é Guadalajara – a segunda maior cidade do país e um hub de tecnologia. É o destino perfeito para estudantes de computação e engenharia que desejem escapar do tamanho por vezes assustador da Cidade do México. Além disso, Guadalajara é o lugar de origem de várias coisas que vemos como tipicamente mexicanas, como a banda Maná e a clássica música Mariachi.

Estudar Espanhol no México

O México é o mais populoso país de língua espanhola do mundo. Segundo Marcela Amaral, diretora de produtos da IE Intercâmbio, estudar espanhol no México é uma opção bastante atraente, por ser mais barato do que a Espanha.

A jornalista Ariane Ducati ficou quase um ano fazendo intercâmbio no México para ganhar segurança no idioma. A jovem conta que o que mais estranhou foram os horários dos mexicanos: “A aula começava às 7h30 e ia até quase 15h. Como a cidade em que morei não era tão grande, muitas lojas fechavam para o almoço e a ‘la siesta’ e voltavam a abrir no fim da tarde. As festas e baladas começavam por volta das 20h, às vezes até 18h, e acabavam no máximo 2h da manhã”, relembra.

O preço para 24 semanas de curso intensivo de espanhol, por exemplo, fica em US$ 5,644 com 4 semanas de acomodação em residências estudantis, sem incluir refeições e taxas da escola. Com exceção de programas específicos, como os preparatórios para o exame DELE, não há exigência de nível mínimo do idioma. E, além do curso de espanhol, é possível fazer aulas de mergulho, cultura mexicana e culinária.

Intercâmbio de Ensino Médio no México

Algumas agências de intercâmbio oferecem também a opção de High School, ou Ensino Médio, em escolas mexicanas. Em geral, estudantes no México permanecem na escola entre 4 e 6 horas por dia. Normalmente o horário das escolas do ensino médio é das 8h às 14h30, de segunda a sexta-feira. O ensino público atende a 87% dos estudantes – e os estudantes internacionais que optam por esta modalidade podem tanto ser alocados em escolas particulares quanto públicas.

As aulas começam no fim de agosto e vão até o fim de maio. O primeiro semestre termina em janeiro, e os feriados são: 2 semanas no fim de dezembro (natal e ano novo) e entre uma e duas semanas na páscoa. As matérias são realizadas em espanhol, e incluem Matemática, Biologia, História, Língua espanhola e literatura, Educação Física, Arte, Música, Francês, Inglês e Italiano.

Entre os pré-requisitos para fazer parte do seu ensino médio no México estão ter entre 15 e 18 anos, estar cursando o 2º grau aqui no Brasil e possuir nível intermediário de espanhol.

Intercâmbio Acadêmico ou Pós-Graduação

Na liderança do ranking das melhores universidades mexicanas está a Universidade Nacional Autónoma do México (UNAM), a sexta melhor da América Latina e com um campus central que é Patrimônio Cultural da Unesco. Em segundo e terceiro lugar, respectivamente estão o Tecnológico de Monterrey e o Instituto Politécnico Nacional (IPN).

Universidades mexicanas possuem diversos convênios com universidades brasileiras, e estudantes podem optar por passar seis meses ou um ano em seu intercâmbio acadêmico. A candidatura, nestes casos, é feita diretamente com a sua universidade de origem.

Já para pós-graduação, é necessário preencher uma inscrição online e fazer uma prova de conhecimentos gerais. Em alguns casos, como o da estudante de Letras Marcela, pode ser necessário enviar um pré-projeto de pesquisa para avaliação, juntamente de uma carta de motivação, duas cartas de recomendação e currículo. Confira aqui o que ela fala da experiência.

Tanto para intercâmbio quanto para candidatar-se a uma pós-graduação no país é preciso comprovar proficiência em espanhol.

Visto de Estudante

Estudantes que desejem fazer intercâmbio no México por um período superior a seis meses no México devem obter um visto de longa permanência – que deve ser solicitado pessoalmente no consulado ou embaixada mexicana em seu país de origem. É necessário, para isso, levar a carta de aceite da escola, um extrato bancário autenticado ou certificado mostrando que eles terão pelo menos US$ 350 por mês durante a sua estadia, e um certificado de boa saúde.

O visto de estudante não permite ao aluno trabalhar. Ao chegar ao México, o estudante também deve se registrar dentro de 30 dias no Cadastro Nacional de cidadãos estrangeiros.

Organizações que oferecem bolsas de estudos no México

Como no Brasil, a concessão de becas (pelo México) pode depender de critérios como renda familiar e desempenho acadêmico. Algumas das principais organizações que oferecem bolsas de estudos para intercâmbio no México são:

AmexCid – Agência Mexicana de Cooperação Internacional para o desenvolvimento

Conacyt – Conselho Nacional de Ciência e Tecnologia

SRE – Secretaria de Relações Exteriores

SEP – Secretaria de educação pública do México

OEA – Organização dos Estados Americanos

Fundacion Beca


* Foto: Catedral da Cidade do Mexico / Crédito: Jose Francisco Del Valle Mojica CC-BY 2.0

O que achou do post? Deixe um comentário ou marque seu amigo