Um projeto: Fundação Estudar

Graduação

O que você precisa saber para cursar uma graduação fora do Brasil

18.08.15

Ex-admission officer revela como as Ivy Leagues escolhem os alunos

Ex-admission officer revela como as Ivy Leagues escolhem os alunos

Ex-funcionário do setor de admissões da Universidade Cornell, nos EUA, explica como as universidades selecionam os melhores candidatos

Pouco famosa no Brasil, a Universidade Cornell está entre as instituições de ensino mais respeitadas do mundo. Ela integra a Ivy League – grupo de elite do ensino superior norte-americano e que tem nomes como Harvard e Yale – e possui mais de 21.000 alunos. Dos 43.041 candidatos que pleitearam uma vaga em Cornell este ano, somente 6.025 foram aceitos.

Mas como a universidade seleciona entre milhares de candidatos os melhores? Nelson Ureña, ex-funcionário do setor admissões de Cornell e hoje coach de preparação para a graduação nos EUA, deu um entrevista ao site Business Insider contando como a universidade seleciona seus estudantes. Veja a seguir o depoimento dele:

“Depois que o aluno conclui e envia sua candidatura por meio do Common Application, o material segue para o primeiro avaliador. A missão dele ou dela é ler o application do início ao fim e extrair as informações mais importantes, que devem ser condensadas em uma folha de papel (frente e verso), que será chamada de ‘first reader sheet‘.

Na parte inferior desta folha há um espaço para recomendação, onde o avaliador deve circular uma das seguintes opções: admitir, negar ou waitlist (lista de espera)

Na parte inferior desta folha há um espaço para recomendação, onde o avaliador deve circular uma das seguintes opções: admitir, negar ou waitlist (lista de espera). Esse processo leva cerca de 15 minutos. Sim, 15 minutos parecem pouco para se dedicar a um estudante que passou meses trabalhando em sua candidatura. No entanto, os profissionais de admissão tendem a ser altamente eficientes, e o processo não termina aqui.

Uma vez que essa ‘fist reader sheet‘ está finalizada, ela é entregue ao diretor de admissões. Um segundo avaliador, então, recebe a application do candidato e a primeira folha de análise. Em geral, ele gasta também cerca de 15 minutos para ler a application e as informações destacadas pelo primeiro admission officer.

O 2º avaliador costuma ser um pouco mais experiente na área de interesse de graduação do candidato, e fará sua recomendação da mesma forma que o primeiro: admitir, negar ou colocar na lista de espera.

Depois que esse trabalho está concluido, todos os assistentes e diretores associados se reúnem com o diretor de admissões da universidade. Esse comitê irá verificar todas as applications e suas recomendações. Quando há consenso entre os dois avaliadores, o comitê geralmente segue a mesma posição. Quando não há acordo, o comitê discute qual decisão deve ser tomada e por quê”.

*Foto: As universidades Harvad, Brown e Columbia, respectivamente. Todas integram a Ivy League / Crédito: divulgação

Leia também:
Saiba como funciona o Common Application
Conheça as 8 universidades que formam a Ivy League
Leia a redação que ajudou jovem a ser aceito em Harvard e Stanford

Conecte-se ao Estudar Fora

http://promo.estudarfora.org.br/07de78d376d72cb1d7d3

Leia Mais

impacto social
estudar na Asia
tudo sobre o GMAT
estudar idiomas