Inicio EUA volta a aceitar entrada de viajantes brasileiros: entenda as regras

EUA volta a aceitar entrada de viajantes brasileiros: entenda as regras

0
EUA volta a aceitar entrada de viajantes brasileiros: entenda as regras

Na manhã de hoje (25), o Governo dos Estados Unidos divulgou através de uma nota oficial (disponível aqui) como serão as novas regras de permissão de entrada de viajantes estrangeiros no país. Após mais de um ano de restrições para viagens de turismo de pessoas vindas de diversos países, incluindo o Brasil, os EUA reabre as portas para pessoas vacinadas a partir do dia 8 de novembro.

No último dia 15, o acessor da Casa Branca, Kevin Munoz, anunciou a reabertura das fronteiras para turistas. “A nova política de viagens dos EUA, que exige vacinação para viajantes estrangeiros nos Estados Unidos, começará em 8 de novembro. Este anúncio e data se aplicam a viagens aéreas internacionais e terrestres. Essa política é guiada pela saúde pública, rigorosa e consistente”.

 

 

Leia também: Como tirar passaporte na Polícia Federal?

Como serão as novas regras para entrar nos Estados Unidos

Até o dia 8 de novembro, brasileiros precisam passar por um período de quarentena de 15 dias em um dos países aceitos pelo governo norte-americano antes de receber a autorização para entrar em território estadunidense. Após o dia 8, viajantes internacionais com mais de 18 anos que desejam ingressar no país deverão apresentar comprovante de vacinação e resultado negativo de teste PCR feito até 3 dias antes. Para menores de 18 anos, as regras são um pouco diferentes: jovens com até 17 anos devem apresentar apenas um teste negativo de PCR emitido até 3 dias antes e não é necessário apresentar comprovante de vacinação.

De acordo com o CDC, todas as vacinas aprovadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS) serão aceitas, incluindo a Coronavac e Astrazeneca. O comprovante de vacinação e teste negativo devem ser apresentados no check-in de aeroportos ou, caso a entrada seja via terrestre, para os agentes de imigração das fronteiras. São consideradas pessoas imunizadas aquelas que tenham tomado a segunda dose, ou a vacina de dose única, há pelo menos 15 dias. Além disso, após a entrada, os passageiros devem fornecer informações pessoais que permitam o rastreamento posterior, para casos de contaminação confirmada.

 

O que você achou desse post? Deixe um comentário ou marque seu amigo:

Leia