Um Projeto: Fundação Estudar
Governo oferece 60 bolsas para estudar na Irlanda

Especialistas dá dicas para quem quer estudar inglês na Irlanda

Por Gustavo Sumares
04.03.2019

Quer fazer um curso de inglês na Irlanda? Veja o vídeo e descubra as vantagens desse destino, e como escolher o curso ideal para você!


Para quem quer estudar inglês fora do Brasil, há uma série de destinos possíveis. No entanto, por uma série de motivos, a Irlanda vem atraindo cada vez mais brasileiros que querem uma oportunidade de treinar a língua estrangeira e, ao mesmo tempo, ter uma vivência imersiva em outra cultura. O país tem uma série de cursos desse tipo disponíveis, desde programas de algumas semanas até intercâmbios com mais de um semestre de duração. Mas como escolher o programa certo? E, uma vez escolhido, como se preparar? Conversamos com David O’Grady, CEO da organização Marketing English in ireland, para descobrir. Confira no vídeo dicas para quem quer estudar inglês na Irlanda!

A Marketing English in Ireland é uma organização voltada para a divulgação das oportunidades de estudar inglês na Irlanda. Ela tem o objetivo de ajudar estrangeiros a conhecer as opções de intercâmbio que o país oferece e escolher aquela que mais se adequa aos seus recursos e objetivos.

Segundo David, os brasileiros vem sendo atraídos para o país por uma série de motivos. Por exemplo, o fato de que o procedimento para se tirar visto para a Irlanda é relativamente simples. E também porque, a partir da Irlanda, é possível visitar outros países da Europa a preços relativamente acessíveis e sem a necessidade de muitas tramitações burocráticas.

Também pesa nessa decisão a possibilidade de trabalhar durante os estudos. De acordo com David, estrangeiros matriculados em programas de inglês com pelo menos 25 semanas de duração podem trabalhar legalmente em empregos de meio período. E durante seu período de férias, essa possibilidade se amplia para trabalhos de período integral.

Mas David também avisa que escolher o curso de inglês mais barato do mercado pode ser uma péssima ideia. De acordo com ele, escolas que cobrem muito barato simplesmente não terão condições de fornecer a infraestrutura que estudantes de outros países necessitam. Por isso, é importante pesquisar bem e avaliar todas as opções antes de fechar um intercâmbio.

 

O que achou do post? Deixe um comentário ou marque seu amigo

[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d