Um projeto: Fundação Estudar

Pós Graduação

O que você precisa saber para cursar uma pós-graduação fora do Brasil

05.01.17

Conheça cursos em espanhol sobre desenvolvimento sustentável

Prédio da Faculdade de Medicina da Universidad Complutense de Madris

Na Europa ou América Latina, universidades oferecem programas bem avaliados. Não é necessário ter uma formação específica em economia ou políticas públicas.

Por Priscila Bellini

Pode deixar de lado a ideia de que a língua dos negócios – incluindo aí os negócios sociais – é o inglês. Apesar de muitas instituições consagradas oferecerem formação neste idioma, não faltam iniciativas disponíveis em espanhol. Além de ser o idioma principal dos nossos vizinhos latinos, o idioma ganha destaque entre os brasileiros que optam por aprender uma língua estrangeira. Para ter uma ideia, no mundo todo, cerca de 100 milhões de pessoas têm o espanhol como segunda língua, e 21 países têm o idioma como língua oficial.

No caso dos cursos em áreas ligadas aos setores sociais, há ofertas tanto em mestrados e pós-graduações de temas específicos, quanto centros de formação interdisciplinares. É uma oportunidade de não só explorar outro idioma, como também se deparar com novas abordagens sobre o tema e contextos específicos de mudança social.

Saiba mais sobre alguns dos cursos sobre desenvolvimento sustentável oferecidos em espanhol em países da América Latina e na Espanha.

 

Centro Interdisciplinario de Estudios sobre Desarrollo, na Universidad de los Andes

A universidade é a melhor avaliada pelo QS Ranking na Colômbia, e fica na capital, Bogotá, uma cidade que já chegou a ser apelidada de tech hub na América Latina. Como o próprio nome sugere, o Centro Interdisciplinario de Estudios sobre Desarrollo se debruça há 40 anos sobre questões complexas ligadas ao desenvolvimento – desde sustentabilidade até aspectos sociais do desenvolvimento econômico, como as questões de gênero.

Com foco em pesquisa, uma vez que os estudantes precisam elaborar artigos sobre os temas de investigação, o centro se propõe a repensar o desenvolvimento com base em acertos e erros em países de diferentes perfis. Para a diretora dos programas acadêmicos do Cider, Ana Yudy Morán, o momento atual mostra a urgência de repensar o desenvolvimento. “Em um mundo em crise e com constantes mudanças de paradigma, é necessário um espaço na academia para propor soluções e intervenções para os problemas sociais locais e regionais, que afetam uma parcela grande da população”, destaca Yudy.

É possível se candidatar a cursos como a Maestría en Estudios Interdisciplinarios sobre Desarrollo, que dura dois anos, para elaborar alternativas voltadas tanto para o terceiro setor quanto para os governos. Como o foco do centro é interdisciplinar, alunos de todos os backgrounds são bem-vindos.

 

Desarrollo Social, na Universidad de la Habana

A ilha socialista começou a se abrir mais muito recentemente, depois de anos de embargo. Áreas como a medicina já são bastante conhecidas por aqui, e outros cursos na região ganham cada vez mais destaque. Um deles é o de Desenvolvimento Social, que abarca desde aspectos ligados à urbanização até comunidades rurais.

Dentro do curso, o aluno tem contato com partes mais gerais, como as teorias de desenvolvimento, além de aprender sobre o contexto do país e da revolução cubana. Também entram em discussão questões de gênero e a elaboração de políticas públicas para um desenvolvimento sustentável.

Quem se interessar por um dos cursos sobre desenvolvimento sustentável em Cuba deve apresentar o diploma de graduação e cartas de recomendação e motivação.

 

Universidad Complutense de Madrid

Localizada na capital espanhola, a instituição fica em quarto lugar no QS ranking na Espanha. Por lá, é possível optar por ênfases em gestão ou em áreas como Trabalho Social, para aqueles que querem traçar uma carreira pautada nos impactos sociais positivos.

Há cursos como o mestrado em “Trabajo Social Comunitario, Gestión y Evaluación de Servicios Sociales” que combinam ciências sociais e questões jurídicas, em que o aluno tem contato com exemplos de programas e intervenções que deram certo. Para quem quer se focar em aspectos ambientais, o mestrado em Responsabilidad Social y Sostenibilidad contempla áreas de gestão, entendimento do meio ambiente, prevenção de contaminações e direitos humanos.

 

* Foto: Universidade Complutense de Madrid

 

Leia também:
Aprenda o espanhol de “Narcos” neste curso gratuito
Buenos Aires: boa opção para aprender espanhol ou fazer curso superior
Participe de fórum sobre desenvolvimento sustentável com todas as despesas pagas

Conecte-se ao Estudar Fora

Leia Mais

estagiários da Microsoft comemorando
impacto social
estudar na Asia
tudo sobre o GMAT