Um projeto: Fundação Estudar

Colunistas

Orientação de especialistas e experiências de estudantes para te ajudar a chegar lá

29.08.14

Como escolher a faculdade certa

Como escolher a faculdade certa

Você quer ser conhecido pelo nome ou como um número? Você vestiria a camisa da universidade? Veja questões para você refletir sobre o que quer. Assista a um vídeo!

Selecionar as universidades para as quais você vai se candidatar não é uma tarefa fácil. Somente nos Estados Unidos há mais de 4.000 faculdades, então, como começar essa busca?

Obviamente, os rankings e as reputações são importantes, porém não são os únicos critérios que devem ser utilizados. Há diversos fatores para levar em consideração, e cada um tem um peso diferente para cada pessoa. A parte acadêmica é fundamental, uma vez que você terá que escolher seu curso em algum momento e a faculdade escolhida deverá oferecê-lo. A quantidade de alunos em sala de aula também é importante quando se quer ter debates diretos com seus professores e colegas de classe. Localização é outro fator a ser observado, pensando na vida social que você deseja ter fora do campus, assim como o preço da faculdade, já que ninguém deseja ser aprovado em uma universidade pela qual não possa pagar.

No entanto, ao final do dia, o fator mais importante é o “encaixe” entre o aluno e a universidade – você passará quatro anos neste lugar e quer ter certeza que é o lugar “certo” pra você. Então, se você não se conhece muito bem e não sabe exatamente o que quer, escolher uma faculdade se tornará uma tarefa árdua. As cinco perguntas abaixo podem lhe ajudar a descobrir mais sobre si mesmo e entender qual é a sua “faculdade dos sonhos”, já que ela irá variar de pessoa para pessoa.

1. Eu quero ser conhecido pelo meu nome ou como um número? 

Você pode até viver em uma cidade grande, mas o seu ciclo de convívio no dia a dia é provavelmente pequeno. Sua turma de 100 pessoas pode parecer grande, mas o campus de uma faculdade pública possui em média 30.000 estudantes. Viver em uma comunidade maior oferece certa anonimidade, o que, para alguns alunos, pode ser uma grande oportunidade de se envolver em clubes e projetos diversos quase ilimitados. No entanto, para outros, pode ser um pesadelo e uma luta achar seu lugar e tribo certos.  Se este for o seu caso, considere faculdades menores como as Liberal Arts Colleges nas quais seu professor vai te conhecer pelo primeiro nome e onde você conseguirá ter um impacto maior, uma vez que o campus é menor.  Até mesmo faculdades com nomes que você talvez não tenha escutado antes podem ser “tops” na sua área. E, vale lembrar, que há universidades excelentes além das 10 primeiras colocadas nos rankings.

2. Eu convidaria essas pessoas para o meu casamento?  Eu me imagino nesse ambiente? 

Antes de escolher suas universidades, você precisa falar com estudantes – atuais e antigos. Muitos deles se sentirão felizes em compartilhar suas experiências universitárias, então tente contatá-los e peça uma conversa no Skype ou, se for possível, tente conhecê-los pessoalmente. Se você tiver a oportunidade de visitar a universidade, vá além do tour e almoce na cafeteria, assista a uma aula, vá a uma festa ou pelo menos visite os blogs dos estudantes para entender como é o dia a dia no campus. Nos sites, todas as universidades parecem maravilhosas, contudo, você precisa ver se você realmente consegue se imaginar nesse ambiente e se relacionando com esses estudantes.

3. O que eu farei lá além de frequentar as aulas? 

Você estará estudando (muito!) mas também estará se divertindo (bastante!). Tenha certeza de que você sabe o que os estudantes fazem fora da sala de aula. Se você gosta de se envolver com esportes e torcer bastante para seu time, escolha uma universidade membro da NCAA. Se você quer entrar em uma fraternidade, escolha uma universidade com uma boa “greek life”. Se você não se importa muito com uma comunidade universitária, escolha uma faculdade perto de uma cidade grande para ter uma vida social fora do campus. Quatro anos é bastante tempo para ficar entediado.

4. Depois, terei facilidade de conseguir emprego? 

A universidade é apenas uma parte da sua jornada na vida e você precisa pensar no que fará depois de concluída a graduação. É imprescindível que você pesquise as estatísticas de contratação e descubra que empresas estão interessadas em quais universidades. É importante também para a faculdade que você consiga um emprego, pois isso faz parte de como elas são avaliadas.

5. Vou vestir a camisa da faculdade?

Bem, você só terá a experiência universitária uma vez, então é bom que faça desta algo inesquecível e se sinta orgulhoso em divulgar sua “alma mater” como embaixador.

O estudante Bernardo Portilho, colunista do Estudar fora, dá dicas para escolher seu college:


_____________________________________________________________________
Annie Kim e Nicole Frutuoso – Colunistas sobre graduação nos EUA 

dux3Annie Kim Podlubny e Nicole Merrullo Frutuoso são fundadoras do Dux Institute, instituição que oferece soluções personalizadas para brasileiros interessados em estudar em instituições de ensino estrangeiras. Entre os serviços disponíveis, estão cursos preparatórios para os principais exames (SAT, SSAT, GRE, GMAT, TOEFL, entre outros) e consultorias.  Annie graduou-se na Universidade de Maryland e cursou um MBA na Wharton School of Business da Universidade da Pensilvânia. Já Nicole é formada pela Universidade de Washington and Lee, na qual estudou com bolsa integral por mérito, e trabalhou na reitoria da Berklee College of Music e no Departamento de Admissões do MIT. 

Leia as outras colunas do Dux Institute

Leia também:
Personal Prep responde: O que é uma boa college list?
Entenda o processo de seleção para universidades no exterior
Guia de primeiros passos para Estudar Fora

Conecte-se ao Estudar Fora

Prep Course

Leia Mais

impacto social
estudar na Asia
tudo sobre o GMAT
estudar idiomas