Inicio Brasileira conta as vantagens de estudar em inglês na Europa e como fazer para chegar lá

Brasileira conta as vantagens de estudar em inglês na Europa e como fazer para chegar lá

0
Brasileira conta as vantagens de estudar em inglês na Europa e como fazer para chegar lá

Muitos motivos levam mais de 150 mil brasileiros a morarem atualmente na Espanha, entre eles, a presença de universidades com bons programas voltados para o mercado de trabalho e a possibilidade de morar em cidades mais seguras e com melhor qualidade de vida. O país é um dos 10 principais destinos de imigrantes brasileiros, e uma parcela desse grupo é formada por estudantes. Para saber um pouco mais sobre como é a experiência de estudar na Espanha, conversamos com a estudante Aida, que cursa Graduação em Comunicação e Mídia Digital, no campus de Segóvia da IE University.

“As pessoas são abertas, animadas e extrovertidas. A qualidade de vida aqui (em Segóvia) é muito alta e a vida social é uma prioridade cultural deles (os espanhóis)”, conta Aida, que optou por realizar a graduação no país europeu, depois de não encontrar, entre os programas oferecidos por Universidades nos Estados Unidos e na Inglaterra, um curso em inglês que oferecesse tudo que ela buscava. “Foi quando eu achei a IE university, que me dava espaço para testar tudo que estava sendo aprendido, ter suporte técnico para melhorar e muita diversidade no corpo estudantil”.

Ser estudante na Europa

Aida afirma que uma das coisas que mais valoriza como estudante na Espanha é “curtir os espaços abertos, ir a parques, andar na rua e poder fazer viagens curtas nos finais de semana com amigos”. Além da urbanização amigável, ela destaca a boa qualidade do transporte, que “é muito eficiente e não é caro”, facilitando conhecer novos lugares, explorar outras regiões e “viver a experiência (de morar fora) completa”.

Leia também: As Melhores Bolsas de Estudo com Inscrições Abertas

Além disso, para fazer o curso da IE, ela não precisava saber Espanhol com fluência desde o início das aulas, uma vez que as aulas são oferecidas em inglês. A estudante conta que, ao chegar na Espanha sem falar “absolutamente nada” do idioma latino, achava que poderia se virar com o famoso “portunhol” até perceber como a língua é diferente. “Apesar de sons e palavras parecidas, a conjugação verbal e a forma de se expressar diferem muito”. Nesse cenário, ela optou por aproveitar a oportunidade para aprender Espanhol na própria IE, que oferece aulas do idioma até os alunos alcançarem um nível mínimo de proficiência.

Graduação na IE University

Aida está cursando o segundo ano de Comunicação e Mídia Digital. Ela conta que cursa 6 matérias que variam a cada semestre, “o que torna o curso muito mais dinâmico”. Entre as coisas que mais aprecia no programa, está a “liberdade criativa” que os professores dão aos alunos na hora de decidir qual será o formato do projeto da disciplina, assim como o suporte necessário para realizá-lo. Dessa forma, as matérias se tornam mais interessantes e o conteúdo é absorvido melhor. “Mesmo que as matérias não estejam completamente alinhadas com o caminho que quero seguir para minha carreira, sempre me interesso e aprendo muito em todas as aulas”.

Leia também: Como estudar na Espanha com bolsas de estudo?

Ao pensar no futuro, Aida conta que o programa da IE expõe as múltiplas áreas dentro do campo da comunicação, o que ajuda a entender qual caminho o estudante poderá escolher para sua carreira no futuro. De acordo com a estudante, a IE é uma Universidade do tipo “hands-on”, ou mão na massa, o que faz com que os alunos enfrentem os principais desafios contemporâneos da indústria em sala de aula, “o que é uma grande vantagem para entrar no mercado de trabalho”.

Como se tornar aluno da IE

Para quem quer realizar uma graduação na IE University, Aida conta que o estilo de processo de admissão da instituição é do modelo rolling admissions, ou seja, sem os famosos deadlines, “quão mais rápido você aplica pra faculdade, menor a concorrência e maior a interação com o time de admissões”. Com isso em mente, ela se inscreveu no site da IE logo no início do último ano do Ensino Médio e desde então começou a preparação para o processo seletivo.

Dessa forma, ela começou a preparar os documentos exigidos desde o começo do ano, entre eles duas cartas de recomendação de professores, redação e currículo. “Finalizei tudo em dois meses e recebi a resposta depois de duas semanas”.

Leia também: Estudante brasileira é premiada após descobrir mais de 25 asteroides em programa da NASA

Quando recebeu a notícia que havia sido aprovada e moraria na Europa, ela ficou muito animada para mudar de cenário. Apesar do nervosismo diante as mudanças de vida, “logo nos primeiros dias já fiz muitos amigos, mesmo antes de começarem as aulas, o que me trouxe tranquilidade”. Próximo de concluir metade da Graduação, Aida conta que ainda tem muitos planos para desfrutar das oportunidade que teve de estudar na Espanha e “aproveitar que estou imersa em um ambiente tão internacional para viajar e possivelmente fazer um mestrado em outro país”.

O que você achou desse post? Deixe um comentário ou marque seu amigo:

Leia