Inicio Bolsas para mestrado em nanomedicina na Europa pelo programa Erasmus

Bolsas para mestrado em nanomedicina na Europa pelo programa Erasmus

0
Bolsas para mestrado em nanomedicina na Europa pelo programa Erasmus

Médicos, farmacólogos, biólogos, químicos e estudantes de áreas relacionadas podem se candidatar ao programa NANOMED, um mestrado em nanomedicina realizado conjuntamente por três universidades europeias. Para estudantes brasileiros que se inscreverem até 15 de janeiro, o programa oferece ainda bolsas integrais da modalidade Erasmus+.

Essas bolsas cobrem integralmente as anuidades do NANOMED, além de incluir mil euros por mês para que os estudantes custeiem suas vidas na Europa. Também oferecem três mil euros por ano para passagens aéreas e um auxílio-instalação de mil euros no primeiro mês do estudante.

Como é o programa?

Segundo a organização do mestrado, a nanomedicina é a aplicação de nanotecnologia para promover inovações na área da saúde. O foco do mestrado é no uso da técnica para criar novos métodos de “drug delivery”: a tarefa de levar os compostos ativos de remédios até as regiões do organismo em que eles devem atuar.

Participam do consórcio responsável pelo programa quatro universidades, localizadas na França, Grécia e Itália. O estudante pode escolher onde estudar a cada semestre, dentre algumas opções, e no último deve escolher onde redigirá sua tese. Entre os semestres também são oferecidas oportunidades de estágio. É possível ver mais informações sobre o programa neste link.

Como concorrer às bolsas para mestrado em nanomedicina

Como já mencionado, o programa não é voltado apenas para médicos. Pessoas que tenham se formado em áreas relacionadas, como farmácia, química, biomedicina e até mesmo ciências de materiais também podem se candidatar. É necessário já ter concluído a graduação (ou concluí-la até 30 de junho de 2021) com boas notas e ter proficiência em inglês, já que o curso é ministrado nessa língua.

Para se candidatar, será necessário providenciar cópia do passaporte, comprovante de residência, CV de até duas páginas, histórico acadêmico, carta de motivação (de até 700 palavras) e duas cartas de recomendação. É possível iniciar o processo de candidatura clicando aqui, e mais informações sobre o processo podem ser lidas neste link.

Para concorrer às bolsas, é necessário concluir o processo de candidatura até 15 de janeiro de 2021. Candidatos pré-selecionados deverão ser chamados para entrevistas em março, e o resultado final do processo de seleção deve sair até abril de 2021.

O que você achou desse post? Deixe um comentário ou marque seu amigo:

Leia