Um projeto: Fundação Estudar

Bolsas de Estudos

Quais são e como funcionam os programas de bolsas e financiamento

25.04.14

Bolsas de estudos na China

Bolsas de estudos na China

Santander Universidades concederá 102 bolsas de estudos para curso de 3 semanas. Inscrições vão até 25 de maio. Saiba quais são os requisitos para participar

Já pensou em realizar um curso na China? Chegou a hora de considerar essa possibilidade. Até o dia 25 de maio, o Santander Universidades recebe inscrições para o programa Top China, que concederá 102 bolsas de estudos para um curso de 3 semanas nas universidades de Peking e Shanghai.

Conheça nossa seção de bolsas de estudos

Para concorrer, é preciso ser aluno de uma das 24 universidades participantes do projeto, como a PUC-Rio e o Mackenzie (veja aqui a lista completa das instituições cadastradas).

O candidato deve preencher o formulário de inscrições e entregar no setor de relações internacionais de sua universidade. Calma: não é preciso falar mandarim para concorrer. Apesar de abordarem temas sobre a história e cultura da China, todas as aulas serão ministradas em inglês. A viagem está programa para agosto.

Além do próprio curso, os selecionados terão as despesas com passagens aéreas, traslados, hospedagem e alimentação custeadas pela bolsa. Lançado em 2009, o programa Top China tem como objetivo incentivar a cooperação bilateral entre o Brasil e a nação asiática, colaborando para a internacionalização da atividade acadêmica.

Leia também:

Nova Zelândia oferece bolsas de pós
Fundação Botín oferece bolsas para curso na área de políticas públicas
Concorra a ‘ano sabático’ na Austrália

Conecte-se ao Estudar Fora

Leia Mais

impacto social
estudar na Asia
tudo sobre o GMAT
estudar idiomas