Um Projeto: Fundação Estudar
Campus da Vancouver Film School, em Vancouver

As melhores universidades para quem deseja uma carreira em audiovisual

Por Lecticia Maggi
17.01.2017

Vancouver Film School e CalArts, universidade criada por Walt Disney, oferecem contato com o mercado e outras oportunidades para alunos que seguem carreira em animação.


Por Priscila Bellini

“Pegar o jeito” de qualquer profissão é um desafio. Logo no começo dos estudos, quando você ainda não sabe como embarcar de vez na carreira, nem se fale. E “pegar o jeito” pode significar uma porção de coisas: conseguir fazer um bom networking, ter experiências práticas em áreas de interesse, conseguir projetos bacanas. São peças que, se bem encaixadas, constroem carreiras de sucesso mundo afora.

Não é surpresa que muitas universidades estrangeiras tenham entendido a importância de ensinar isso aos estudantes. Entender as novas demandas que aparecem no mercado, adaptar os cursos aos novos desafios, auxiliar o aluno que precisa de uma abordagem mais prática – tudo isso entra no pacote.

Em um ramo como o do audiovisual, ou outras áreas que envolvem a indústria do entretenimento, não é diferente. Com listas extensas de softwares necessários e uma frequência absurda de mudanças em tais campos, o jeito é incorporar a inovação como parte do DNA. E, como consequência direta, tal abordagem permite que os estudantes consigam postos melhores de trabalho após a formação.

O web-designer de formação e concept artist Diogenes Ostuni, que cursou Animation Concept Art na Vancouver Film School, no Canadá, percebeu essa abordagem logo cedo. “Aqui em Vancouver, todos se conhecessem e sua reputação como profissional tem um peso muito maior que seu currículo ou portfólio”, conta ele, que conseguiu um emprego em um grande estúdio logo após concluir a especialização. “Por conta disso, praticamente em todas as aulas, além da parte técnica e teórica que nós aprendíamos, sempre era ensinada e avaliada a nossa postura profissional”.

Vancouver Film School

No curso, você vai do zero até o mais avançado. Se já souber pelo menos o básico dos programas usados e o mínimo de informação sobre o conteúdo, isso pode ajudar nas aulas

Situada em uma região já conhecida pela indústria cinematográfica com muitas oportunidades, a VFS traz para si muito do ambiente. Workshops com nomes de destaque do mundo do entretenimento fazem parte das vantagens oferecidas aos alunos. “Tive a oportunidade de conhecer, por exemplo, o Mark Osborn, o diretor de ‘Kung Fu Panda’ e ‘Pequeno Príncipe’, sem falar nos diretores de quatro dos curta-metragens indicados ao Oscar de 2017. Um monte de diretores e artistas iam nos visitar”, diz o brasileiro.

A maioria das aulas acontece nos laboratórios e tem uma abordagem voltada para as demandas do mercado de trabalho. Como Diógenes detalha, no caso dele, apenas uma aula por semestre era teórica, e dava uma introdução aos temas tratados durante aquela etapa.

Para acompanhar o nível de exigência e de domínio de cada software, entretanto, a carga de estudo (e de treino) é alta. “No curso, você vai do zero até o mais avançado. Se já souber pelo menos o básico dos programas usados e o mínimo de informação sobre o conteúdo que vai aprender, isso pode ajudar nas aulas”, explica o brasileiro.

Campus da CalArts na Califórnia

CalArts – A Escola Idealizada por Walt Disney

O Instituto das Artes da Califórnia, também chamado de CalArts (uma abreviatura que se assemelha à da Caltech, outra instituição renomada da região), foi idealizado por Walt Disney. Para ter uma ideia, foi na première de Mary Poppins, em 1964, que anunciaram a criação da CalArts, com este vídeo da Walt Disney Productions.

Em atividade desde os anos 70, a instituição agora se consolida no campo das artes e oferece programas nos níveis de graduação e de pós-graduação. Quando o assunto é carreira, eles também têm uma estrutura generosa: há aulas como Real World Survival Skills (sim, você leu certo: “Habilidades para Sobrevivência no Mundo Real), e encontros regulares com artistas de sucesso, em workshops e eventos amplos.

São muitos os alunos da CalArts que aparecem nas listas de premiações e cargos em grandes empresas, como emissoras e produtoras. Na lista de ex-alunos famosos, estão Brad Bird (diretor de “Os Incríveis” e “Ratatouille”), John Lasseter (que acompanhou todos os filmes da Pixar, além de ter dirigido clássicos como “Toy Story” e “Vida de Inseto”) e, claro, Tim Burton.

 

* Foto: Vancouver Film School / Crédito: Divulgação

 

Leia mais:
Brasileiro conta como é estudar animação no Canadá
Saiba quais são as melhores escolas para estudar cinema no exterior
Vancouver: Como é viver em uma cidade cinematográfica

 

O que achou do post? Deixe um comentário ou marque seu amigo

[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d