Um Projeto: Fundação Estudar
Summer Internship no Brasil - quatro pessoas trabalhando em uma mesa

Summer Internship no Brasil: uma boa oportunidade de manter os laços com o país

Por Gustavo Sumares
07.03.2019

Para quem estuda fora, toda oportunidade de voltar é benvinda! E o summer internship é uma chance de fazer isso e, de quebra, ganhar experiência profissional.


Para quem estuda fora, uma opção interessante para aproveitar as férias é o Summer Internship, ou estágio de verão. É uma maneira de ganhar experiência profissional durante o período sem aulas. E como algumas empresas buscam atrair talentos de outros países para esse período, é comum que alguns brasileiros que estejam fazendo faculdde no exterior venham fazer o summer internship no Brasil.

Um exemplo disso é André Hamra, estudante da Wharton School da University of Pennsylvania. Além de buscar excelência acadêmica em seus estudos na UPenn, ele também procurou aproveitar as férias com um trabalho junto a pessoas que admirava. “Antes de vir aos EUA, assisti a uma palestra do André Street [um dos fundadores da Stone] e do Bernardo Carneiro [sócio diretor da empresa] no Insper, em 2015. Gostei muito e fui pedir um summer job, deu certo”, conta.

O estudo na prática

O primeiro summer internship de André foi numa das empresas do grupo da Stone, e suas impressões foram muito positivas. “Eu fiquei encantado pelas pessoas de lá”, diz. O ambiente da empresa gerou nele um impacto favorável, e ele viu lá uma oportunidade de desenvolver o que vinha aprendendo na universidade.

Leia mais: UPenn: conheça a universidade que tem 28 ganhadores do Nobel

“A Stone me deu a oportunidade de participar da resolução de problemas grandes e reais. Pude me envolver em assuntos que são constantemente abordados na minha faculdade”, relata. A experiência foi tão positiva que ele também aproveitou as férias seguintes para participar do mesmo programa da Stone. Na visão de André, isso não só lhe dá experiência profissional como também favorece seus estudos.

“Penso que na escola aprendo no papel, e nas férias vou para a Stone colocar tudo aquilo na prática (…) É quando você realmente fixa os aprendizados na cabeça”, considera. E em termos de carreira, ele também ressalta os benefícios de autoconhecimento que a oportunidade traz. “você consegue avaliar você mesmo em um ambiente que não é o escolar. Isso te expõe uma série de defeitos que você tem e não sabia que tinha”, diz.

Voltando ao Brasil

Além do aprendizado que consegue ao colocar na prática aquilo que estuda na UPenn, André também aprecia a oportunidade de manter os laços com seu país de origem durante o verão. “A facilidade de estar no Brasil e poder dar um beijo na familía deixa o summer mais gostoso, sem dúvidas”, nota.

Leia mais: 5 formas de aproveitar as férias para quem deseja estudar fora

Outro ponto interessante é contrastar o aprendizado em um país com a realidade no outro. Ao voltar para o Brasil para trabalhar aqui, André tinha a sensação de “voltar a um país em que tudo está menos estabelecido e, por consequencia, seu processo de aprendizado é multiplicado”, relata.

Esse ponto é notável porque muitas bolsas para estudar fora exigem, como contrapartida, que o bolsista volte ao seu país de origem após a conclusão do curso. E que ele fique por lá trabalhando na área que estudou, de forma a poder contribuir com os conhecimentos que trouxe de fora para os problemas da região.

Por isso, um summer internship no Brasil pode ser tanto uma oportunidade de ganhar experiência profissional e aprendizado acadêmico quanto de criar vínculos para o momento do retorno. Além, é claro, de permitir que quem está aqui reveja os amigos e parentes. “”Sempre é uma sensação gostosa por voltar ao país em que estão as pessoas que amo”, completa André.

O que achou do post? Deixe um comentário ou marque seu amigo

[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d