Um Projeto: Fundação Estudar

Quem escolher para fazer suas cartas de recomendação da pós?

Por Lecticia Maggi

As cartas de recomendação são parte fundamental do processo de seleção para cursos de pós-graduação no exterior. Em geral, as universidades pedem de duas a três cartas. Como essa é uma prática com a qual os brasileiros não estão acostumados é comum surgirem diversas dúvidas: Quem devo escolher para escrever as minhas cartas de recomendação? Como instruo essas pessoas? Sobre o que elas devem falar?

A importância das cartas de recomendação na seleção para pós

O mais indicado é escolher um professor e um chefe de trabalho ou par. Mais do que alguém com um cargo de destaque, é importante escolher alguém que o conheça bem e consiga “te vender” para as universidades, destacando suas qualidades como profissional e aluno e suas conquistas.

No vídeo a seguir, os estudantes Lucas Mendes, aprovado na Universidade da California em Berkeley, e Jacqueline Karlin, aluna do MIT (Massachusetts Institute of Technology), dão outras dicas para essa etapa do processo:

Prep Course Pós – O vídeo acima integra o Prep Course Pós-graduação: um curso online e gratuito para preparar candidatos para realizar a pós-graduação no exterior. São 12 videoaulas exclusivas para você assistir quando e onde quiser. Faça sua inscrição e tenha acesso a todas as aulas

Leia também:
Entenda o processo de seleção para pós-graduação no exterior
Saiba o que as universidades do exterior buscam nos candidatos a pós
Especial: pós-graduação no exterior
Especial: bolsas de estudos no exterior

O que achou do post? Deixe um comentário ou marque seu amigo