Um projeto: Fundação Estudar

Pós Graduação

O que você precisa saber para cursar uma pós-graduação fora do Brasil

11.08.15

Quem escolher para fazer suas cartas de recomendação da pós?

Quem escolher para fazer suas cartas de recomendação da pós?

Jovens aprovados em universidades dos EUA dão dicas: "É fundamental que as pessoas te conheçam muito bem e saibam 'te vender'"

As cartas de recomendação são parte fundamental do processo de seleção para cursos de pós-graduação no exterior. Em geral, as universidades pedem de duas a três cartas. Como essa é uma prática com a qual os brasileiros não estão acostumados é comum surgirem diversas dúvidas: Quem devo escolher para escrever as minhas cartas de recomendação? Como instruo essas pessoas? Sobre o que elas devem falar?

A importância das cartas de recomendação na seleção para pós

O mais indicado é escolher um professor e um chefe de trabalho ou par. Mais do que alguém com um cargo de destaque, é importante escolher alguém que o conheça bem e consiga “te vender” para as universidades, destacando suas qualidades como profissional e aluno e suas conquistas.

No vídeo a seguir, os estudantes Lucas Mendes, aprovado na Universidade da California em Berkeley, e Jacqueline Karlin, aluna do MIT (Massachusetts Institute of Technology), dão outras dicas para essa etapa do processo:

Prep Course Pós – O vídeo acima integra o Prep Course Pós-graduação: um curso online e gratuito para preparar candidatos para realizar a pós-graduação no exterior. São 12 videoaulas exclusivas para você assistir quando e onde quiser. Faça sua inscrição e tenha acesso a todas as aulas

Leia também:
Entenda o processo de seleção para pós-graduação no exterior
Saiba o que as universidades do exterior buscam nos candidatos a pós
Especial: pós-graduação no exterior
Especial: bolsas de estudos no exterior

Conecte-se ao Estudar Fora

Leia Mais

impacto social
estudar na Asia
tudo sobre o GMAT
estudar idiomas