Um projeto: Fundação Estudar

Pós Graduação

O que você precisa saber para cursar uma pós-graduação fora do Brasil

24.01.14

Primeiros passos para fazer uma pós fora

Primeiros passos para fazer uma pós fora

Na hora de tirar o sonho de estudar fora do papel é comum se sentir um pouco "perdido". Quer saber por onde começar? Veja as nossas dicas

Fazer uma pós no exterior é um desejo de muitos brasileiros. Mas, na hora de tirar o sonho de estudar fora do papel, é comum se sentir um pouco “perdido”. Se você também está nessa e quer começar já a se planejar para estudar em outro país, confira as nossas dicas neste post!

Um dos principais passos para iniciar a sua jornada rumo à uma pós fora é a fase de pesquisa e planejamento. Estas etapas são fundamentais para que você tenha um bom embasamento para definir em qual (ou quais) programas irá se candidatar e, assim, se planejar para fazer uma boa candidatura, aumentando as suas chances de ser aprovado. Veja o que você precisa levar em conta nestas fases:

1. Entender os seus objetivos pessoais e profissionais: O que você espera aprender com essa experiência e quais resultados quer trazer para a sua carreira irão direcionar qual universidades devem ser o seu alvo.“A escolha da universidade tem que ser muito consciente, para que o match do candidato com a instituição seja assertivo”, aconselha o especialista em preparação para MBAs e sócio-diretor da MBA Empresarial, Ricardo Betti.

O engenheiro Vinícius Licks, que fez um mestrado e um doutorado na  University of New Mexico  e um mestrado em Administração Pública em Harvard, indica que os futuros candidatos não levem em conta somente o aspecto profissional. “Considere também o que a experiência vai te trazer. É claro que é importante se preocupar com a reinserção no mercado, e colocar na balança os prós e contras. Mas você vai crescer pessoalmente muito nesse processo”, indica.

2. Pesquisar onde estão as melhores: Após entender o que você quer da sua pós-graduação fora, é importante pesquisar onde estão as melhores universidades de acordo com o seu perfil e com o que você quer aprender. Para isso, utilize os rankings internacionais, como o US News & World Report – Grad Schools Rankings e QS – Postgraduate Studies, além dos sites das universidades e reportagens sobre o assunto. Também procure entrar em contato ex-alunos. Converse com o maior número de pessoas possível que já tenha passado por uma experiência parecida da que você está planejando. “É importante para entender as diferenças nos sistemas, as metodologias de ensino, as técnicas da sua área”, orienta Vinícius Licks.

dica

O Princeton Review Grad School Research é uma ferramenta de indicação de cursos de pós-graduação de uma das publicações mais respeitadas nos EUA quando o assunto é estudos universitários, a Princeton Review. O diferencial é que você preenche uma ficha de cadastro e eles enviam uma lista com as universidades e cursos mais indicados de acordo com a sua preferência. É totalmente gratuito.

Outra ferramenta é o Business Week School Comparator. Com filtros bem detalhados, a pesquisa de comparação é mais precisa e vai te auxiliar na escolha da melhor universidade. Acesse AQUI.

3. Analisar o seu perfil e a sua necessidade financeira: Faça uma autoanálise, considerando a competitividade do seu perfil e a sua necessidade de bolsas. Verifique qual é o perfil dos candidatos aprovados em outros anos (as universidades disponibilizam essas informações) para entender quão competitivo você é e qual é a sua probabilidade de conseguir bolsas pela própria universidade.  Isso irá ajudá-lo na decisão de quais universidades se candidatar.

4. Listar os requisitos exigidos pelas universidades que te interessam: Após decidir quais universidades quer se candidatar, uma sugestão é fazer uma planilha com todos os requisitos exigidos pelas universidades e com os prazos de entrega de cada etapa.

Cada programa de pós-graduação fora possui seus próprios requisitos para a seleção, mas, em geral, é necessário enviar uma application, uma espécie de dossiê pessoal, com cartas de recomendação, redações, desempenho em provas padronizadas, como o GMAT e GRE, e notas em exames de proficiência em inglês como o TOEFL ou IELTS.

Leia aqui o que é exigido na seleção de uma pós-graduação fora

5. Planejar a sua candidatura: Com a planilha acima mãos, faça um plano com as ações que você precisa fazer para: 1) aprimorar o seu perfil e torná-lo mais competitivo e 2) entregar de cada requisito no prazo pedido.

Conecte-se ao Estudar Fora

Leia Mais

estagiários da Microsoft comemorando
impacto social
estudar na Asia
tudo sobre o GMAT