Um projeto: Fundação Estudar

Graduação

O que você precisa saber para cursar uma graduação fora do Brasil

01.04.16

Prep Scholars: 35 aprovações em Universidades da Ivy League

Universidades da Ivy League

Estudantes foram preparados pelo programa gratuito da Fundação Estudar, que está com inscrições abertas. Conheça a história de dois deles!

Por Nathalia Bustamante

Ontem, 31 de março, foi um dia grandioso para milhares de estudantes que aguardavam os resultados das aprovações do seleto grupo de universidades da Ivy League. No grupo de Whatsapp que conecta os estudantes preparados pelo Prep Scholars, o clima foi de ansiedade e euforia. Dos 29 estudantes que aguardavam respostas das universidades mais seletivas do mundo, 21 receberam o “sim” de pelo menos uma delas. No total, foram 44  aprovações.

Baixe guia online e gratuito sobre a Ivy League

Agora, Letícia Souza tem a difícil tarefa de escolher entre Stanford e Cornell. Gustavo, por outro lado, já está bem decidido: deixará a zona norte de São Paulo para estudar em Hanover, New Hampshire, na célebre Universidade de Darthmouth. Conheça agora um pouco da história e da dedicação que os levou conquistar os admissions das melhores universidades do mundo:

Letícia Souza

“Eu achava impossível para brasileiros estudarem nos Estados Unidos”, desabafa Letícia Souza. Foi só no primeiro ano do ensino médio que ela descobriu, em um blog de olimpíadas científicas que, sim, existiam brasileiros lá fora e que eles eram expostos a um grande número de oportunidades durante a faculdade. “No fim do primeiro ano, já tinha decidido que era aquele o meu lugar”, completa.

Assim, pesquisando sobre o processo, decidiu que precisava focar em construir um bom curriculum. Como já participava de Olimpíadas Científicas, intensificou seus estudos para conseguir melhores resultados. Além disso, passou a se envolver em outras atividades que eram do seu interesse, sem se preocupar tanto com os resultados que elas teriam. “No fim, acho que isso foi essencial para minha aprovação”, afirma.

[Meu mentor] conseguia melhorar muito meus textos sem que eles deixassem de se parecer comigo

No terceiro ano, se inscreveu para programas de mentoria, como o Prep Scholars, e o desafio começou de verdade. A preparação intensiva para as provas foi acompanhada de milhares de redações, feitas e refeitas durante o ano. “Eu tive um mentor que era graduado em Princeton e adorava como ele me ajudava nos essays. Ele conseguia melhorar muito meus textos sem que eles deixassem de se parecer comigo”.

O esforço valeu a pena. Embora planeje visitar as universidades para ter certeza, sua predisposição é ir para Stanford. “Tenho algumas oportunidades de pesquisa em mente se for pra lá”, comenta. Além disso, ela pretende se envolver em atividades de todos os tipos – participando, segundo ela, de clubes desde debate até gastronomia – a fim de sair de lá com conhecimentos não só no seu major – provavelmente em Biologia – mas sobre vários outros assuntos que a prepararão para o “mundo real”.

Inscreva-se aqui para o Prep Scholars 2016!

Gustavo Silva

Nascido na zona norte de São Paulo e bolsista do colégio Bandeirantes com o apoio do Ismart, Gustavo Silva já foi estudante de uma das melhores universidades do mundo – mesmo tendo apenas 17 anos e acabado de se formar no Ensino Médio.

Em 2013, Gustavo estava no segundo ano e recebeu uma bolsa para fazer um curso de verão na Universidade de Yale. “Até eu conseguir essa bolsa de intercâmbio, nunca tinha nem considerado passar um tempo no exterior porque achava muito distante da minha realidade. Ninguém fala inglês na minha família, e aquela foi a primeira vez que entrei em um avião”, explica ele.

Participando de um curso durante três semanas em Yale, Gustavo também ficou impressionado pela dinâmica das aulas e pela diversidade de pessoas no campus. “Voltei para o Brasil decidido a ir fazer a graduação lá”, afirma.

Assim, no seu terceiro ano do ensino médio, o paulista procurou programas que o ajudassem no temido processo de application, como o EducationUSA e o Prep Scholars. Ao mesmo tempo em que se dedicava a aperfeiçoar o inglês e melhorar a escrita dos seus essays, porém, ele não abandonou dois projetos voluntários aos quais se dedicava desde o início do ensino médio.

O primeiro destes projetos eram aulas com foco em Vestibulinho em escolas públicas, inclusive seu colégio de origem – o CEU Jaçanã. “Assim, eu os ajudava e também treinava”, justifica. O segundo projeto, desenvolvido no próprio colégio Bandeirantes, foi a criação de um Coletivo Estudantil focado em debates sobre diversidade de gênero e identidade sexual, a fim de combater o preconceito.

É importante nunca deixar de acreditar na sua capacidade de conseguir – e de merecer – as coisas que você deseja

Sua história e dedicação conquistaram a Faculdade de Darthmouth, que lhe concedeu uma bolsa de estudos integral. Lá, Gustavo pretende estudar Ciências Sociais e Estudos da América Latina, com foco no Brasil. “Quero estudar bastante e me desenvolver em diversas perspectivas, para poder voltar ao meu país e conseguir causar impacto social”, explica.

As aulas começam em setembro e o sonho de estudar fora, que Gustavo sequer ousava ter, fica cada dia mais próximo. A conquista o ensinou também a ter mais confiança no seu potencial: “É importante nunca deixar de acreditar na sua capacidade de conseguir – e de merecer – as coisas que você deseja. A insegurança nunca deve ultrapassar os seus sonhos”.

 

Sobre o Prep

O Prep Scholars é um programa 100% gratuito de preparação para o application em universidades estrangeiras. Os participantes são selecionados no primeiro trimestre de cada ano – cerca de 50 são escolhidos para fazer parte do programa, que inclui horas de consultoria com a equipe do Prep, um mentor que tenha estudado fora e auxílio financeiro para os custos do application, se necessário.  As inscrições para a turma de 2016 estão abertas até o dia 18/4 – confira os requisitos e tire suas dúvidas aqui.

Inscreva-se aqui para o Prep Scholars 2016!
Atenção: o processo seletivo é realizado pelo Na Prática, o portal de carreiras da Fundação Estudar, e para concluí-lo você terá que fazer seu cadastro no site. 

 

*Foto: Universidade da Pensilvânia, membro da Ivy League / Crédito: Bryan Y.W. Shin CC BY-SA 3.0

Leia também:
Prep Scholars: Aprovações em Stanford, Columbia e outras 26 universidades de ponta
A Ivy League em números
Ex-admission officer revela como as Ivy Leagues escolhem os alunos

Conecte-se ao Estudar Fora

http://promo.estudarfora.org.br/07de78d376d72cb1d7d3

Leia Mais

impacto social
estudar na Asia
tudo sobre o GMAT
estudar idiomas