Um projeto: Fundação Estudar

Intercâmbio

O que você precisa saber para ter uma experiência de estudos em outro país

07.04.15

Os prós e contras de fazer um intercâmbio de um mês

Os prós e contras de fazer um intercâmbio de um mês

Com a alta do dólar, um intercâmbio rápido pode ser a melhor alternativa para manter o plano de estudar fora. Saiba mais!

Os Estados Unidos são o destino mais popular para cursos de inglês, segundo dados da Belta, associação que reúne agências de intercâmbio brasileiras. Com o dólar nas alturas, no entanto, muitos estudantes têm repensado o projeto de estudar fora.

O receio dos estudantes é grande e não sem razão. Uma das dicas de especialistas (leia outras aqui) para não comprometer seu orçamento e nem seu sonho é reduzir o período de permanência no exterior. “Um intercâmbio de um mês, durante as férias do trabalho ou da escola, parece pouco mas pode ser uma ótima alternativa para quem deseja se aperfeiçoar em um idioma e também passear”, afirma Liara Fonseca, diretora regional da World Study Petrópolis. A seguir, ela fala sobre pontos positivos e negativos de um intercâmbio rápido. Confira:

Pontos positivos

– O aluno conseguirá fazer cerca de 60 a 80 horas de curso, o equivalente a cerca de 1 ano de seu curso de inglês no Brasil, levando em consideração um curso de duas horas semanais;
– Você começará a se acostumar com a língua estrangeira e a assimilar a fonética;
– Em um mês, já dá para começar a pensar na língua estrangeira. Palavras e frases comuns como “sorry” e “excuse me” começam a fluir sem que se precise pensar nelas;
– Você irá conviver – ainda que não por muito tempo – com pessoas de vários lugares do mundo e poderá manter esses laços de amizade, afinal Facebook e Whatsapp servem para isso;
– Em um mês, terá de três a cinco finais de semana para planejar viagens um pouco maiores para cidades ou países vizinhos. A Europa é uma ótima pedida para aqueles que só podem fazer seu intercâmbio durante as férias!

Pontos negativos

– Vá consciente. Apesar de aprender bastante coisa, é praticamente impossível mudar de nível em apenas um mês. Geralmente as mudanças de nível acontecem a partir de 3 meses de aulas;
– Alinhe suas expectativas. No momento em que você começar a se acostumar com a cultura, a língua e as pessoas terá chegado a hora de voltar;
– Quanto mais alto é o seu nível de domínio do idioma, mais bem aproveitado será o seu intercâmbio de um mês. Para quem está no nível básico, o mais recomendado é juntar um pouco mais de dinheiro para permanecer mais tempo fora;
– Alguns programas mais específicos exigem que o aluno passe mais tempo e, por este motivo, aqueles que dispõem de apenas um mês acabam tendo opções mais restritas;

Vale a pena? A especialista ressalta que, apesar de rápidos, os  intercâmbios de um mês também oferecem uma série de vantagens: “O estudante tem a possibilidade de expandir seus horizontes, aprender a lidar com imprevistos, resolver problemas de forma mais independente e de quebrar preconceitos culturais, além de poder incluir no currículo esta experiência que a cada dia se torna mais importante para qualquer profissão.”

Leia também:
Está preocupado com o dólar? Veja dicas para não desistir do intercâmbio
Especial Estudar Fora: Cursos de idiomas no exterior
7 passos para tirar do papel o projeto de estudar fora

Conecte-se ao Estudar Fora

Leia Mais

impacto social
estudar na Asia
tudo sobre o GMAT
estudar idiomas