Um projeto: Fundação Estudar

Pós Graduação

O que você precisa saber para cursar uma pós-graduação fora do Brasil

13.09.13

Meu mestrado em Harvard: Escolhendo as eletivas

Meu mestrado em Harvard: Escolhendo as eletivas

Novidade no Estudar Fora! Temos um novo colunista - o José Frederico, e ele vai contar tudo sobre a experiência de fazer mestrado em Harvard

Por José Frederico Lyra Netto, mestrando em Harvard

“José, para quais ‘shopping-classes’ você vai hoje?”

Após algum tempo distraído com o papel da programação, voltei a atenção para a mesa. Era horário do café da manhã no John F. Kennedy Forum, um espaço da Harvard Kennedy School que recebe nomes importantes para grandes palestras e debates. Naquele momento, porém, o local reunia alunos em uma animada discussão sobre um tema um pouco mais trivial – as sessões de shopping. Antes que o leitor tenha uma impressão demasiadamente fútil sobre este relato, ofereço um esclarecimento prévio: as sessões de shopping são momentos úteis para identificar quais aulas escolher – em especial as eletivas (aulas opcionais). Este será um dos relatos sobre experiências interessantes estudando fora – no meu caso, em Harvard, e de como explorar pontos valiosos de tais experiências.

A preparação que antecede o início das aulas é levada a sério. Primeiro, tivemos uma semana de orientação, em que diversos aspectos do curso e da universidade foram explicados – do sistema de mais de 70 bibliotecas a dicas de eventos com comida de graça. Após a orientação, chegaram os dias de “shopping”, em que os professores oferecem amostras de suas aulas para que os alunos possam, ao final, decidir em que matérias optativas se matricular. Uma maneira legal de ver isso é pensar que dezenas de professores de Harvard estão se esforçando, num espaço de 2 horas, para te convencer a pegar as matérias deles!

Nestas sessões, é difícil resistir ao impulso de espiar as aulas de professores famosos – um que tem livros best-sellers no New York Times, outro que é conselheiro do Obama, e por aí vai (quando cheguei em casa e liguei a TV, lá estava um destes professores sendo entrevistado sobre a Síria…). Mas além disso, este é um momento para verificar as aulas que se alinham com os interesses intelectuais e práticos do estudante. No meu caso, cursando o Master in Public Policy (espécie de MBA do setor publico), eu só tenho uma eletiva neste semestre, pois a maioria das matérias são pré-definidas para todo o 1º ano do mestrado. Esta eletiva, então, passa a ser algo bem precioso.

Depois de algumas idas e vindas, resolvi experimentar uma matéria chamada Sparking Social Change, que visa preparar o aluno para promover mudanças sistêmicas – algo muito interessante neste momento do Brasil. Terei 2 semanas pra decidir se fico ou não nela, mas seja qual for a decisão, esta eletiva ajuda a explicar qual será o tema central desta coluna. Além de contar como é fazer um curso de pós-graduação fora, espero contribuir sugerindo como esta experiência pode ajudar os jovens que pretendem, acima de tudo, ser agentes de mudança no Brasil, reforçando uma postura empreendedora – seja no setor público ou privado. Na semana de orientação, o Decano da faculdade fez um discurso dizendo que aqui é o lugar que treina pessoas para consertarem grandes problemas do mundo. Exagero ou não, espero compartilhar com vocês um pouco deste treinamento. Até a próxima!

_____________________________________________________________________

José Frederico – Colunista sobre a experiência de cursar um mestrado no exterior

José_FredericoJosé Frederico é aluno do Master In Public Policy (Mestrado em Políticas Públicas) na universidade de Harvard, sendo bolsista da Fundação Estudar e da Fundação Lemann. É formado em Engenharia Mecatrônica pela Unicamp e, desde o começo da graduação, já pensava em estudar fora do país. Foi Presidente da Brasil Júnior (Confederação Brasileira de Empresas Juniores), onde desenvolveu o gosto pelo empreendedorismo, gestão e pelo setor público. É co-fundador do Vetor Brasil, teve experiência como Secretário Municipal (Araguaçu-TO) e compôs o time de educação do estado de Goiás. É aficcionado pela busca de mudanças em escala através do setor público. Natural de Goiânia (GO), é apaixonado pelo sertanejo!

Logo_Brasil_Junior
A coluna do José Frederico é realizada em parceria com a Brasil Júnior, 
a Confederação Brasileira de Empresas Juniores, uma organização de jovens que querem transformar o país e buscam fomentar o aprendizado de Gestão e Cultura Empreendedora. Conheça mais AQUI.

Conecte-se ao Estudar Fora

Leia Mais

impacto social
estudar na Asia
tudo sobre o GMAT
estudar idiomas