Um projeto: Fundação Estudar

Graduação

O que você precisa saber para cursar uma graduação fora do Brasil

21.11.15

Estudante conta como funciona a busca por estágio nos EUA

Estudante conta como funciona a busca por estágio nos EUA

Renan Kuntz, aluno da Universidade de Tulsa, nos EUA, conta como é a busca por trabalho lá e mostra uma feira de estágios. Confira!

College é uma fase muito especial na vida de qualquer pessoa. É ali que você constrói amizades para a vida a toda, desenvolve relações, se envolve com grupos e organizações, mas o foco no final é o de receber uma boa educação para que, depois de graduado, seja competitivo no mercado de trabalho e possa utilizar todo aquele conhecimento. Mas como acontece essa transição do college para uma carreira, aqui nos EUA?

Uma coisa que eu notei entre muitos dos meus colegas americanos, aqui na Universidade de Tulsa, é que sair da universidade empregado é o objetivo deles desde o primeiro dia de aula. Um curso de graduação aqui nos EUA é muito caro, podendo ultrapassar os US$ 60.000 por ano! Por conta disso, muitos acabam contraindo dívidas para serem pagas logo que se graduam. Ou seja, ter a garantia de um bom emprego depois de quatros anos, para quitar as dívidas, não é opção, mas necessidade. As universidades entendem isso e fazem questão de que todos tenham a chance de serem empregados, ou de acharem estágios antes de se graduarem.

Aqui na Universidade de Tulsa, duas grandes feiras de empregos são organizadas todos os anos, trazendo grandes e pequenas companhias de todo os EUA que estão em busca de novos talentos. Eu participei da mais recente delas, planejada especialmente para alunos de engenharia. Como aquela era a minha primeira vez indo a uma feira de empregos aqui, eu não sabia muito bem como funcionava, então busquei informações com o pessoal do Career Services na TU. Esse escritório faz um trabalho fenomenal em preparar os estudantes com tudo o que eles precisam para conseguir aquela entrevista de emprego. Eles me orientaram desde como deixar o meu currículo bem chamativo, como uma feira funciona, até sobre o que eu deveria vestir para demonstrar profissionalismo.

Chegada a hora da feira, coloquei meu terno, imprimi várias cópias do meu currículo e fui para o local de encontro com o aplicativo da feira em mãos. Esse aplicativo foi muito útil já que ele mostrava todas as empresas presentes, um mapa com os estandes de cada uma e até filtros para me ajudar a escolher as empresas que mais tinham a ver comigo. Eram mais de 80 empresas, prontas para responder às perguntas dos alunos e receber. Eu também deixei os meus currículos e conversei bastante com os entrevistadores. Agora só resta aguardar por respostas e ver o que irá acontecer no próximo verão! Estou torcendo muito por um estágio muito bacana para eu poder ver tudo aquilo da sala de aula, em prática nas indústrias.

Assista ao vídeo a seguir, que Renan gravou direto da feira de estágios da Universidade de Tulsa:

*Foto: Universidade de Tulsa, nos EUA, onde Renan Kuntz estuda / Crédito: divulgação

________________________________________________________________

Claudio

Sobre o autor 

Renan Kuntz estudou em escolas públicas durante toda a vida, destacou-se em olimpíadas científicas e, no ensino médio, participou de diversos programas de iniciação científica. Hoje, estudante da Universidade de Tulsa, nos EUA, quer compartilhar como é o estilo de vida nesse pequeno campus, mas que oferece excelentes oportunidades tal como os das grandes universidades. Leia aqui todas as colunas do Renan Kuntz

Leia também:
Guia online e gratuito sobre graduação no exterior
Da periferia de SP para Stanford
Estudantes contam o que fizeram para serem aprovados em universidades fora

Conecte-se ao Estudar Fora

http://promo.estudarfora.org.br/07de78d376d72cb1d7d3

Leia Mais

estagiários da Microsoft comemorando
impacto social
estudar na Asia
tudo sobre o GMAT