Um Projeto: Fundação Estudar

Conheça as 5 cidades mais econômicas para estudantes no Reino Unido

Por Lecticia Maggi

Por Vivian Carrer Elias

O Reino Unido é referência quando se trata de ensino superior. Entre as 100 melhores universidades do mundo, segundo a Times Higher Education, 17 são britânicas. Por esse motivo, pessoas de vários países sonham em estudar lá. O preço disso, no entanto, pode ser elevado. Uma pós-graduação de dois anos em Relações Internacionais na Universidade de Cambridge, a mais bem ranqueada do país, por exemplo, sai por cerca de 20.000 libras a alunos não europeus.

Há, no entanto, formas de reduzir os gastos de um intercâmbio no Reino Unido. Uma delas é optar por viver em cidades com custo de vida mais baixo. Para ajudar nessa decisão, o banco NatWest realiza, anualmente, o estudo Student Living Index, que calcula a média de gastos em 25 cidades britânicas que mais atraem estudantes. Segundo os resultados, as cidades mais caras do Reino Unido são Oxford e Cambridge, enquanto Belfast, na Irlanda do Norte, é a mais econômica.

Para calcular o custo total cada cidade, a pesquisa levou em consideração 15 gastos essenciais. Os itens incluem, por exemplo, aluguel, mercado, roupas, material escolar, transporte local e lavanderia. Para ter acesso a lista completa de gastos, clique aqui.

Veja abaixo quais são as 5 cidades do Reino Unido que não pesam (tanto) no bolso dos estudantes. Confira também a média o valor de todos os 15 itens somados e exemplos de gastos específicos que o aluno tem por semana:

1. Belfast (Irlanda do Norte)

A cidade, localizada na Irlanda do Norte, foi considerada a mais econômica no Reino Unido para estudantes. Lá, os universitários gastam menos que em qualquer outro lugar do país com itens como aluguel, mercado e lavanderia. Belfast possui cerca de 280.000 habitantes e é a 17a maior cidade do Reino Unido. A instituição mais famosa de lá é a Queen’s University Belfast.

Média de gastos semanais (em libras) em 15 itens considerados essenciais: 151,50.
Exemplos (em libras): aluguel: 46; mercado: 16; transporte: 12,90; telefone: 6,17; saídas: 9,24.

2. Southampton (Inglaterra)

Essa cidade portuária de 220.000 habitantes fica no sul da Inglaterra e é conhecida pelo time de futebol local, o Southampton FC, e pala Universidade de Southampton, que está entre as 15 melhores do Reino Unido, segundo o ranking do The Guardian. É a segunda cidade britânica mais barata para estudantes, especialmente em relação ao transporte público e passeios pela região.

Média de gastos semanais (em libras) em 15 itens considerados essenciais: 188,33.
Exemplos (em libras): aluguel: 82,63; mercado: 25,19; transporte: 7,52; telefone: 6,88; saídas: 6,66.

3. Nottingham (Inglaterra)

Localizada no norte da Inglaterra e famosa por ser cenário das histórias de Robin Hood,  Nottigham é cidade britânica onde estudantes gastam menos com itens como conta de telefone. Com cerca de 285.000 habitantes, é uma importante cidade universitária: atrai pessoas do mundo todo e oferece uma vida social e noturna agitada, além de uma excelente infraestrutura, como clubes e grupos de teatro. A instituição mais importante do local é a Universidade de Nottingham.

Média de gastos semanais (em libras) em 15 itens considerados essenciais: 192,64.
Exemplos (em libras): aluguel: 87,36; mercado: 23,84; transporte: 9,26; telefone: 4,83; saídas: 8,74.

4. Edimburgo (Escócia)

A capital da Escócia – e a 7a maior cidade britânica, com quase meio milhão de habitantes – está entre os 50 melhores lugares do mundo para estudantes, segundo a consultoria QS. Alguns dos fatores que a tornam econômica são os passeios e a conta de telefone. A Universidade Heriot-Watt e a Universidade de Edimburgo estão entre as 20 melhores do Reino Unido, segundo o jornal The Guardian. Clique aqui para saber mais sobre a cidade.

Média de gastos semanais (em libras) em 15 itens considerados essenciais: 194,69.
Exemplos (em libras): aluguel: 86,79; mercado: 27,50; transporte: 9,23; telefone: 5,83; saídas: 7,24.

5. Manchester (Inglaterra)

A cidade, que fica no Noroeste da Inglaterra, é uma das mais importantes do país. Assim como Edimburgo, está entre os 50 melhores lugares do mundo para estudantes, segundo o ranking da QS,  e abriga a Universidade de Manchester, uma das 100 instituições mais bem conceituadas do globo, de acordo com a Times Higher Education. Além da vida universitária, a cidade também é conhecida por sua atividade cultural, especialmente por seu cenário musical. Foi lá que surgiram bandas como Oasis e The Smiths.

Média de gastos semanais (em libras) em 15 itens considerados essenciais: 206,62.
Exemplos (em libras): aluguel: 71,33; mercado: 24,90; transporte: 10,42; telefone: 8,99; saídas: 10,13.

*Foto: Belfast / Crédito: divulgação

Leia também:
Chevening: estão abertas as inscrições para bolsas no Reino Unido
Universidade de Cambrigde oferece bolsas de estudo para pós-graduação
Guia gratuito sobre bolsas de estudos no exterior

O que achou do post? Deixe um comentário ou marque seu amigo