Um projeto: Fundação Estudar

Intercâmbio

O que você precisa saber para ter uma experiência de estudos em outro país

26.08.15

Edimburgo: menos gastos e mais sossego no Reino Unido

Edimburgo: menos gastos e mais sossego no Reino Unido

Universidades reconhecidas, custo de vida menor e cultura singular fazem da capital da Escócia um destino cada vez mais procurado

Por Vivian Carrer Elias

Edimburgo, a capital da Escócia, não é o destino mais popular entre os intercambistas brasileiros no Reino Unido, mas possui muitos atrativos. Entre eles, a oportunidade de o estudante viver na Europa, em um país cuja língua oficial é o inglês, e por preços bem mais em conta do que em outros lugares, como Londres.

Cada vez mais os brasileiros estão descobrindo Edimburgo. A cidade é escolhida por quem deseja fugir do comum. Além disso, é uma opção mais barata dentro do Reino Unido

A cidade também não deixa a desejar em relação à educação de excelência. No ranking das melhores instituições britânicas elaborado pelo jornal The Guardian, duas universidades localizadas em Edimburgo aparecem entre as 20 melhores. São elas a Universidade Heriot-Watt e a histórica Universidade de Edimburgh, fundada em 1580 e a quinta mais antiga do Reino Unido.

“Senti que a universidade daqui exige mais do aluno e é muito organizada. O estudante tem mais independência, então precisa se informar e estudar sozinho, embora tenha toda a infraestrutura à disposição”, diz Roberta Dutra, de 31 anos. Ela formou-se em Direito no Rio de Janeiro e agora faz graduação em Psicologia na Universidade de Edimburgo.

Edimburgo possui uma intensa vida cultural. Abriga museus importantes, incluindo o Museu Nacional da Escócia, que tem grande parte dedicada à cultura do país – como a história da realeza e das guerras, o whisky e o kilt (as “saias” usadas pelos escoceses especialmente em eventos mais tradicionais). A cidade também é palco do maior festival de artes do mundo, o Festival de Edimburgo, um conjunto de várias atrações culturais que acontecem durante o verão.

Passear pelo centro de Edimburgo é uma verdadeira viagem ao tempo. A cidade serviu de inspiração para as histórias de Harry Potter e o café The Elephant House, onde a escritora JK Rowling passou tardes escrevendo o primeiro livro da saga, é visitado por fãs de todo o mundo. Próximo ao café, estão pontos importantes da cidade, como o Castelo de Edimburgo, Grassmarket, uma rua repleta de pubs, e os jardins de Princes Street.

A cidade, porém, passa longe do agito de uma grande metrópole. Tem 500.000 habitantes, muito menos do que os 8,6 milhões em Londres. Não há rede de metrô em Edimburgo, mas as linhas de ônibus garantem um eficiente de sistema de transporte público – e, pelo fato de a cidade não ser tão grande, é muito fácil deslocar-se caminhando.

O que gasto no aluguel de um apartamento no centro de Edimburgo, gastei alugando um quarto em uma casa fora do centro de Londres

“Cada vez mais os brasileiros estão descobrindo Edimburgo. A cidade é escolhida por quem deseja entrar em contato com uma cultura diferente e fugir do comum. Além disso, é uma opção mais barata dentro do Reino Unido”, diz Bruno Contrera, gerente de produtos da STB. Para se ter uma ideia, enquanto o bilhete mensal do transporte público em Edimburgo custa cerca de 50 libras, em Londres supera 100 libras.

A paulistana Aline Siekierski, de 22 anos, cursa jornalismo na Universidade Edimburgh Napier e, ano passado, fez um estágio de três meses em Londres. “O que gasto no aluguel de um apartamento no centro de Edimburgo, gastei alugando um quarto em uma casa fora do centro de Londres”, diz. “Edimburgo tem qualidade de vida alta e é uma cidade muito segura. Sempre saio à noite e volto sozinha para casa e não sinto medo. Vivo uma vida mais calma e feliz aqui”.

A cordialidade dos escoceses também pode ser um bom motivo para considerar a Escócia como destino do intercâmbio. “Tenho a impressão de que eles são mais amigáveis do que em outras partes do Reino Unido e têm mais interesse em conhecer culturas diferentes. Senti-me bem-vinda aqui e nunca tive  problemas por ser de outro país”, diz Roberta. “O sotaque dos escoceses, porém, pode dificultar um pouco a compreensão do idioma para quem chega, mas aos poucos você vai se acostumando.”

Para os brasileiros, o principal ponto negativo de Edimburgo é o clima. No inverno, a temperatura média é de 3ºC. Há frio o ano todo. Mesmo no verão, as temperaturs ficam entre 11ºC e 19ºC. “As baixas temperaturas e a falta de sol, porém, não tiram a incrível beleza da cidade e não inibem as pessoas de saírem de casa”, diz Roberta.

*Foto: Roberta em Edimburgo / Crédito: Arquivo pessoal

Leia também:
Chevening: estão abertas as inscrições para bolsas no Reino Unido
Saiba o que é preciso para se candidatar a uma pós no Reino Unido

Conecte-se ao Estudar Fora

Leia Mais

estagiários da Microsoft comemorando
impacto social
estudar na Asia
tudo sobre o GMAT