Um projeto: Fundação Estudar

Pós Graduação

O que você precisa saber para cursar uma pós-graduação fora do Brasil

08.02.16

Como escolher a melhor escola para o seu MBA?

Como escolher a melhor escola para o seu MBA?

Especialista e ex-alunos das melhores universidades dão dicas sobre o que levar em consideração na hora de decidir onde realizar o seu MBA. Confira!

A resposta à pergunta do título não é simples. Existem milhares de escolas ofertando programas de MBA ao redor do mundo – muitas delas de excelente qualidade, mas com perfis totalmente diferentes. Tomar a decisão certa trará impactos não só nos próximos dois anos da vida do estudante, mas também em sua carreira. Por isso mesmo, olhar somente para os rankings acadêmicos pode ser uma cilada.

Alunos dos melhores MBAs do mundo compartilharam com o Estudar Fora o que os influenciou na hora da escolha. De bônus, o coach Ricardo Betti, sócio da MBA Empresarial Consultoria e especialista na preparação para o MBA no exterior, também dá dicas para quem está passando por este momento. “O primeiro fator de decisão é o indivíduo ter consciência de qual estilo de ensino se adapta melhor ao seu estilo de aprendizagem”, afirma ele.
Confira as orientações nos vídeos a seguir:

Igor Barros, MBA em Yale

“Escolhi Yale porque ficaria mais fora da zona de conforto. Lá, tinha um pouco menos de brasileiros e eu queria me expor mais a diferentes culturas.”

Raquel Nadalin, MBA na Universidade de Michigan

“Saber o que você quer depois ajuda. Eu sabia que queria consultoria, então, comecei a olhar quais escolas são boas tanto do ponto de vista acadêmico quanto do  relacionamento com empresas.”

Gustavo Bassetti, MBA em Harvard

“O perfil de Harvard é de pessoas que querem ter uma formação mais abrangente. Wharton é uma escola que flexibiliza bastante o currículo e é notadamente muito forte em finanças. Já Stanford é claramente reconhecida pela sua veia empreendedora.”

Mariane Hotta, MBA em Harvard

“Harvard tem uma infraestrutura fantástica. Eu assisti a uma aula de case study, que é o modelo que Harvard leva para 100% das aulas, e esse era o estilo eu que gostaria de ter no meu MBA, justamente porque me tiraria da minha zona de conforto. Eu não sou uma pessoa que se sente à vontade para falar na frente de muitas pessoas e lá eu teria que fazer isso 100% do tempo. É um ponto que eu precisava trabalhar em mim.”

Ricardo Betti, sócio da MBA Empresarial Consultoria e coach em admissão para o MBA no exterior

“Os ranking são o ponto de partida para você poder entender quais são as melhores universidades e as que não são tão boas. Entretanto, eles são muito imperfeitos, tanto que rankings de fdiferentes revistas dão diferentes resultados. Então, recomendo que não se baseie somente nos rankings.”

Leia também:
Mestrado no exterior: 4 profissionais dão dicas para você também conseguir
Guia online e grtauito de MBA no exterior

9 profissionais falam sobre o impacto do mestrado em suas carreiras

Conecte-se ao Estudar Fora

Leia Mais

impacto social
estudar na Asia
tudo sobre o GMAT
estudar idiomas