Um Projeto: Fundação Estudar

Conheça o brasileiro que foi contratado pela própria universidade canadense onde estudou

Por Marcela Marcos
18.10.2018

Felipe Matoso faz parte do departamento de Marketing da Red River College, onde fez um curso de 2 anos em 2016. Ele contou a experiência com exclusividade ao Estudar Fora!


O brasileiro Felipe Matoso se formou em Engenharia Mecânica na Universidade Federal de Pernambuco em 2014, mas, por uma veia criativa que pulsava mais forte, descobriu que não gostava tanto do que havia escolhido fazer. “A vertente criativa da minha família sempre esteve presente, porque minha mãe é arquiteta”, conta Felipe, em entrevista a Nathalia Bustamante, do Estudar Fora.
Como o plano já era estudar fora e ele já sabia exatamente aonde ir, não foi difícil tomar a decisão de mudar. O estudante já havia visitado o Canadá e encontrou, na Red River College (que fica em Winnipeg, Manitoba), um programa para alunos internacionais pelo qual se interessou de imediato. Trata-se do Business Administration (BA), que oferece diploma em dois anos, além de ampliar os horizontes interculturais e profissionais. De acordo com a descrição da própria página do programa, o BA oferece uma ampla base de negócios durante o primeiro ano de estudos, enquanto, no segundo ano, é preciso se concentrar em uma área específica, que pode ser Contabilidade, Administração, Serviços Financeiros, Marketing ou Gestão de Recursos Humanos.
Como, durante a primeira etapa do curso, Felipe já teve a oportunidade de fazer um projeto para clientes reais, criando modelo de negócios, definindo público-alvo, enfim, estruturando as ideias, a opção por se especializar em Marketing no segundo ano foi quase natural. O projeto, aliás, gerou um saldo positivo: três prêmios e duas medalhas. “E no final dessa jornada toda, ganhei muita experiência”, emenda.

Por que a Red River College

O que motivou a escolha do brasileiro em aplicar para a instituição de Manitoba foi, inicialmente, um processo de admissão sem tantas exigências. Com menos documentação exigida, os requisitos quando ingressou foram ter concluído o ensino médio e comprovado proficiência em inglês. Tanto é verdade, que o diploma de Engenharia sequer precisou ser apresentado.

O custo total do programa de Administração que Felipe escolheu cursar foi 26 mil dólares canadenses, mas ele estima que seus gastos reais tenham sido 19 mil, já que, ao longo do curso, pôde contar com 10 bolsas de estudo. Essa, inclusive, foi outra vantagem: “A partir do momento em que você é aluno, existem, literalmente, centenas bolsas disponíveis”, afirma.

Como foi trabalhar com Marketing 

Além das premiações, o brasileiro também conta que teve cinco propostas de emprego durante o curso de Business Administration na Red River College. Uma delas, porém, foi inusitada: “Tinha feito um projeto de auditoria pra faculdade (Red River) e surgiu a oportunidade de ser contratado (pela instituição). Eu não sabia que esse trabalho ia surgir. Foi uma novidade!”, conta Felipe. Formado no BA em 2018, desde agosto ele trabalha como Marketing Officer da própria escola de ensino.
Dos benefícios sobre a experiência no território canadense, Felipe Matoso destaca a qualidade de vida, além do contato com outros brasileiros, que, segundo conta, representam 10% de todos os alunos internacionais, e quase 1% do total de alunos do Red River. Na turma dele, inclusive, havia de 20 a 30 brasileiros (de um total de 800 estudantes que faziam parte do programa). “A comunidade brasileira é tão forte por lá, que se criam grupos todos os anos”.
Para saber todos os detalhes sobre os programas que a Red River College oferece a estudantes internacionais, acesse a página da instituição.

O que achou do post? Deixe um comentário ou marque seu amigo

[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d