Um projeto: Fundação Estudar

Pós Graduação

O que você precisa saber para cursar uma pós-graduação fora do Brasil

10.07.13

Você realmente pode dizer a verdade no essay de um MBA?

Você realmente pode dizer a verdade no essay de um MBA?

Não é preciso aumentar muito menos inventar. A chave para um bom essay é ser sincero

Confira este artigo do Poets & Quants sobre o que devemos dizer em um essay de um MBA. O Poets & Quants é uma comunidade que discute e compartilha em seu portal diversas informações para quem deseja cursar uma pós-graduação na área de negócios. 

Confira o artigo:

Ao longo das últimas semanas, falei com um grupo de candidatos para o MBA 2013-14, ajudando-os com as suas estratégias de aplicação para esta temporada de admissões. Há poucos dias, um deles me fez uma pergunta muito sincera sobre suas applications para 10 das melhores universidades. “Enquanto escrevo meus essays, devo dizer a verdade, ou devo apenas jogar o jogo e dizer aos membros do comitê de admissão o que eles querem ouvir?”, perguntou ele.

Inicialmente, fiquei surpreso com a pergunta. Então eu voltei no tempo em que estava na mesma posição e tinha pensamentos semelhantes. “Eu realmente aprecio sua honestidade”, respondi. “Essa é uma questão que eu acredito que todo mundo enfrenta em um clima competitivo de admissões do MBA”.

“A Verdade”, “O Jogo” e a Autenticidade

Em minha opinião, toda a dialética moral de ser honesto versus mentir e / ou embelezar algumas resposta, acabam ofuscando o verdadeiro tema em questão. Para começar, mentir ou aumentar o que é verdadeiro é a estratégia de um tolo. Membros do comitê de admissão já viram e ouviram de tudo. Isso quer dizer que eles têm uma alta sensibilidade para descobrir mentiras. E eu não me arriscaria em testar minha sorte nesse critério.

Além disso, acredito é que a maioria das coisas que as pessoas mentem são coisas que não vão influenciar na sua permanência ou não no programa. Claro, só um membro do comitê admissional pode dizer isso, mas eu tenho 99% de certeza, que a minha suposição é um fato verdadeiro.

Poupe sua energia em dizer que o seu negócio vale US $20 milhões se na verdade ele vale US $2 milhões, e não se preocupe em dizer que você ganhou algum prêmio se na verdade ficou em segundo lugar. Os membros do comitê de admissão estão muito mais interessados ​​em saber que seu MBA tem um objetivo empreendedor, mas você nunca começou sua própria empresa antes, ou que você soube lidar com diversos desafios e sabe se relacionar com outras pessoas.

Além disso, as histórias infladas quase nunca “vendem” tão bem quanto os autênticos. Mesmo que os membros do comitê de admissão não sejam capazes de apontar onde você está mentindo, ou aumentando, eles conseguem perceber que está “faltando” algo na sua história.

A Verdade o Libertará

A verdade pode ser libertadora. A sensação de não ter “nada a esconder”, não só tira o peso de suas costas por querer impressionar, como permite que suas palavras saiam com um ar de autenticidade, o que pode ser muito bom para a sua admissão. Deixe-me tomar por exemplo. Recebi no meu trabalho de pré-MBA 25% menos do que meu trabalho anterior. Esses dados poderiam apontar um movimento ascendente em minha carreira.

Ao invés de tentar passar por cima dele, no entanto, eu simplesmente expliquei o que ocorreu. Expliquei-lhe que, enquanto eu estava realmente ganhando menos dinheiro, eu tinha ganhado mais responsabilidade, tinha mais controle sobre a direção estratégica da minha nova empresa e também pude continuar com meu processo para alcançar meus objetivos. Isso era verdade. Também era verdade que eu odiava meu trabalho anterior, mas isso não era necessário dizer.

Há uma linha tênue entre a autenticidade e o exagero. Aprender a caminhar nesta linha irá ajudá-lo muito, não só em seus essays, mas na vida em geral. Isso vai te ajudar a fazer uma boa entrevista com os membros do comitê de admissão e vai fazer com que eles acreditem que você conseguirá um ótimo emprego (o que afeta a reputação da instituição nos rankings) após a formatura.

Olha, nenhum passado é perfeito, ninguém é, e os membros do comitê de admissão sabem disso. Diga a verdade, mostre o que você aprendeu ou ganhou com a sua experiência e como isso ajudou na sua evolução, evite exageros e você será bem visto pelos avaliadores.

E se você acabar sendo mal avaliado, acredite em mim quando eu lhe digo com confiança que, provavelmente, não é porque você foi excessivamente sincero em seu essay para a Columbia ou Kellogg; ou o seu perfil não era o procurado pelas universidades, é provável que muitas pessoas com um perfil parecido com o seu já tenham sido aprovadas.

Confira o artigo original (em inglês) AQUI.

Conecte-se ao Estudar Fora

Leia Mais

impacto social
estudar na Asia
tudo sobre o GMAT
estudar idiomas