Um projeto: Fundação Estudar

Pós Graduação

O que você precisa saber para cursar uma pós-graduação fora do Brasil

18.05.15

Pós-graduação no exterior: MBA é o curso certo para você?

Pós-graduação no exterior: MBA é o curso certo para você?

Em ano de instabilidade econômica, é comum as pessoas buscarem cursos no exterior para dar um 'up' no currículo. Entenda se MBA é indicado para você!

Você se formou na faculdade, trabalhou 4, 5 anos e de repente se pergunta: que caminho seguir daqui em diante? Quais as possibilidades de crescimento na empresa atual, na indústria em questão e/ou no mercado brasileiro em geral? Em um ano de grande instabilidade econômica como 2015, o número de pessoas procurando respirar ares diferentes e acumular conhecimentos novos aumentou significativamente. Aquela promoção esperada não aconteceu, a perspectiva de subir de cargo parou no tempo e muita gente anda com receio inclusive de não conseguir se manter no emprego até o fim do ano. Assim, muitos enxergam a possibilidade de uma temporada de estudos no exterior. O primeiro programa que vem em mente é o MBA. De fato, o Master of Business Administration pode ser uma excelente escolha para acelerar a carreira e se destacar no mercado. Mas é o caminho certo para todo mundo? A resposta é não, isso dependerá dos seus objetivos.

Discussões de casos, muitas vezes com o protagonista (um CEO/líder) presente na sala de aula, viagens para realizar projetos de consultoria em regiões subdesenvolvidas e um grande leque de aulas eletivas oferecem o contexto ideal para quem deseja se tornar líder

Um dos primeiro pontos a se considerar é sua razão para realizar o curso. Não é à toa que, para entrar nesses programas, você precisa refletir profundamente sobre seus objetivos pós-MBA e suas aspirações futuras. O comitê de admissões quer saber se você realmente se encaixa no escopo do que é ensinado lá: além de fundamentos básicos de business, como finanças, contabilidade, marketing, operações, economia, estratégia, etc., você será melhor equipado para tomar decisões importantes no seu futuro profissional, muitas vezes com pouquíssimos dados disponíveis e com grande impacto na empresa e na vida de outras pessoas. Por isso, há também disciplinas como ética, liderança e responsabilidade corporativa, além de experiências diversas que têm o objetivo de lhe tirar da zona de conforto e fazer você aprender na prática.

Discussões de casos, muitas vezes com o protagonista (um CEO/líder) presente na sala de aula (que decisão eu tomaria naquela situação?), viagens para realizar projetos de consultoria em regiões subdesenvolvidas (como lidar com diversidade cultural, opiniões divergentes, respeitar e liderar um time em circunstâncias difíceis?), e um grande leque de aulas eletivas oferecem o contexto ideal para quem deseja se tornar um líder. Seja de uma empresa privada, pública, um negócio social ou uma organização não-governamental, o curso essencialmente forma líderes que buscam promover impacto no mundo – leia-se, dentro e fora do corporativo.

Para quem quer mudar de carreira, o MBA também é uma excelente alternativa. Você entrará intimamente em contato com diversos assuntos de inúmeras indústrias, com pessoas de diferentes backgrounds que podem abrir portas para novas possibilidades, além de ganhar habilidades necessárias para se destacar em posições distintas das quais você foi treinado anteriormente.

O MBA pode funcionar como um “selo de qualidade” no seu currículo e deixá-lo mais atraente para o mercado, independentemente do seu histórico profissional. Os empregadores terão a certeza de que você foi bem treinado e tem capacidade técnica e interpessoal para lidar com novos desafios. Entretanto, é importante deixar claro que simplesmente ter o diploma nas mãos não significa que as oportunidades se abrirão diante de você como mágica. Ao contrário, é necessário buscá-las: o departamento de Career Services das universidades é um excelente ponto de partida e ajuda seus alunos a se posicionar após a graduação. Mas também é preciso ir atrás, se preparar, se conectar com pessoas-chave e estar disposto a assumir responsabilidades.

Um dos maiores ganhos do MBA é também entrar para uma seleta, mas ampla e diversa, rede de alumni da escola em questão. Os programas enfatizam interações em grupo e a experiência que cada um traz para a sala de aula. Você aprende não só com os professores, mas também com seus colegas. E tornar-se um membro dessa “família” é vantajoso tanto pelo suporte quanto pelas oportunidades que aparecem devido ao efeito de rede.

Enfim, o MBA é um programa prático, voltado para o mercado de trabalho e bastante diferente de um mestrado acadêmico ou especialização, cujo escopo é mais específico e teórico. Normalmente é generalista, mas pode haver um certo foco em áreas do seu interesse, especialmente nos programas de dois anos que permitem um pouco mais de experimentação. Se vale a pena? Veja a nossa opinião aqui.

E então, o MBA é a opção mais adequada para você?_____________________________________________________________________

Daiana Stolf é cientista por formação e escritora e coach por paixão. De mestre pela Universidade de Toronto (Canadá) a aluna de Gestão Estratégica na Universidade de Harvard (EUA), passando por cientista-doutoranda da EPFL (Suíça), em 2011, descobriu o prazer de guiar brasileiros curiosos e determinados a expandir seus horizontes por meio de cursos de pós-graduação nas melhores universidades do mundo. Ela é co-fundadora da Top MBA Coaching.

*Crédito da foto: The Natural Step Canada

Leia também:
Quanto custam os 10 melhores MBAs?
Três mulheres contam o que aprenderam ao fazer MBA no exterior
Especial: guia de pós-graduação no exterior

Conecte-se ao Estudar Fora

Leia Mais

estagiários da Microsoft comemorando
impacto social
estudar na Asia
tudo sobre o GMAT