Um Projeto: Fundação Estudar

Por que estudar em Yale?

Por Giana Andonini

Fundada em 1701, a Universidade de Yale, em New Heaven, nos Estados Unidos, foi a responsável pela formação de diversos presidentes americanos, como Gerald Ford, William Taft, Bill Clinton e George W. Bush. Possui infraestrutura de ponta e ocupa as primeiras posições nos mais conceituados rankings internacionais (QS World University, Times Higher Education e U.S News World Report).

Entre seus docentes, estão ganhadores de prêmios Nobel, como Robert Shiller (ciências econômicas, em 2013) e James Rothman (medicina, em 2013). Motivos para estudar em Yale, portanto, não faltam. E foi para falar sobre isso que o site Estudar Fora promoveu um encontro, em São Paulo, com a diretora de comunicação do escritório de relações internacionais de Yale, Shana Schneider, e ex-alunos da universidade.

No evento, Shana destacou a excelência do corpo docente da instituição e os vastos recursos disponíveis. “Independentemente da faculdade em que ingressam, os alunos têm acesso à  toda a universidade. Um estudante de economia pode, por exemplo, escolher uma disciplina para cursar no departamento de artes”, afirmou.

fotonova
Mais de 100 pessoas participaram do bate-papo com a Universidade de Yale. O Estudar Fora quer ajudar cada vez mais brasileiros a realizarem o sonho de estudar no exterior. Por isso, fazemos diversos eventos gratuitos como esse com as universidade de fora. Fique ligado no nosso site e participe dos próximos!

_
Hoje, 19% dos 11.880 alunos de graduação e pós são estrangeiros, provenientes de 118 países. Brasileiros somam cerca de 100 — um número ainda modesto e que se espera que aumente nos próximos anos.

Conheça a história de brasileiros que estudam em Yale 

Outro ponto abordado por Shana durante o encontro com estudantes foram os diferentes programas de Yale — que contemplam também alunos casados e com filhos — e as bolsas de estudo. “Dinheiro não deve ser uma razão para você desistir de Yale: 57% dos nossos alunos contam com algum tipo de ajuda financeira da universidade”, explicou. Saiba mais sobre finacial aid AQUI.

Dicas

Quando o assunto é o processo de application, as dúvidas são inúmeras e todos querem saber como se destacar dos outros candidatos. Shana forneceu breves, mas preciosas dicas de como devem ser encaradas as essays e cartas de recomendação. Veja:

Essays

“Não fique com vergonha de relatar seus projetos e frutos que colheu deles. Alguns brasileiros ficam acanhados e com medo de parecerem esnobes se fizerem isso, mas é importante dividir com os profissionais do escritório de admissão seus esforços e suas conquistas. Não tenha vergonha de falar sobre o que já fez de bom.”

Cartas de recomendação

“É fundamental que a pessoa que for escrever a sua carta de recomendação te conheça a fundo e possa descrevê-lo bem. Pode ser um professor ou um superior no trabalho…O importante é que a carta mostre por que você deve ser aceito e não se restrinja a frases como ‘Fulano é um bom aluno, com médias satisfatórias'”.

Das Ilhas Maurício para Yale

Natural das Ilhas Maurício, um território isolado no oceano Índico, Karen Ivon estuda Relações Internacionais em Yale e também esteve presente no evento para dar seu depoimento e encorajar outros jovens a participar do processo de application. “Tinha ouvido falar de Yale só de filmes quando resolvi me candidatar. Não sabia o quão difícil era ingressar. Se soubesse, provavelmente, não iria me achar capaz e nem teria tentado”, contou. “Eu não tinha dinheiro para pagar a universidade, mas como acharam que eu deveria estar lá, consegui bolsa integral, além de ajuda de custo. Por isso, eu digo: tentem. Se não tentarem, nunca saberão  se ingressariam.”

Conheça mais a Yale neste vídeo de apresentação da universidade:

O que achou do post? Deixe um comentário ou marque seu amigo