Um projeto: Fundação Estudar

Colunistas

Orientação de especialistas e experiências de estudantes para te ajudar a chegar lá

25.10.13

Harvard – Vida de Calouro: Os dormitórios na universidade

Harvard - Vida de Calouro: Os dormitórios na universidade

Curioso para saber como é o dia a dia de um calouro em Harvard? Conheça como funcionam os dormitórios de lá nesta coluna do Renan Ferreirinha

Por Renan Ferreirinha, calouro de Harvard

Greenough, Pennypacker, Wigglesworth, Hurlbut, etc. Você deve estar se perguntando que nomes estranhos e praticamente impossíveis de pronunciar são esses e por que estou falando deles. Esses são 4 dos 17 freshman dorms (dormitórios do primeiro ano) daqui de Harvard, mas especificadamente esse são os “Union Dorms”, que ficam localizados fora do Harvard Yard onde estão os outros 13 dorms. Para minha alegria, estou morando no aconchegante Greenough.

(Let’s go, Greenough! :D)

Antes de começar o ano acadêmico aqui, os novos alunos tem que preencher um formulário enorme dizendo suas preferências, hábitos, com quantas pessoas gostaria de morar e as características que gostaria que seus roommates (colegas de quarto ou de “suite” como vocês vão ver no vídeo) tivessem.  Então, um mês antes de começar as aulas o aluno descobre quantos roommates terá e quem são eles. A partir do segundo ano, o sistema fica um pouco diferente e os alunos têm a opção de montar um grupo para morar na mesma House (dormitório do segundo, terceiro e quarto ano), mas não podem escolher para qual House irão.

Estou morando com 5 roommates (pedi de 3 a 5) e dividimos uma “suite”, que na verdade é um corredor exclusivo, com três quartos de solteiro, um triplo, um banheiro e uma sala. No vídeo dessa semana, vou falar mais sobre a acomodação aqui e dois dos meus roommates, Nick e Juanky, estão participando também. Espero que gostem!

___________________________________________________________________

Renan Ferreirinha é colunista do I wanna be a freshman 

Harvard 13 (1)Sou ex-aluno do Colégio Militar do Rio de Janeiro. Sou cavalariano. Sou flamenguista roxo. Mas não só isso. Sou um potencial economista e cientista político. Sou professor de inglês no projeto Somar. Sou de São Gonçalo (que não é um bairro de Niterói, muito menos fica na Baixada Fluminense). Sou apaixonado por educação e empreendedorismo. Sou freshman em Harvard. E agora, sou escritor do Estudar Fora e responsável pela coluna I wanna be a freshman (tradução de “Eu quero ser um calouro”).

Conecte-se ao Estudar Fora

Prep Course

Leia Mais

estagiários da Microsoft comemorando
impacto social
estudar na Asia
tudo sobre o GMAT