Um projeto: Fundação Estudar

Bolsas de Estudos

Quais são e como funcionam os programas de bolsas e financiamento

26.06.14

Governo promete mais 100 mil bolsas de estudos no Ciência sem Fronteiras

Governo promete mais 100 mil bolsas de estudos no Ciência sem Fronteiras

Desde 2011, 83.184 benefícios foram concedidos. Objetivo é chegar a 101 mil até o fim do ano. Saiba quais são os requisitos necessários para concorrer!

O governo federal promete conceder mais 100 mil bolsas de estudo para graduação e pós-graduação no exterior por meio do Ciência sem Fronteiras (CsF), a partir de 2015. O anúncio foi feito na quarta-feira pela presidente Dilma Rousseff, durante cerimônia de lançamento da 2ª fase do programa, no Palácio do Planalto.

Desde a sua criação, em 2011, o programa conferiu 83.184 bolsas de estudos fora. Até o final deste ano, a promessa do governo é chegar a 101 mil benefícios.

Cultura Sem Fronteiras vai oferecer bolsas para alunos de humanas

Para concorrer, é preciso ser estudante de graduação, mestrado ou doutorado em uma das áreas contempladas pelo programa (veja AQUI a lista) e ter cumprido no mínimo 20% e, no máximo, 90% do currículo previsto para o curso no Brasil, além de ter obtido nota igual ou superior a 600 pontos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

De acordo com a presidente, a nova etapa do CsF, que começa em 2015, vai priorizar a aloação de bolsistas que foram premiados em olimpíadas de escolas públicas. Além disso, dará preferência à concessão de bolsas de pós-graduação para ex-bolsistas de graduação que tenham sido aceitos em instituições de excelência.

O programa — Por meio da capacitação de jovens profissionais, o programa espera consolidar e expandir as áreas de ciência e tecnologia, aumentando, assim, a competitividade da economia brasileira.

As cinco nações que mais receberam estudantes brasileiros foram: Estados Unidos (32%), Reino Unido (11%), Canadá (8%), França (8%) e Alemanha (7%). Já as áreas de estudo com o maior número de bolsistas são: engenharias e áreas tecnológicas (52%), saúde (18%) e ciências exatas e da terra (8%).

Humanas — Alunos de cursos na área de humanas não precisam se desanimar. Há poucas semanas, o governo anunciou a criação do programa Cultura sem Fronteiras, similar ao CsF, mas com foco em áreas como administração, design, programação e moda.

Leia também:
Cultura Sem Fronteiras vai oferecer bolsas para alunos de humanas

Conecte-se ao Estudar Fora

Leia Mais

estagiários da Microsoft comemorando
impacto social
estudar na Asia
tudo sobre o GMAT